29 de dez. de 2021

MENTIROSOS - E. Lockhart

Editora: Seguinte

Ano: 2014

Páginas: 272

ISBN: 9788565765480


e. lockhart

Sinopse: Na família Sinclair, ninguém é carente, criminoso, viciado ou fracassado. Mas talvez isso seja mentira. Os Sinclair são uma família rica e renomada, que se recusa a admitir que está em decadência e se agarra a todo custo às tradições. Assim, todo ano o patriarca, suas três filhas e seus respectivos filhos passam as férias de verão em sua ilha particular. Cadence - neta primogênita e principal herdeira -, seus primos Johnny e Mirren e o amigo Gat são inseparáveis desde pequenos, e juntos formam um grupo chamado Mentirosos. Durante o verão de seus quinze anos, as férias idílicas de Cadence são interrompidas quando a garota sofre um estranho acidente. Ela passa os próximos dois anos em um período conturbado, com amnésia, depressão, fortes dores de cabeça e muitos analgésicos. Toda a família a trata com extremo cuidado e se recusa a dar mais detalhes sobre o ocorrido… até que Cadence finalmente volta à ilha para juntar as lembranças do que realmente aconteceu.

A história nos é contada por Cadence, que vai alternando a narrativa entre presente e passado. Cadence é neta de um homem muito rico - Harris - dono de uma fortuna que passou de geração para geração. A família Sinclair é tão rica que possui uma ilha para passar o verão. Na ilha há três mansões - uma para cada filha - e a casa principal de Harris.

Todo ano, os primos se encontram no verão. No verão em que eles completaram quinze anos aconteceu alguma coisa com Cadence, mas ela não consegue se lembrar o que foi. A garota está desesperada para saber, mas ninguém conta a ela. Os médicos disseram que ela teria que se lembrar por conta própria. Dois anos passaram, e Cadence retorna à ilha para passar o verão com a família e tentar lembrar de tudo.

Cadence lembra dos momentos que passou com seus primos e com Gat, amigo dos primos, seu primeiro amor. É Cadence quem chama o grupo de “Mentirosos” e é ela quem descreve cada um deles:

"Mirren. Ela é açúcar. Ela é curiosidade e chuva.

Johnny. Ele é estalo. Ele é iniciativa e sarcasmo.

Gat. Ele é contemplação e entusiasmo. Ambição e café forte."

(Pg. 83)

Descobrimos aos poucos o que aconteceu, conforme Cadence vai lembrando dos fatos. Fiquei chocada, triste e frustrada com o final.

Apesar do mistério, é um livro com muito drama, que nos faz refletir sobre o que realmente é importante na vida. Muitas vezes, perdemos tempo e gastamos energia com coisas que não são tão importantes. Indico a leitura (se você não se importar em ficar chocado com o final…).


22 de dez. de 2021

UMA MULHER NO ESCURO - Raphael Montes

Editora: Companhia das Letras

Ano: 2019

Páginas: 256

ISBN: 9788535931761

Raphael Montes

Sinopse: Victoria Bravo tinha quatro anos quando um homem invadiu sua casa e matou sua família a facadas, pichando seus rostos com tinta preta. Única sobrevivente, ela agora é uma jovem solitária e tímida, com pesadelos frequentes e sérias dificuldades para se relacionar. Seu refúgio é ficar em casa e observar a vida alheia pelas janelas do apartamento onde mora, na Lapa, Rio de Janeiro. Mas o passado bate à sua porta, e ela não sabe mais em quem pode confiar. Obrigada a enfrentar sua própria tragédia, Victoria embarca em uma jornada de amadurecimento e descoberta que a levará a zonas obscuras, mas também revelará as possibilidades do amor. Um psiquiatra, um amigo feito pela internet e um possível namorado — qual dos três homens está usando tudo o que sabe para aterrorizar a vida de Vic? E o que afinal ele quer com ela?

Victória tinha quatro anos quando um assassino invadiu sua casa e matou seus pais e o irmão. Victória foi a única sobrevivente da tragédia. Vinte anos depois, ela ainda luta para superar o trauma. A tia-avó Emília é a única parente que sobrou para apoiar Victória.

O livro traz personagens complexos, cheios de traumas e com mentes doentes. É interessante acompanhar a luta de Victória para superar a tragédia e continuar vivendo. É impossível não simpatizar com ela. Vinte anos depois, ela ainda passa por tormentos terríveis e parece que vai reviver o pesadelo com o retorno de Santiago.

