14 de set. de 2022

NÃO HÁ SEGUNDA CHANCE - Harlan Coben

Editora: Arqueiro

Ano: 2020

Páginas: 336

ISBN: 9788530600921



Sinopse: Após ser gravemente ferido numa invasão à sua casa, o Dr. Marc Seidman desperta de um coma de quase duas semanas e descobre que sua vida foi destruída. A esposa foi assassinada. A filha, Tara, de 6 meses, desapareceu. Depois de tanto tempo, parece impossível descobrir onde a bebê está, mas, de repente, Marc tem um alento ao receber um pedido de resgate. Só que o bilhete faz uma clara advertência: se ele falar com a polícia, nunca mais verá a filha. Não haverá segunda chance. Sem ter a quem recorrer, Marc fica dividido entre a agonia e a esperança. E quando os investigadores passam a considerá-lo o principal suspeito dos crimes, ele precisa se lançar numa busca desesperada pela verdade não apenas para recuperar Tara, mas também para salvar a própria vida.


A vida de Marc vira de cabeça baixo quando sua casa é invadida, sua mulher é assassinada e sua filha Tara, ainda bebê, é sequestrada. O ex-sogro de Marc recebe uma mecha de cabelo e um pedido de resgate. Marc deve ir sozinho entregar o pagamento aos sequestradores. Tudo dá errado e os sequestradores fogem com o dinheiro. Seguindo algumas pistas, Marc encontra a irmã morta em uma cabana. Na mesma cabana também encontra vestígios da roupa de Tara. Dezoito meses se passam e Marc ainda está sem notícias da filha. Ele acredita que Tara está morta, até que o ex-sogro recebe uma nova mecha de cabelo e um novo pedido de resgate.

Rachel, um amor do passado, ressurge na vida de Marc. Por ser ex-agente do FBI, é a ela que Marc pede ajuda. Os dois partem em uma busca alucinada atrás de pistas sobre o paradeiro de Tara.

Não se pode fazer a coisa errada pela razão certa.” (pág. 319)

"Às vezes misturo tudo. É a coisa errada pela razão certa ou a coisa certa pela razão erada? Ou as duas coisas são iguais?" (pág. 333)

A narrativa é intercalada em primeira e terceira pessoa. Os capítulos em primeira pessoa, são narrados por Marc.

Gostei muito da personalidade de Verne. Ele aparece na metade do livro e se torna amigo de Marc. É um sujeito simples, mas muito corajoso e leal.

Assim como nos outros livros de Coben, após a descoberta da verdade, bem no final do livro, há uma reviravolta chocante. Para mim, a leitura dos livros dele sempre é fluida, acho todos fáceis de ler. Este, em especial, tem muita ação. Imagino que também vai virar série. Indico a leitura para os fãs do autor.

1 de set. de 2022

POR QUE NÃO PEDIRAM A EVANS? - Agatha Christie

Editora: Harper Collins Brasil

Ano: 2021

Páginas: 256

ISBN: 9788595085930


Sinopse: Após uma tacada especialmente ruim, Bobby Jones lança sua bola de golfe em um precipício. Ao procurá-la, encontra um homem acidentado que parece estar em seus momentos finais. Pouco antes de morrer, o moribundo abre os olhos e proclama suas últimas palavras: “Por que não pediram a Evans?” Assombrados pela pergunta, Bobby e sua amiga Frankie tentam descobrir quem é Evans e o que exatamente não lhe foi pedido. Porém, os dois logo percebem que, por mais que não sejam detetives profissionais, os perigos dessa investigação são muito reais…

A trama começa em um tranquilo jogo de golfe entre Bobby Jones e seu amigo médico. A dupla de amigos ouve um grito e encontra um homem à beira da morte por ter caído de um penhasco. Enquanto o médico procura ajuda, Bobby fica com o moribundo. Suas palavras finais, antes de morrer são: “Por que não pediram a Evans?”

