15 de set. de 2021

A GAROTA DESAPARECIDA - Lisa Gardner

Editora: Gutenberg

Ano: 2019

Páginas: 352

ISBN: 9788582355756

A GAROTA DESAPARECIDA

Sinopse: Sete anos atrás, a estudante Flora passou 472 dias vivendo um pesadelo. Após ter sido sequestrada durante as férias de primavera, ela descobriu até onde o ser humano é capaz de ir para sobreviver. Depois de resistir milagrosamente a tamanha tortura, viveu os últimos cinco anos tentando voltar a ter uma vida normal. O amor de sua mãe permanece o mesmo, mas outras coisas mudaram em sua rotina: seu irmão tem medo da pessoa que Flora se tornou, e no quarto dela há uma parede coberta com fotos de outras garotas que nunca voltaram para casa. Quando a detetive D. D. Warren é convocada para a cena de um crime, descobre que Flora está envolvida com outros três suspeitos desde seu retorno à sociedade. Mas a garota desaparece novamente, e D. D. se dá conta de que um predador sinistro está a solta e, desta vez, determinado a fazer com que Flora Dane nunca mais escape.

Esse é o segundo livro da autora que leio; o primeiro foi Viva para Contar, resenha aqui. Gostei mais desse do que do anterior; por isso sempre é bom dar mais uma chance aos autores.

A jovem Flora desaparece durante as férias e só é encontrada 472 dias depois. Cinco anos depois, a narrativa é intercalada com as lembranças de Flora, narradas em primeira pessoa e com os acontecimentos atuais. Após ser libertada do cativeiro, Flora treinou autodefesa e parece estar tentando encontrar outras garotas desaparecidas. Em uma de suas missões, a garota acaba matando o sequestrador, na tentativa de encontrar Stace, outra garota desaparecida. A detetive D.D. é chamada ao local do incidente para interrogar Flora. D.D. desconfia que a garota atraiu o sequestrador para matá-lo.

Naquela noite, após a mãe deixar o apartamento, Flora desaparece misteriosamente. Será que ela foi novamente sequestrada? Será que fugiu? Começa uma investigação e uma luta contra o tempo para descobrir o que está acontecendo e evitar mais mortes.

O livro tem o tipo de enredo que leva você a crer que haverá uma reviravolta. Faz você achar que sabe a verdade, porque desconfia de alguns acontecimentos; mas está completamente enganado. Aposto que não é nada daquilo que você imagina! É uma leitura tensa e surpreendente (até a capa é perturbadora...). Recomendo!

8 de set. de 2021

Filme - VOZES E VULTOS

Direção: Robert Pulcini, Shari Springer Berman

Elenco: James Norton, Amanda Seyfried, Alex Neustaedter

Duração: 121 minutos

Ano: 2021

Classificação: 16 anos

Gênero: Suspense/Terror


Sinopse: Vozes e Vultos acompanha uma artista de Manhattan (Amanda Seyfried) que se muda com sua família para o Vale do Hudson. Conforme ela começa sua nova vida num vilarejo histórico, ela passa a suspeitar que seu casamento e sua casa estão cercados por algo obscuro.

A trama começa com uma família que se muda de Manhattan para uma cidade do interior, por causa do novo emprego do marido, George, que conseguiu uma posição de professor universitário. A esposa, Catherine, deixa o seu trabalho na cidade e se muda com o marido. Ela não conhece ninguém no vilarejo. Aos poucos, descobrimos que Catherine tem sérios problemas de saúde e é muito infeliz. 


A nova moradia é uma casa antiga que carrega uma história trágica do passado. O que já não ia muito bem começa a desmoronar quando são descobertos segredos sobre a casa e sobre a vida do casal.



Não posso revelar muito para não dar spoilers, mas a forma como a trama se desenrola é muito interessante. As falhas de caráter de alguns personagens são reveladas aos poucos, em pequenos detalhes e descobertas que, de início, parecem insignificantes. Recomendo prestar atenção aos detalhes.

É um filme de suspense/terror com a presença do sobrenatural, mas este, na minha opinião, não é o principal elemento da trama. A principal mensagem que o filme nos passa é sobre o livre arbítrio. Todos temos o poder de decisão sobre nossas ações. Somos nós quem escolhemos se vamos dar ouvidos aos maus pensamentos, às "vozes"...