A trama te leva a desconfiar de três personagens: Arroz, Dr. Max e Georges. Qual deles é o assassino? Além dos três suspeitos, ainda temos Sofia, uma personagem misteriosa que pode saber toda a verdade. O autor te leva a acreditar que você sabe a verdade; mas depois você descobre que não sabia de nada...

O final é muito bom, porque as reviravoltas são incríveis! Gostei bastante do suspense e fico feliz quando um autor nacional é bem-sucedido. É o segundo livro do autor que leio. Já li O vilarejo (resenha aqui) e também gostei muito.



8 de dez. de 2021

A FÊNIX - Tilly Bagshawe

Editora: Record

Ano: 2021

Páginas: 434

ISBN: 9788501119438

A FENIX

Sinopse: Ella Praeger nunca se sentiu confortável no mundo. Sem saber lidar com outras pessoas, limita-se a uma vida pacata em seu emprego de analista de dados em São Francisco. No entanto, quando sua avó Mimi morre, ela encara um passado há muito deixado para trás. Quando tinha 5 anos, Ella perdeu os pais em um acidente de carro, por isso foi criada no rancho da avó, onde foi forçada a desenvolver habilidades de sobrevivência como caçar, pescar e cortar lenha. Mas agora, ao desocupar a casa de Mimi para vendê-la, Ella descobre que pode ter vivido uma mentira. Um homem estranho comparece ao velório, o que deixa Ella intrigada. Então, dias depois, ele reaparece em São Francisco para convocá-la a se juntar às fileiras do Grupo, uma força que trabalha nas sombras para cuidar daquilo que serviços governamentais de segurança e inteligência não conseguem resolver. Doze anos antes, o Grupo deu fim a uma das chefes do crime mais poderosas que já existiu. No entanto, quando o corpo de uma criança aparece em uma praia na Grécia com um símbolo misterioso marcado a ferro no calcanhar, o aviso é claro: Athena Petridis está de volta e quer recuperar seu antigo império. Renascida como agente do Grupo e perseguindo uma vilã ressurgida das cinzas, Ella agora tem um propósito de vida ― e um legado perigoso.


Ella é uma personagem solitária, com problemas físicos e psicológicos, com muitas perguntas sobre sua origem e sobre a morte dos pais.

Após a morte da avó, Ella é recrutada por Daniel, um membro do Grupo. O Grupo é uma organização que luta para punir e fazer "justiça" onde a justiça oficial não chega. Ella é informada de que seus pais eram membros do Grupo e que foram assassinados por Spyros Petridis e sua mulher Athena; criminosos ricos e poderosos, que nunca foram punidos pelos seus crimes. O casal comandava uma rede criminosa que atravessava imigrantes de forma ilegal para depois escravizá-los na Grécia.

Spyros já está morto, mas ao que tudo indica, Athena sobreviveu ao atentado e está escondida. A rede criminosa continua ativa, comandada por Makis. Ella recebe a missão de encontrar e matar Athena. Como vocês pode ver, a Fênix, que dá nome ao livro, é Athena, uma mulher intrigante. Ela consegue dominar e persuadir a todos com o seu encanto.

O final não é claro, ficaram muitas perguntas sem respostas; parece que haverá continuação. O livro é bom, mas não se compara aos livros de Sheldon. Indico a leitura para quem gosta desse tipo de história, com espionagem e segredos da alta sociedade. 



1 de dez. de 2021

AS OUTRAS PESSOAS - C.J. Tudor

Editora: Intrínseca

Ano: 2020

Páginas: 304

ISBN: 9788551006504

as outras pessoas


Sinopse: Gabe Forman está preso em um engarrafamento, atrasado para o jantar em casa com a família, quando o rosto de sua filha, Izzy, de cinco anos, aparece no vidro traseiro do carro à frente e balbucia “papai”. Três anos depois, Gabe passa seus dias e noites rodando pela estrada em que viu Izzy pela última vez. Garçonete em um dos muitos postos de gasolina por onde Gabe passa à procura da filha, Katie é solidária ao “homem magro”, apelido que deu a ele. Ela sabe o que é perder alguém. Há nove anos, sua família ficou destruída depois que seu pai foi assassinado. Fran também vive na estrada com Alice. Mas elas não estão à procura de ninguém; estão fugindo, porque Fran sabe que, se um dia as encontrarem, elas serão mortas. Todas essas histórias têm algo em comum: pessoas que passaram por acontecimentos terríveis que não conseguem deixar para trás. Elas não vão encontrar a paz no perdão ou no esquecimento. Elas só vão encontrar a paz se fizerem justiça.