Com o desenrolar de vários acontecimentos, Bobby e sua amiga Frankie suspeitam que não foi um acidente e começam a investigar para descobrir quem é Evans. Os dois logo conseguem se meter em encrencas.

Gostei muito de Frankie. É uma moça rica, mas não é fútil. Frankie não é a típica mocinha indefesa; pelo contrário, é valente e esperta. Muito avançada para os padrões da época.

Com apenas 256 páginas, é uma leitura rápida, que flui com facilidade. O leitor quer saber a verdade sobre o que aconteceu. Houve um assassinato?

Como em todos os livros da autora, o final revela uma trama mirabolante em que todos os mistérios são esclarecidos. Inclusive temos a resposta à pergunta: “Por que não pediram a Evans?”

O livro que li é uma edição nova, de capa dura, muito bonita! A diagramação está muito boa. No final do livro há interessantes curiosidades sobre a época em que se passa a história, sobre costumes, formas de falar e coisas que se usava na época. Gosto muito da forma como são escritos os livros da Agatha. É uma linguagem da época, totalmente diferente da nossa linguagem atual. Acho bonita a forma respeitosa como as pessoas se dirigiam às outras.

Faz tempo que não lia um livro da Agatha Christie, estava com saudades… Sempre recomendo os livros da autora!

24 de ago. de 2022

A GAIOLA DE OURO - Camilla Läckberg

Série: Revenge – Livro 01

Editora: Arqueiro

Ano: 2020

Páginas: 320

ISBN: 9788530601478


Sinopse: Jack e Faye começaram a namorar na faculdade: um garoto criado em berço de ouro e uma jovem que se esforçou para enterrar um passado sombrio. Quando ele decide criar uma empresa, ela deixa os estudos e passa a trabalhar de dia, dedicando as noites a traçar a estratégia do novo negócio. A companhia se torna um sucesso bilionário, mas Faye se sente como um lindo pássaro preso numa gaiola, apenas cuidando da filha em casa e sendo exibida pelo marido, que toma todas as decisões da empresa. Jack agora despreza sua inteligência, esquecendo tudo o que ela sacrificou por ele. Quando Faye descobre que ele tem um caso, a bela fachada de sua vida desmorona. De uma hora para outra, ela está sozinha, emocionalmente abalada e sem nenhum centavo – porém nada pode se comparar à fúria de uma mulher com um passado violento determinada a se vingar Jack está prestes a receber o que merece, e muito mais.


A vingança de uma mulher é bela e brutal


Jack e Faye começaram a namorar quando estavam na faculdade. Faye parou de estudar e começou a trabalhar para que Jack pudesse abrir uma empresa com seu amigo, Henry. No início, ela participou de todas as etapas do projeto. Quando a empresa começou a fazer sucesso, Faye não voltou à faculdade. Jack achou que não era necessário, já que estavam ricos. O casal teve uma filha, Julienne, e Faye passou a ficar em casa cuidando da filha.

Faye é uma mulher inteligente e capaz, que se deixou diminuir pelo marido. Ela idolatra Jack, que não a valoriza. O casamento vai se arrastando até que Faye surpreende Jack na cama com a amante e ele pede o divórcio. Jack deixa a esposa sem nada, apesar de ela ter ajudado a fundar a empresa, e ainda compra uma mansão para a nova mulher.

Faye decide que vai se vingar de Jack tirando tudo dele. A partir daí ela começa a dar a volta por cima.

Os capítulos são intercalados entre passado e presente. O passado é narrado em primeira pessoa por Faye. O presente é narrado em terceira pessoa. Em meio aos acontecimentos do presente, também vamos descobrindo o que aconteceu com Faye no passado.