O filme é baseado no livro de Elizabeth Brundage: All Things Cease to Appear (ainda sem tradução para o português).


25 de ago. de 2021

VOLTA PARA CASA - Harlan Coben

Série: Myron Bolitar – Livro 11
Editora: Arqueiro
Ano: 2018
Páginas: 304
ISBN: 9788580418347

volta para casa

Sinopse: Dez anos atrás, dois meninos de 6 anos foram sequestrados enquanto brincavam na casa de um deles, uma mansão em um bairro elegante de Nova Jersey. Mas, após o pedido de resgate, as famílias nunca mais tiveram notícias dos sequestradores nem de seus filhos. Agora, Myron Bolitar e seu amigo Win acreditam ter localizado um deles, o adolescente Patrick, e farão de tudo para resgatá-lo e obter as respostas pelas quais todos anseiam: O que aconteceu no dia em que foram raptados? Onde ele esteve durante todo esse tempo? E, o mais importante, onde está Rhys, seu amigo ainda desaparecido?


Um filho desaparece. Dez anos depois, quem retorna é um estranho.

Depois alguns anos, para a alegria dos fãs, Harlan Coben escreveu outro livro da série Myron Bolitar. Confesso que ainda não li todos os livros da série, mas pretendo ler.

A maior parte da trama é narrada em terceira pessoa, mas alguns capítulos são narrados em primeira pessoa por ninguém menos que Win, o melhor amigo de Myron.

Gosto muito da relação entre Win e Myron e também da amizade deles com Esperanza, Big Cindy e Zorra (todos estão presentes no livro!). O sobrinho de Myron, Mickey (da outra série), também está na trama, junto com Ema e Colherada.

Após o reaparecimento de Patrick muitas perguntas surgem: O que aconteceu com Rhys? Ondem os garotos estavam todo esse tempo?

Como todos os outros livros de Coben, esse também é cheio de surpresas e reviravoltas. Como sempre, o autor prende e desafia o leitor a desvendar o mistério. A verdade por trás do sequestro é chocante e surpreendente. Recomendo a leitura para quem curte a série e para quem gosta de suspense com reviravoltas.

18 de ago. de 2021

AS CINCO FERIDAS EMOCIONAIS - Lise Bourbeau

Editora: Sextante

Ano: 2020

Páginas: 176

ISBN: 9786555640847

as cinco feridas emocionais

Sinopse: Nossos problemas de ordem física, emocional e mental são fruto de cinco feridas que trazemos da infância: rejeição, abandono, humilhação, traição e injustiça. Para tentar fazê-las desaparecer, desenvolvemos máscaras. Porém, com o passar do tempo, essas feridas se tornam ainda mais profundas e nos distanciam de quem somos de verdade. Por meio de descrições detalhadas das feridas e de suas respectivas máscaras, Lise Bourbeau mostra como elas podem se refletir em nossa personalidade e até mesmo no formato do nosso corpo. Você vai descobrir que é possível detectar a origem das dificuldades que enfrentamos. Dessa forma, podemos empreender uma jornada de cura, aceitando as experiências do passado e perdoando todos os aspectos de nós mesmos.

Baseada em suas observações, a autora descreve as cinco feridas emocionais que, segundo ela, trazemos da infância (rejeição, abandono, humilhação, traição e injustiça) e os cinco tipos de máscaras que usamos para esconder essas feridas (escapista, dependente, masoquista, controlador e rígido).

A autora descreve como cada uma dessas feridas se reflete no adulto: tipo físico, jeito de falar, de se comportar, entre outros. Apesar de não trazer dados científicos, é impressionante como o livro acerta muitas coisas quando descreve os tipos de pessoas. Pelo que entendi, todos temos alguma dessas feridas emocionais. Até podemos ter mais de uma. Conhecendo as feridas e o comportamento decorrente delas, fica mais fácil de entender não só a nós mesmos, mas também os outros. Muitas vezes nos perguntamos por que uma pessoa se comporta de determinada forma, aqui há algumas respostas.

Identifiquei-me muito com dois tipos de comportamento, então, acho que tenho um pouco dos dois. Até os meus alimentos preferidos ela acertou!