A narrativa é intercalada entre três núcleos: o pai que procura sua filha, a vida da garçonete Kate e a constante fuga de Fran e Alice.

Aos poucos, vamos descobrir o que as três histórias têm em comum. Há um fator que liga esses personagens. Não posso revelar muita coisa para não perder a graça para quem vai ler, só posso dizer que está relacionado ao título do livro.

Ao ler o título, eu jurava que era um terror com sobrenatural, mas não é. Ao meu ver, a narrativa está mais para um suspense policial, com um detalhe sobrenatural. A parte sobrenatural é quase sem importância. Achei até desnecessária.

Durante a leitura lembrei muito dos livros do Harlan Coben. Tirando o detalhe sobrenatural, poderia ser um livro dele. Um pai desesperado procurando sua filha desaparecia e ninguém acredita nele. A polícia não ajuda e ele tem que descobrir tudo sozinho. O mistério é revelado em um final cheio de reviravoltas. É a receita de Coben.

Já li outros livros da autora e gostei de todos. Gostei da leitura e indico!



24 de nov. de 2021

CUSTE O QUE CUSTAR - Harlan Coben

Editora: Arqueiro

Ano: 2020

Páginas: 336

ISBN: 9786555650297

Custe o que custar

Sinopse: Simon Greene tinha uma família perfeita. Até perder a filha mais velha para as drogas. Depois de receber todo o apoio necessário na luta contra o vício, Paige desapareceu com o namorado abusivo, sem deixar vestígio. Um dia, ele a reencontra no Central Park, em Nova York, tocando violão por uns trocados. Ela parece outra pessoa: está fora de si, assustada e claramente em perigo. Quando Simon vai falar com ela e lhe implorar que volte para casa, Paige foge mais uma vez. Então ele faz o que qualquer pai faria: vai atrás dela e acaba entrando em um mundo sombrio e perigoso em que gangues de rua ditam as leis, drogas são a moeda corrente e assassinatos são acontecimentos corriqueiros. Enquanto tenta resgatar a filha, Simon se vê enredado em uma trama de mentiras que abre uma porta sombria para o passado. Em pouco tempo fica claro que não é só a vida de Paige que está em risco, mas a dele próprio também.

Até onde você iria para salvar a sua filha?

Paige, filha de Simon, está desaparecida. Ela tem problemas com drogas e o pai faz de tudo para encontrá-la. O homem que levou a filha para o mundo das drogas é assassinado e Paige é uma das suspeitas. Simon também é suspeito. Além de encontrar a filha desaparecida, Simon precisa provar a inocência da família. Na busca por informações sobre Paige, a esposa de Simon é baleada e fica em coma. Ele precisa continuar sua luta até encontrar a filha e as respostas para muitos mistérios.

A narrativa é intercalada entre a busca de Simon e alguns capítulos que acompanham um jovem casal de assassinos, que possui uma lista de nomes de pessoas para matar. A questão é: como essas duas histórias se relacionam?

Tive uma sensação de déjà vu quando li o livro. Foi como se eu já tivesse lido, mas tenho certeza de que não li... Talvez porque já li muitos livros do autor e parece que as tramas começam a se repetir; os fatos ficam parecidos...

A receita dos livros de Coben se repete: Geralmente, alguém desaparece e outra pessoa está procurando o personagem desaparecido. Ao longo do livro, muitas pistas e mistérios. No final, a pessoa é encontrada, viva ou morta, os mistérios são solucionados. Quando tudo parece bem, uma reviravolta chocante nos deixa perplexos.

Apesar das semelhanças, não consigo parar de ler os livros de Coben… principalmente por causa das reviravoltas...