O maior problema das pessoas, percebi, é que elas projetam suas dores nos outros, querem dividi-las. Acham que somente por termos um DNA parecido vamos nos sentir tristes diante das mesmas situações. A tristeza não fica mais leve apenas porque a dividimos com alguém. Pelo contrário, fica até mais pesada.” (pág. 94)

Faye é uma personagem muito bem construída: uma anti-heroína, cheia de imperfeições e com caráter duvidoso. Adorei! Também gostei muito das amigas de Faye: Chris e Kerstin. São mulheres fortes e independentes. Alice, esposa de Henry, também é amiga de Faye, mas é uma amizade de aparências. No início, ela a detesta. Depois do divórcio, Faye passa a se solidarizar com Alice, que parece estar vivendo no mesmo mundo de ilusão em que ela vivia.

Alice, com seus enormes olhos de gazela e sua pele perfeita: será que ela era feliz com a vida que levava? Era realmente apaixonada por alguma coisa? Faye não suportava mais viver de aparências. As duas estavam presas em gaiolas de ouro, como dois pavões.” (pág. 116)

O livro começa nos chocando com o que parece ser um assassinato. Avançando a leitura, logo desconfiei do que realmente aconteceu. A reviravolta no final não me surpreendeu porque eu já desconfiava da verdade. Será que você também consegue descobrir? Recomendo a leitura e estou ansiosa para ler o próximo livro!

17 de ago. de 2022

A PACIENTE SILENCIOSA - Alex Michaelides

Editora: Record

Ano: 2019

Páginas: 364

ISBN: 9788501116437



Sinopse: Alicia Berenson tinha uma vida perfeita. Ela era uma pintora famosa casada com um fotógrafo bem-sucedido e morava numa área nobre de Londres que dá para o parque de Hampstead Heath. Certa noite, Gabriel, seu marido, voltou tarde para casa depois de um ensaio para uma revista de moda e, de repente, a vida de Alicia mudou completamente. Alicia tinha 33 anos quando deu cinco tiros no rosto do marido. Depois disso, nunca mais disse uma palavra. A recusa da artista a falar ou a dar qualquer explicação transforma essa tragédia doméstica em algo muito maior: um mistério que atrai a atenção do público e aumenta ainda mais a fama da pintora. Entretanto, ao mesmo tempo que seus quadros passam a ser mas valorizados que nunca, ela é levada para o Grove, um hospital psiquiátrico judiciário na zona norte de Londres. Theo Faber é um psicoterapeuta forense que espera há muito tempo por uma oportunidade de trabalhar com Alicia. Ele tem certeza de que é a pessoa certa para lidar com o caso. No entanto, sua determinação para fazê-la falar e desvendar o mistério de por que ela atirou no marido o arrasta para um caminho tortuoso que sugere que as raízes do silêncio de Alicia são muito mais profundas do que ele jamais poderia imaginar. E, se ela falar, ele será capaz de encarar a verdade?


A maior parte do livro é narrada em primeira pessoa pelo psicoterapeuta forense Theo Faber. Theo narra como se interessou pela história de Alicia Berenson. Outros capítulos são partes do diário de Alicia escritos antes de tudo acontecer. Através do diário, podemos conhecê-la um pouco melhor, saber o que pensava.

A pintora Alicia matou o marido com cinco tiros e depois disso nunca mais falou. Alguns dias depois do assassinato, pintou um autorretrato chamado "Alceste". Alceste é a heroína de um mito grego. Na história ela sacrifica a própria vida pelo marido, morrendo em seu lugar. Theo fica cismado com a pintura. O que Alicia quis dizer com isso? Seis anos depois, Theo consegue uma vaga para trabalhar na mesma clínica em que Alicia foi internada. Ele está disposto a fazê-la falar.

Será que foi Alicia quem matou o marido? Será que foi outra pessoa que a incriminou? À medida que Theo investiga, muitos suspeitos começam a aparecer.

O autor explora muito bem a personalidade, tanto dos protagonistas quanto dos coadjuvantes. Todos possuem algum segredo, ou alguma neurose. De perto, parece que ninguém é normal.

A reviravolta no final é incrível! É muito legal quando você descobre a verdade, antes do autor revelar. Me senti um gênio! Indico a leitura!