A parte mais difícil é conseguir livrar-se dessas feridas emocionais e do comportamento decorrente delas e isso o livro tenta nos ajudar apontando alguns caminhos, mas nada concreto. O livro promete nos ajudar a “superar os sentimentos que impedem a sua felicidade”, mas deixou a desejar nesse aspecto. Outra coisa que me deixou intrigada é que parece que todas as pessoas possuem alguma ferida emocional, então, não existem pessoas completamente “saudáveis”? A autora não fala sobre isso...

11 de ago. de 2021

NO CORAÇÃO DA FLORESTA - Emily Murdoch

Editora: Agir Now

Ano: 2015

Páginas: 272

ISBN: 9788522031085

no coração da floresta

Sinopse: Um trailer abandonado, escondido em meio a uma reserva florestal, é o único lar de que Carey se lembra. Aos 15 anos, as árvores são as guardiãs de sua vida mal-afortunada, e o único ponto positivo é sua irmã mais nova, Jenessa, que depende de Carey para sobreviver. Elas só têm uma a outra, considerando que a mãe das meninas, mentalmente instável, muitas vezes desaparece por dias sem fim. Até que um dia, após um sumiço mais longo do que o habitual, dois estranhos aparecem. De repente, as meninas são tiradas da floresta e levadas a um mundo novo e surpreendente de roupas, meninos e aulas. Agora Carey precisa enfrentar a verdade escondida por trás do seu sequestro, dez anos antes, assombrada por um passado que não a deixa seguir em frente... Um passado sombrio e misterioso, em que jaz o motivo de Jenessa não falar uma palavra há mais de um ano, Carey sabe que precisa proteger a irmã, assim como seus segredos, ou se não pode colocar em risco toda essa nova vida que criou para si.

Algumas coisas são impossíveis de deixar para trás...

A narrativa começa com as irmãs, Carey e Jenessa, sendo resgatadas da floresta onde foram abandonadas pela mãe. As duas viveram por anos em condições precárias e lhes faltava tudo. Carey está agora com 14 anos (pensa que tem 15) e Jenessa está com 6.

As irmãs são levadas para morar com o pai, a madrasta e a filha dela. O pai e a madrasta são muito bons para elas. Já a filha adolescente, Delaney, fica com ciúmes de Carey. Na fazenda em que moram, elas tem tudo. Não lhes falta comida, roupas e carinho; mas Carey parece não se adaptar, parece sentir falta da floresta; e esconde um grande segredo.

Aos poucos, vamos descobrindo o que acontecia na floresta e tudo o que elas faziam para sobreviver. Sabemos que há um segredo. Esse segredo é um truque para nos prender ao livro, pois ansiamos por saber a verdade; mas é um pouco previsível.

Carey e Jenessa são personagens fortes. São crianças que passaram por coisas terríveis e ainda são capazes de dar e receber carinho. Carey nunca deixou de cuidar da irmã menor e fez de tudo para protegê-la. Jenessa é uma fofa, que fica maravilhada com tudo (para ela, tudo é novidade). Confesso que as duas irmãs conseguiram me cativar.

Gostei do livro, mas parece que faltou alguma coisa, não sei dizer o quê. Talvez, o final poderia ter sido mais bem desenvolvido, contando o que aconteceu depois. Eu diria que é um drama com uma pitada de suspense. Não é o meu tipo de livro preferido; mas, de um modo geral, gostei da leitura.

30 de jun. de 2021

A LUA DA RENA - Elizabeth Marshall Thomas

Editora: Best Seller

Ano: 1987

Páginas: 382

ISBN: 9789721028531

a lua da rena

Sinopse: O sortilégio da vida, os mistérios do amor, num mundo hostil e primitivo. Na cabana do chefe Ganso Selvagem, no vale gelado do Rio das Trutas, vive o clã da jovem caçadora Yanam. A escassez de alimentos, os rigores do inverno, a fúria dos espíritos encarnados nos animais, tudo pode significar a morte para esses seres que lutam bravamente para preservar suas linhagens. E é nesse mundo no qual só os mais fortes sobrevivem que Yanam descobre os fascinantes segredos que regem a existência feminina: os ritos de amor e sexo, o ciúme, os mistérios da concepção e do parto...


Um livro muito diferente de tudo que já li. Só li porque me emprestaram, mas já fiquei interessada logo no início, justamente por ser tão diferente.