17 de nov. de 2021

VERITY - Colleen Hoover

Editora: Galera Record

Ano: 2020

Páginas: 320

ISBN: 9788501117847

verity

Sinopse: Verity Crawford é a autora best-seller por trás de uma série de sucesso. Ela está no auge de sua carreira, aclamada pela crítica e pelo público, no entanto, um súbito e terrível acidente acaba interrompendo suas atividades, deixando-a sem condições de concluir a história... E é nessa complexa circunstância que surge Lowen Ashleigh, uma escritora à beira da falência convidada a escrever, sob um pseudônimo, os três livros restantes da já consolidada série. Para que consiga entender melhor o processo criativo de Verity com relação aos livros publicados e, ainda, tentar descobrir seus possíveis planos para os próximos, Lowen decide passar alguns dias na casa dos Crawford, imersa no caótico escritório de Verity – e, lá, encontra uma espécie de autobiografia onde a escritora narra os fatos acontecidos desde o dia em que conhece Jeremy, seu marido, até os instantes imediatamente anteriores a seu acidente – incluindo sua perspectiva sobre as tragédias ocorridas às filhas do casal. Quanto mais o tempo passa, mais Lowen se percebe envolvida em uma confusa rede de mentiras e segredos, e, lentamente, adquire sua própria posição no jogo psicológico que rodeia aquela casa. Emocional e fisicamente atraída por Jeremy, ela precisa decidir: expor uma versão que nem ele conhece sobre a própria esposa ou manter o sigilo dos escritos de Verity?

O amor é capaz de superar a pior das verdades?

A escritora Lowen é contratada para concluir a série de sucesso da famosa autora Verity e se hospeda na casa dela. Verity está inválida após sofrer um acidente de carro. O marido, Jeremy, cuida dela e do filho mais novo do casal.

Lowen fica sabendo que as duas filhas gêmeas do casal morreram de forma trágica há pouco tempo. Parece que a tragédia se abateu sobre essa família. Ao vasculhar os arquivos de Verity, Lowen encontra um manuscrito que parece ser um diário de Verity. Um diário que revela coisas terríveis!

O livro é intercalado com capítulos atuais e partes do diário de Verity. Dessa forma, ficamos chocados junto com Lowen com as coisas escabrosas que Verity escreveu.

Que livro é esse, minha gente? É uma leitura angustiante, do início ao fim, e o final é muito mais perturbador! Devorei o livro em pouco tempo porque ansiava em saber como terminaria. É a primeira obra da autora que leio e gostei bastante. Ao pesquisar sobre ela, descobri que o gênero que a consagrou são as histórias de amor. Espero que ela continue escrevendo suspense!


10 de nov. de 2021

A ESPOSA SILENCIOSA - Karin Slaughter

Série Will Trent - Livro 10

Editora: HarperCollins Brasil

Ano: 2020

Páginas: 480

ISBN: 9786555110326


a esposa silenciosa

Sinopse: Tudo o que ele queria era alguém para amar… Ao investigar a morte de um prisioneiro durante um motim em uma penitenciária, Will Trent recebe uma informação perturbadora. Um dos presidiários diz que não cometeu o ataque brutal pelo qual foi condenado. O homem insiste que foi incriminado por uma equipe policial corrupta liderada por Jeffrey Tolliver e que o verdadeiro culpado ainda está livre — um serial killer que vem sequestrando e abusando de mulheres no estado da Geórgia há anos. Se Will reabrir o caso e acusar Tolliver — já morto, mas com reputação de herói —, o detento oportunista pode fornecer a informação que a AIG precisa sobre o homicídio na prisão. Apenas alguns dias antes da visita de Will à cadeia, uma jovem foi cruelmente assassinada em um parque. É uma simples coincidência ou realmente há um serial killer à solta? À medida que Will investiga os dois crimes, fica claro que ele precisa solucionar o antigo caso para encontrar a resposta. Quase uma década se passou — tempo suficiente para memórias se perderem, testemunhas desaparecem, evidências sumirem e mentiras se tornarem verdades. Mas Will não pode desvendar nenhum dos mistérios sem a ajuda da única pessoa que não quer envolver na investigação: sua namorada e viúva de Jeffrey Tolliver, a médica Sara Linton.


A narrativa se divide entre capítulos do presente e do passado. Os capítulos que narram os acontecimentos do passado estão diretamente relacionados aos casos atuais.

Tudo começa quando um criminoso condenado, que sempre afirmou ser inocente, apresenta novos fatos que indicam que o verdadeiro assassino ainda está solto e fazendo novas vítimas. O caso é de oito anos atrás. Era de Jeffrey. O condenado afirma que Jeffrey era corrupto e o incriminou. Para Sara é muito difícil ver a honra de seu ex-marido sendo questionada. Ainda mais por que ele está morto e não pode se defender. Ela acha que toda a culpa por qualquer erro é de Lena, subordinada de Jeffrey na época.