10 de ago. de 2022

A VIÚVA SILENCIOSA - Tilly Bagshawe

Editora: Record

Ano: 2018

Páginas: 448

ISBN: 9788501302755



 

SinopseCharlotte Clancy, uma jovem au pair americana, desaparece sem deixar vestígios na Cidade do México. O caso acaba sendo arquivado, mas suas consequências são devastadoras. Uma década depois, um assassino perigoso está à solta nas ruas de Los Angeles. E já fez duas vítimas. Mas o único elo em comum entre elas é a psicóloga Nikki Roberts. Nikki ainda está muito abalada com a recente morte do marido. E sua vida sofre outra reviravolta quando uma de suas pacientes, Lisa Flannagan, e o rapaz que Nikki considerava como filho, Treyvon Raymond, são brutalmente assassinados. Mas, apenas quando sofre um atentado é que a psicóloga tem certeza de que ela é o verdadeiro alvo desse assassino impiedoso. Atormentada por um acontecimento do passado e vendo a polícia em um beco sem saída, Nikki contrata o detetive particular Derek Williams, um homem que não tem medo de sujar as mãos. Ele trabalhara no caso de Charlotte Clancy, mas agora, anos depois, encontra nas anotações de Nikki Roberts um nome que chama sua atenção, e essa nova investigação o conduz a um caminho perigoso de volta ao passado. Numa cidade corrupta, onde não se sabe quem é inimigo e quem é amigo, Nikki Roberts precisa correr contra o tempo para descobrir a verdade por trás desses crimes antes que ela seja a próxima vítima.


A trama gira em torno da psicóloga Nikki. Duas pessoas ligadas a ela são assassinadas de forma brutal. Nikki está sendo ameaçada e começa a suspeitar que a morte do seu marido não foi um acidente. Dois policiais estão investigando as mortes e, para um deles, Nikki é a principal suspeita.

Cansada de não encontrar respostas, a psicóloga contrata um detetive particular para investigar os dois assassinatos e a morte do seu marido. Nikki também quer saber tudo sobre a amante do marido, que estava com ele no carro, no dia do acidente. O detetive Derek Williams descobre coisas assustadoras. Parece que, de alguma forma, tudo está relacionado ao tráfico de drogas e de pessoas. Pessoas muito poderosas farão de tudo para esconder seus segredos.

O livro é narrado em terceira pessoa. Gostei bastante da forma como a autora explorou os problemas psicológicos dos pacientes de Nikki. Cada paciente tem características e neuroses diferentes.

Esse livro conseguiu me prender mais do que outros livros da autora. A história se desenrola de uma forma mais interessante. Talvez ela esteja melhorando a escrita ou talvez eu não esteja mais tão ligada à escrita de Sheldon (ainda acho que não precisaria ter o nome dele na capa...). Indico a leitura para quem quer conhecer a autora.



3 de ago. de 2022

PRAZER MORTAL - Nora Roberts

Série Mortal – Livro 31

Editora: Bertrand Brasil

Ano: 2019

Páginas: 420

ISBN: 9788528624199

nora roberts

Sinopse: Um assassino sem rosto abala o mundo dos privilegiados milionários de Nova York no novo thriller da série Mortal.Um motorista foi morto com o pescoço ferido por uma besta, uma arma antiquíssima. O homem dirigia uma limusine e teve seus serviços contratos, supostamente, por um alto executivo de uma empresa tradicional e poderosa. Porém, o que foi descoberto depois é que a identidade deste foi roubada e não se sabe quem a vem usando. Dias depois, uma bela acompanhante de luxo é encontrada no parque de diversões de Coney Island com o coração atravessado por uma baioneta. Dessa vez, as pistas levam a um influente executivo de outra companhia importante cujos dados pessoais foram hackeados. O método fica bem evidente, mas a tenente Eve Dallas não encontra nenhuma motivação para os crimes. Ela receia, então, que esteja diante do tipo mais perigoso de assassino: aquele que mata por prazer e tem um apreço especial por tudo que o dinheiro possa comprar... inclusive a morte. Enquanto o tempo da próxima vítima deste singular serial killer se esgota, a investigação de Eve a conduz a um seleto círculo de ricos e famosos, frequentado, inclusive, por seu próprio marido. E Dallas logo vai descobrir que alguém neste grupo privilegiado embarcou em uma viagem sem volta rumo à perversão e à loucura.