A Lua da Rena conta a história de uma garota e sua vida na época dos povos primitivos, que caçavam, coletavam alimentos, construíam choupanas e faziam fogo para aquecer-se no inverno.

O mais interessante eram as suas crenças. Queimavam gordura para agradar aos espíritos, em troca, pediam proteção e alimento. Acreditavam que os feiticeiros possuíam o poder de prender os espíritos, para que ficassem com a tribo ao invés de ir para o Mundo dos Mortos. Quando morriam de doenças, acreditavam que eram os espíritos que os estavam punindo. Muitas mulheres morriam no parto e muitas crianças pequenas também morriam das mais variadas doenças.

O livro traz muitas curiosidades, como o porquê de construírem suas choupanas de determinada forma; porque faziam as coisas do jeito que faziam. Esses povos tinham muito conhecimento sobre plantas medicinais e sabiam que parentes não deveriam ter filhos. Por outro lado, não sabiam cultivar alimentos (agricultura) e também não sabiam que era possível criar animais (pecuária).

Durante a leitura, ficava imaginando como seria viver nesse período, sem conforto nenhum, lutando todos os dias, enfrentando o frio, a fome, o ataque de animais e as doenças mortais.

23 de jun. de 2021

A ALMA INDOMÁVEL - Michael A. Singer

Editora: Sextante

Ano: 2018

Páginas: 208

ISBN: 9788543106199

a alma indomavel

Sinopse: O que é essa voz que fala sem parar dentro da minha cabeça? Como manter a serenidade diante do falatório mental que julga, critica e decide por mim? Como viver sem ser comandado por essa voz que não consigo controlar? Usando o conhecimento das antigas tradições espirituais do Oriente e do Ocidente, Michael A. Singer mostra como se libertar da tirania da mente e abandonar pensamentos, crenças e emoções que nos sabotam a felicidade e a autorrealização. Com ideias claras e acessíveis, A alma indomável apresenta ensinamentos e práticas para você estabelecer uma conexão profunda consigo mesmo, compreender seu papel no mundo e a assumir a responsabilidade por suas escolhas. O resultado é um estado de presença e de consciência elevado, em que cada momento é vivido com mais energia, intenção e alegria. Sua tranquilidade não dependerá mais das circunstâncias externas nem da voz na sua cabeça. E, assim, você deixará de estar à mercê de seus pensamentos e irá alcançar a mais profunda das liberdades: a liberdade da alma.

Como vocês já puderam perceber pelas resenhas do blog, não costumo ler livros de autoajuda. Minha preferência é por suspense. Mas, abro algumas exceções. Mesmo que muitas vezes eu não concorde com tudo o que os autores dizem, sempre aprendo coisas interessantes com a leitura.

A alma indomável é um livro curto, de leitura rápida. A principal lição que tirei da leitura é a de que não devemos nos deixar afetar por tudo o que acontece. Temos que aprender a relevar, deixar pra lá. Sei que não é fácil, mas é para o nosso próprio bem.

Indico a leitura para quem quer aprender a levar a vida de uma forma mais leve e ser mais feliz. O livro não traz todas as respostas, mas nos dá algumas dicas valiosas e aponta caminhos.

Deixo para vocês alguns trechos que gostei:

"Sua mente processa as experiências atuais de maneira que se encaixem em sua visão do passado e suas expectativas para o futuro. Tudo isso ajuda a criar uma aparência de controle. Quando a sua mente não faz isso, você simplesmente se sente muito desconfortável. A realidade é real demais para a maioria das pessoas, por isso a moderamos com a mente." (p. 21)

"É preciso dar uma resposta incondicional. Se decidir que vai ser feliz a partir de agora pelo resto da vida, além de ser feliz, você se tornará iluminado." (p. 162)

"Sejam quais forem suas crenças filosóficas, elas não mudam o fato de que você nasceu e vai morrer. Nesse meio tempo, pode escolher se quer ou não aproveitar a experiência. Os acontecimentos não determinam se você vai ser feliz ou não. Eles são apenas acontecimentos. Quem determina se vai ser feliz ou não é você." (p. 163)

"Já que tem que estar aqui, ao menos seja feliz e aproveite a experiência. Você vai morrer de qualquer jeito. As coisas vão acontecer de qualquer jeito. Por que não ser feliz? (...) Sempre haverá algo capaz de incomodá-lo, se você deixar." (p. 164)