Will, Sara, Amanda e Faith passam a revisar um caso antigo de Jeffrey e Lena. Há oito anos, Jeffrey era o chefe, quando sua equipe investigou o caso de três mulheres que foram atacadas no bosque, em Grant County.

Ao que tudo indica, nos últimos oito anos, mais mulheres foram atacadas e brutalmente assassinadas. Cabe à equipe correr atrás de casos antigos e recentes para ligar os pontos e descobrir alguma pista que leve a identificar o assassino.

Quem mais se destaca nessa investigação é Sara, que nem é detetive, é médica legista. Tudo gira em torno dela: o presente e o passado. Will não aparece muito nessa investigação.

A reviravolta no final é surpreendente, não suspeitei nenhuma vez do verdadeiro assassino. No final também entendemos o porque do nome do livro.

Ainda não li a série que conta a história de Jeffrey, mas fiquei com vontade de ler.


3 de nov. de 2021

Série - MISSA DA MEIA-NOITE

Criação: Mike Flanagan

Ano: 2021

Classificação: 16 anos

Gênero: Drama, Terror, Mistério

1 Temporada – 7 episódios


Missa da meia-noite

Sinopse: A chegada de um jovem sacerdote carismático traz milagres, mistérios e um fervor religioso renovado a uma cidade moribunda e desesperada por fé.

A ilha de Crockett é um lugar isolado, com uma comunidade triste, sem esperanças de uma vida melhor. Com a chegada do carismático e misterioso padre Paul, eventos milagrosos e assustadores começam a acontecer, causando comoção entre os moradores da pequena ilha. O primeiro milagre, é uma jovem paralítica que volta a andar.

Riley retorna para sua cidade natal, depois de anos, com um passado sombrio. A professora Erin também volta à ilha, após ter fugido, e esconde segredos. Os dois foram namorados no passado.

Um dos personagens típicos de pequenas comunidades é a beata, que está sempre às voltas com os assuntos da Igreja, mas é uma pessoa intolerante e preconceituosa. O padre Paul não é má pessoa, mas quer acreditar que tudo o que está acontecendo é obra de Deus. Engana a si próprio. Gostei muito da Erin, uma pessoa doce e sensata. Também gostei da personalidade de Millie.

Uma trama cheia de segredos, amores proibidos e arrependimentos. Com um toque sobrenatural (que até tem uma explicação científica). É uma série de terror com muito drama. Alguns diálogos são profundos e fazem o espectador pensar.

27 de out. de 2021

A ÚLTIMA FESTA - Lucy Foley

Editora: Intrínseca

Ano: 2020

Páginas: 304

ISBN: 9788551005729


a ultima festa

Sinopse: Programado para acontecer em um cenário idílico, o réveillon que Miranda, Katie e os outros amigos que conheceram na faculdade passarão juntos este ano promete refeições deliciosas regadas a champanhe, música, jogos e conversas descontraídas. No entanto, as tensões começam já na viagem de trem — o grupo não tem mais nada em comum além de um passado de convivência, feridas jamais cicatrizadas e segredos potencialmente destrutivos. E então, em meio à grande festa da última noite do ano, o fio que os mantém unidos enfim arrebenta. No dia seguinte, alguém está morto e uma forte nevasca impede a vinda do resgate. Ninguém pode entrar. Ninguém pode sair. Nem o assassino.


Todo ano, nove amigos comemoram o réveillon juntos. Desta vez, apenas oito vão voltar para casa depois da festa.

Será que velhos amigos são sempre os melhores amigos?

A trama inicia com um grupo de nove amigos de longa data se reencontrando em um hotel isolado para comemorar o ano novo. Aparentemente, eles não tem mais muita relação um com o outro. Cada um seguiu com a sua vida. Mas, basta um reencontro para acender antigos ressentimentos. Além da amizade e das recordações dos tempos de faculdade, essas pessoas também carregam muitos sentimentos ruins: inveja, mágoa e rancor.

Para entender um pouco mais, precisamos conhecer os personagens. Os nove amigos (conforme a contracapa do livro):

A mais bonita da turma: Miranda (casada com Julien). Não tem uma carreira, não se “encontrou” ainda.

O casal perfeito: Nick e Bo, o casal gay. Nick ajudou Bo a sair do mundo das drogas.

O temperamental: Mark (casado com Emma), sempre teve uma quedinha por Miranda.