O livro começa com Eve e Roarke em uma viagem de férias na casa da família de Roarke. Até nas férias Eve ajuda a solucionar um homicídio (achei essa parte meio desnecessária, porque não tinha nada a ver com o restante da história). Quando retornam da viagem, Eve é chamada para uma cena de crime. Um motorista de limousine foi assassinado com uma besta. O que chamou atenção nesse crime é justamente o uso de uma arma antiga.

Alguns dias depois, outra morte estranha: uma acompanhante de luxo é assassinada em um parque de diversões com uma baioneta. Outra arma antiga. Tudo indica que foi o mesmo assassino. O modus operandi nos dois casos é muito idêntico.

Eve começa a suspeitar de dois empresários riquinhos e esnobes, que aparecem nas investigações. Mas qual dos dois é o assassino? Qual a motivação para os crimes?

Quando mais duas pessoas são assassinadas com armas antigas, Eve tem certeza de que descobriu a identidade do assassino e o porquê dos crimes. A tenente decide se colocar como isca para atrair o assassino e conseguir as provas que precisa para incriminá-lo.

Apesar das 420 páginas, achei um livro rápido de se ler, sem grandes surpresas. A dinâmica da história é a mesma dos outros livros da série: Roarke ajuda Eve nas investigações e Eve se coloca em risco. Uma diferença é que Peabody, a parceira de Eve, não aparece muito nesse livro. Senti falta dela.

Indico a leitura para quem ainda não cansou dos livros da série.


13 de jul. de 2022

APENAS UM OLHAR - Harlan Coben

Editora: Arqueiro

Ano: 2019

Páginas: 352

ISBN: 9788580419788


Sinopse: Ao buscar um filme que mandou revelar, Grace encontra, no meio das fotos, uma que não pertence ao rolo. É uma imagem de cinco pessoas, tirada no mínimo vinte anos atrás. Quatro delas não lhe são familiares, mas a quinta é muito parecida com seu marido, Jack. Ao ver a foto, Jack nega ser ele. Só que, mais tarde, ele foge sem nenhuma explicação, levando a fotografia. Sem saber por que ele se foi, Grace luta para proteger os filhos da ausência do pai. Cada dia que passa traz mais dúvidas sobre si mesma, sobre seu casamento e sobre Jack, assim como a compreensão de que há outras pessoas procurando por ele e pela fotografia – inclusive um violento e silencioso assassino. Quando entende que não pode contar com a polícia, e que seus vizinhos e amigos têm os próprios objetivos secretos, Grace precisa enfrentar as partes sombrias de seu passado para descobrir a verdade que pode trazer seu marido de volta.


Uma foto pode contar muitas mentiras...


Mais uma alucinante trama de Coben, que nos intriga do começo ao fim. Dessa vez, quem desaparece é Jack, o marido de Grace. Ele desapareceu logo após ter visto a estranha fotografia.

Após o desaparecimento do marido, Grace procura a polícia, que não lhe dá muita atenção. Assim, ela própria inicia uma investigação para encontrar seu marido e descobrir qual o segredo por trás da misteriosa foto.

O que Grace não sabe é que muitas outras pessoas estão envolvidas neste segredo. Algumas farão de tudo para manter o passado escondido. Parece que todos escondem segredos. Grace já não sabe mais em quem pode confiar.

Com um final bem chocante, o autor soluciona os mistérios e nos dá todas as respostas. Após a grande reviravolta, ainda há uma outra grande revelação no final do livro. O que aprendemos com os livros de Coben é que os mocinhos também escondem segredos e nem sempre são tão bonzinhos.