Os novos pais: Samira e Giles vieram com seu bebê na viagem.

A reservada: Kate, melhor amiga de Miranda, que está muito misteriosa.

O ambicioso: Julien, marido da Miranda, esconde segredos sobre o seu trabalho.

A recém-chegada: Emma, que organizou o reencontro.

Não posso esquecer de mencionar os três funcionários do hotel (Heather, Doug e Iain), que também escondem segredos e mais dois hóspedes: um casal de islandeses que não é do grupo de amigos.

Alguém morre, mas não sabemos quem. Então, além de descobrirmos quem é o assassino, também temos que descobrir quem foi assassinado. Recomento prestar atenção aos detalhes, pois a autora nos dá várias pistas sobre a verdade ao longo da trama.

A narrativa é intercalada por diferentes personagens. Conhecemos um pouco mais sobre a personalidade e os segredos de cada um. Com base na personalidade e no comportamento deles, fica fácil descobrir quem foi assassinado. O mais difícil é descobrir quem matou. Parece que todos tem bons motivos para odiar essa pessoa.

São muitos segredos do passado que os personagens escondem. É um grupo de amigos bem problemático. É claro que algum desses segredos está relacionado ao assassinato!

Adorei e recomendo a leitura! Já fico aqui imaginando como seria uma série contando essa história...

13 de out. de 2021

Filme - ENOLA HOLMES

Direção: Harry Bradbeer

Duração: 124 minutos

Ano: 2020

Classificação: 12 anos

Gênero: Aventura, policial, histórico


ENOLA HOLMES

Sinopse: Enola Holmes (Millie Bobby Brown) é uma menina adolescente cujo irmão, 20 anos mais velho, é o renomado detetive Sherlock Holmes (Henry Cavill). Quando sua mãe (Helena Bonham Carter) desaparece, fugindo do confinamento da sociedade vitoriana e deixando dinheiro para trás para que Enola faça o mesmo, a menina inicia uma investigação para descobrir o paradeiro dela, ao mesmo tempo em que precisa ir contra os desejos de seu irmão, Mycroft (Sam Claflin), que quer mandá-la para um colégio interno só de meninas. A caminho de Londres, ela conhece um lorde fugitivo (Louis Partridge) e passa a desvendar quem pode estar atrás do garoto e que quer impedir que uma importante reforma política inglesa aconteça.


Enola, a irmã caçula, fica sem chão quando sua mãe some misteriosamente. Diante da apatia de seus irmãos em tomar uma providência, ela parte sozinha na missão de investigar o sumiço da mãe e encontrá-la.


Quem diria que Sherlock Holmes tinha irmãos? Achei Sherlock muito apático no filme, não gostei. Nos livros ele não é assim...

A mãe de Enola é com certeza uma mulher à frente do seu tempo e a filha está indo pelo mesmo caminho. Elas não aceitam que os homens lhe imponham limites e que digam o que podem ou não fazer. A adolescente é muito esperta e adora se disfarçar para passar despercebida.

Durante a aventura, Enola conhece um garoto com problemas e o ajuda. Soluciona o mistério que envolve a família dele enquanto foge dos seus irmãos e do inspetor. Eles querem interná-la em um colégio interno.

É um filme leve e divertido para assistir com a família. Millie Bobby Brown está linda no papel de Enola!


6 de out. de 2021

FANTASIA MORTAL - Nora Roberts

Série Mortal – Livro 30

Editora: Bertrand do Brasil

Ano: 2019

Páginas: 406

ISBN: 9788528623819


fantasia mortal

Sinopse: Os mundos virtual e real se entrelaçam em um jogo mortífero e perigoso no novo thriller da série Mortal. Para Bart Minnock, fundador da bem-sucedida U-Play, transformar sua paixão pelos videogames em um empreendimento milionário foi um sonho que se tornou realidade. Mas tudo termina brutalmente, com ele encontrado morto, trancado em seu salão holográfico enquanto testava Fantastical, sua mais recente criação. Com o jogo no console e nenhum indício da presença do assassino ou da misteriosa arma do crime, a tenente Eve Dallas, designada para o caso, se vê paralisada, sem nem um ponto de partida para a investigação. E, apesar da violenta morte, Minnock não possuía inimigos declarados, o que cria uma situação aparentemente paradoxal. Mas, Eve, assim como Roarke, seu marido e consultor oficial do caso, sabem que o sucesso atrai cobiça. E essa será a pista fundamental que guiará a tenente em sua busca pelo assassino.


Dessa vez, a vítima é Bart, um jovem empresário que desenvolve jogos de videogame. Ele é assassinado enquanto jogava em casa, em sua sala de jogos. Tudo indica que ele estava sozinho em casa. Mas, se estava sozinho, como foi decapitado com uma espada?

Eve Dallas e sua equipe precisam desvendar mais esse mistério. Os primeiros suspeitos são os três sócios de Bart. Ele também tinha uma namorada. A detetive está certa de que foi um dos sócios; mas, como fazer para descobrir qual deles? E como foi feito? As perguntas aumentam quando mais uma pessoa é assassinada...

No trigésimo livro da série, já não sei mais o que a autora pode inventar. São tantas maneiras de cometer assassinatos... e parece que ela já pensou em todas. Para mim, o final foi um pouco previsível. Já desconfiava da identidade do assassino e da forma como os assassinatos foram cometidos.

29 de set. de 2021

Série - QUANDO CHAMA O CORAÇÃO

Criado por: Michael Landon Jr.

Ano: 2014

Classificação: 12 anos

Gênero: Drama, Histórico, Romance

quando chama o coração


Sinopse
: No início do século 20, a professora Elizabeth deixa para trás sua vida confortável na cidade para lecionar em uma vila no Canadá.

A série When Calls the Heart é inspirada no livro homônimo e na série Canadian West de Janette Oke.

Uma professora da cidade grande vai para uma pequena cidade para se encontrar e desenvolver sua vocação. Em Coal Valley a professora Elizabeth encontra muito mais do que um trabalho. Ela se envolve com os problemas da cidade e aprende a gostar e admirar cada um dos moradores. Cria fortes laços de afeto com seus alunos (as crianças são umas fofas!). Em pouco tempo, Elizabeth faz grandes amizades e também encontra o amor: o oficial Jack.

quando chama o coração
Jack e Elizabeth

Entre os melhores amigos de Elizabeth estão Abigail (a dona do café) e Rosemary. Gosto muito do xerife Bill e de Coulter (dono da serraria). Aos poucos, novos personagens chegam à cidade. Em cada episódio há alguma situação para resolver. Após o fechamento da mina de carvão, a cidade muda o nome para Hope Valley e chegam novas empresas, entre elas a serraria de Coulter.

quando chama o coracao
Abigail, Elizabeth e Jack

A série se passa na década de 20. O cenário e as roupas de época são lindos! É uma série linda que você pode assistir tranquilamente com toda a família. Com algumas tragédias e dramas profundos; mas, geralmente, os episódios tem um desfecho feliz. Os finais dos episódios são emocionantes e levaram-me às lágrimas várias vezes.

quando chama o coração
Rosemary e Coulter

Assisti até a 6ª temporada. A série estava indo muito bem até que, por causa da saída dos atores, alguns personagens somem (inclusive protagonistas!). Na minha opinião, deveriam ter encerrado a série antes da saída dos personagens. Acho que perdeu um pouco o sentido com a ausência de figuras importantes da trama.

15 de set. de 2021

A GAROTA DESAPARECIDA - Lisa Gardner

Editora: Gutenberg

Ano: 2019

Páginas: 352

ISBN: 9788582355756

A GAROTA DESAPARECIDA

Sinopse: Sete anos atrás, a estudante Flora passou 472 dias vivendo um pesadelo. Após ter sido sequestrada durante as férias de primavera, ela descobriu até onde o ser humano é capaz de ir para sobreviver. Depois de resistir milagrosamente a tamanha tortura, viveu os últimos cinco anos tentando voltar a ter uma vida normal. O amor de sua mãe permanece o mesmo, mas outras coisas mudaram em sua rotina: seu irmão tem medo da pessoa que Flora se tornou, e no quarto dela há uma parede coberta com fotos de outras garotas que nunca voltaram para casa. Quando a detetive D. D. Warren é convocada para a cena de um crime, descobre que Flora está envolvida com outros três suspeitos desde seu retorno à sociedade. Mas a garota desaparece novamente, e D. D. se dá conta de que um predador sinistro está a solta e, desta vez, determinado a fazer com que Flora Dane nunca mais escape.

Esse é o segundo livro da autora que leio; o primeiro foi Viva para Contar, resenha aqui. Gostei mais desse do que do anterior; por isso sempre é bom dar mais uma chance aos autores.