Recomento a leitura para quem gosta dos livros do autor, pois este segue a mesma linha dos demais.

6 de jul. de 2022

GAROTAS EM CHAMAS - C. J. Tudor

Editora: Intrínseca

Ano: 2021

Páginas: 352

ISBN: 9786555601923



Sinopse: Há muito tempo uma história sinistra é contada na pequena Chapel Croft. Cinco séculos atrás, mártires protestantes foram traídos, e então queimados. Trinta anos atrás, duas adolescentes desapareceram sem deixar vestígios. E há algumas semanas, o responsável pela paróquia local se enforcou na nave da igreja. A reverenda Jack Brooks, mãe solteira de uma jovem de quatorze anos, chega a esse vilarejo em busca de um recomeço. Em vez disso, encontra um lugar tomado por conspirações e segredos, e é recebida com um estranho pacote de boas-vindas: um kit de exorcismo e um bilhete: Não há nada escondido que não venha a ser descoberto. Quanto mais Jack e sua filha, Flo, exploram a cidadezinha e conhecem seus estranhos moradores, mais as duas se aprofundam em feridas antigas, mistérios e suspeitas. E, quando Flo começa a ver meninas ardendo em chamas, fica evidente que há fantasmas por ali que se recusam a descansar em paz.


Alguns capítulos são narrados em primeira pessoa pela reverenda Jack. Outros são narrados por um psicopata recém-saído da prisão. O livro também traz capítulos com páginas pretas e letra branca, que contam a história de Joy e Marry, duas garotas que desapareceram misteriosamente há anos.


"O truque mais esperto do Diabo é convencer-nos de que ele não existe."

Charles Baudelaire

A frase de Charles Baudelaire aparece várias vezes no livro.

Suspense, assassinatos e um toque sobrenatural. Assim como em As outras pessoas, o sobrenatural faz uma participação especial. A trama nos mostra que não precisamos temer os monstros sobrenaturais, mas sim os seres humanos, que podem ser verdadeiros monstros. A autora também explora a religiosidade e o comportamento dos moradores do vilarejo, que escondem muitos segredos.

O final fica um pouco complicado de entender porque são muitos mistérios para desvendar. Algumas respostas nos são dadas de forma bem sutil. Cabe ao leitor prestar atenção para não perder nenhuma dica. Tive que reler alguns capítulos para entender o que realmente aconteceu. Achei que as coisas poderiam ser um pouco mais explicadas no final, a narrativa ficou meio corrida.

Gostei muito da leitura e indico!


29 de jun. de 2022

A LISTA DE CONVIDADOS - Lucy Foley

Editora: Intrínseca

Ano: 2021

Páginas: 304

ISBN: 9786555601510


Sinopse: Em uma ilha afastada na costa da Irlanda, convidados se reúnem para celebrar uma união de dar inveja. O noivo, bonito e charmoso, é uma estrela de TV em ascensão. A noiva, elegante e ambiciosa, é editora da própria revista. A festa de casamento é um reflexo de suas personalidades: vestido e terno de grife, localização remota e exclusiva, decoração luxuosa, uísque da melhor qualidade. Tudo rigorosamente planejado. Mas a perfeição só existe mesmo nos planos. E o perigo mora nos detalhes. À medida que as garrafas de champanhe estouram e a festa avança, o ressentimento e a inveja começam a se sobrepor à alegria e aos votos de felicidade. E então uma tempestade desaba com fúria sobre a ilha, e esse é só mais um motivo para abalar os ânimos já alterados. Depois de uma abrupta queda de luz no meio da festa, a garçonete anuncia aos convidados que um corpo foi encontrado. Isolados e aguardando a chegada da polícia, apenas uma coisa é certa: o assassino é uma das pessoas presentes no evento.


Depois de ler a última festa estava ansiosa para ler esse livro.

Os noivos Will e Jules prepararam sua festa de casamento em uma ilha isolada e de difícil acesso. Alguns dos convidados são pessoas complicadas, com passados difíceis, cheios de raiva e mágoas. Com a reunião de todos em um local isolado, regada a álcool, os segredos começam a vir à tona. O resultado não é bom. É certo que alguém vai morrer. Mas quem? E quem vai matar? E por quê? São várias perguntas para as quais queremos respostas.

O primeiro capítulo narra o momento atual, quando todos os convidados estão na festa. A partir do segundo, os capítulos são narrados por diferentes personagens de forma intercalada e nos levam aos acontecimentos anteriores à festa.

Vamos conhecer melhor os personagens:

Will: bonito e charmoso. Parece perfeito, mas o que será que ele esconde?

Jules: linda, determinada e rica. Parece uma garota mimada, acostumada a ter tudo do bom e do melhor.

Hannah: mãe. Insegura. Parece ter inveja e ciúmes de Jules com o marido Charlie. Perdeu a irmã de forma trágica.

Charlie: pai de família. Melhor amigo da noiva. Será que ele gosta dela? Fica alterado quando bebe.

Johnno: melhor amigo de Will. Fama de burro e fracassado. Esconde segredos do passado.

Olivia: irmã mais nova da noiva. Garota problemática. Está passando por momentos muito difíceis.

Aoife e Jerry: organizadores da cerimônia e proprietários da ilha, que também escondem um segredo.

A reunião desses personagens e seus esses segredos e rancores do passado é uma bomba relógio prestes a explodir. A trama foi muito bem construída. Ficou fácil adivinhar quem seria assassinado, mas não consegui descobrir quem assassinou. A revelação da identidade do assassino foi uma reviravolta inesperada. Gostei da leitura e indico. Será que vai virar filme ou série? Bem que poderia...

22 de jun. de 2022

ATÉ O FIM - Harlan Coben

Editora: Arqueiro

Ano: 2019

Páginas: 272

ISBN: 9788580419382



Sinopse: O detetive Nap Dumas nunca mais foi o mesmo após o último ano do colégio, quando seu irmão Leo e a namorada, Diana, foram encontrados mortos nos trilhos da ferrovia. Além disso, Maura, o amor da vida de Nap, terminou com ele e desapareceu sem justificativa. Por quinze anos, o detetive procurou pela ex-namorada e buscou a verdadeira razão por trás da morte do irmão. Agora, parece que finalmente há uma pista. As digitais de Maura surgem no carro de um suposto assassino e Nap embarca em uma jornada por explicações, que apenas levam a mais perguntas: sobre a mulher que amava, os amigos de infância que pensava conhecer, a base militar próxima a sua antiga casa. Em meio às investigações, Nap percebe que as mortes de Leo e Diana são ainda mais sombrias e sinistras do que ele ousava imaginar.


Uma noite trágica. Uma vida inteira de segredos.


Como em todos os livros do Coben, alguém desaparece. Neste livro, quem desaparece é Maura, a namorada de Nap. Ela some após a morte trágica de Leo e Diana, que foram atropelados por um trem. Leo era irmão de Nap. Já se passaram quinze anos e Nap ainda não se conformou com o sumiço da namorada.

Com o aparecimento das digitais de Maura em uma cena de crime, Nap começa a investigar sobre os acontecimentos do passado e sobre as pessoas envolvidas.

Grande parte do livro é narrado por Nap em uma espécie de conversa com seu irmão morto. É como se ele contasse para Leo tudo o que aconteceu e revelasse seus sentimentos e emoções.

O livro é repleto de mistérios e pistas que nos levam a desconfiar de todos. No final há uma reviravolta bem interessante. Alguns leitores conseguiram descobrir o verdadeiro vilão com antecedência, mas duvido que tenham deduzido como os fatos ocorreram!

A narrativa é fluída e bem amarrada. De um modo geral, o enredo é bom, com personagens bem construídos. Espero que vire filme ou série. Indico a leitura!