A jovem Flora desaparece durante as férias e só é encontrada 472 dias depois. Cinco anos depois, a narrativa é intercalada com as lembranças de Flora, narradas em primeira pessoa e com os acontecimentos atuais. Após ser libertada do cativeiro, Flora treinou autodefesa e parece estar tentando encontrar outras garotas desaparecidas. Em uma de suas missões, a garota acaba matando o sequestrador, na tentativa de encontrar Stace, outra garota desaparecida. A detetive D.D. é chamada ao local do incidente para interrogar Flora. D.D. desconfia que a garota atraiu o sequestrador para matá-lo.

Naquela noite, após a mãe deixar o apartamento, Flora desaparece misteriosamente. Será que ela foi novamente sequestrada? Será que fugiu? Começa uma investigação e uma luta contra o tempo para descobrir o que está acontecendo e evitar mais mortes.

O livro tem o tipo de enredo que leva você a crer que haverá uma reviravolta. Faz você achar que sabe a verdade, porque desconfia de alguns acontecimentos; mas está completamente enganado. Aposto que não é nada daquilo que você imagina! É uma leitura tensa e surpreendente (até a capa é perturbadora...). Recomendo!

8 de set. de 2021

Filme - VOZES E VULTOS

Direção: Robert Pulcini, Shari Springer Berman

Elenco: James Norton, Amanda Seyfried, Alex Neustaedter

Duração: 121 minutos

Ano: 2021

Classificação: 16 anos

Gênero: Suspense/Terror


Sinopse: Vozes e Vultos acompanha uma artista de Manhattan (Amanda Seyfried) que se muda com sua família para o Vale do Hudson. Conforme ela começa sua nova vida num vilarejo histórico, ela passa a suspeitar que seu casamento e sua casa estão cercados por algo obscuro.

A trama começa com uma família que se muda de Manhattan para uma cidade do interior, por causa do novo emprego do marido, George, que conseguiu uma posição de professor universitário. A esposa, Catherine, deixa o seu trabalho na cidade e se muda com o marido. Ela não conhece ninguém no vilarejo. Aos poucos, descobrimos que Catherine tem sérios problemas de saúde e é muito infeliz. 


A nova moradia é uma casa antiga que carrega uma história trágica do passado. O que já não ia muito bem começa a desmoronar quando são descobertos segredos sobre a casa e sobre a vida do casal.



Não posso revelar muito para não dar spoilers, mas a forma como a trama se desenrola é muito interessante. As falhas de caráter de alguns personagens são reveladas aos poucos, em pequenos detalhes e descobertas que, de início, parecem insignificantes. Recomendo prestar atenção aos detalhes.

É um filme de suspense/terror com a presença do sobrenatural, mas este, na minha opinião, não é o principal elemento da trama. A principal mensagem que o filme nos passa é sobre o livre arbítrio. Todos temos o poder de decisão sobre nossas ações. Somos nós quem escolhemos se vamos dar ouvidos aos maus pensamentos, às "vozes"...

O filme é baseado no livro de Elizabeth Brundage: All Things Cease to Appear (ainda sem tradução para o português).


25 de ago. de 2021

VOLTA PARA CASA - Harlan Coben

Série: Myron Bolitar – Livro 11
Editora: Arqueiro
Ano: 2018
Páginas: 304
ISBN: 9788580418347

volta para casa

Sinopse: Dez anos atrás, dois meninos de 6 anos foram sequestrados enquanto brincavam na casa de um deles, uma mansão em um bairro elegante de Nova Jersey. Mas, após o pedido de resgate, as famílias nunca mais tiveram notícias dos sequestradores nem de seus filhos. Agora, Myron Bolitar e seu amigo Win acreditam ter localizado um deles, o adolescente Patrick, e farão de tudo para resgatá-lo e obter as respostas pelas quais todos anseiam: O que aconteceu no dia em que foram raptados? Onde ele esteve durante todo esse tempo? E, o mais importante, onde está Rhys, seu amigo ainda desaparecido?


Um filho desaparece. Dez anos depois, quem retorna é um estranho.

Depois alguns anos, para a alegria dos fãs, Harlan Coben escreveu outro livro da série Myron Bolitar. Confesso que ainda não li todos os livros da série, mas pretendo ler.

A maior parte da trama é narrada em terceira pessoa, mas alguns capítulos são narrados em primeira pessoa por ninguém menos que Win, o melhor amigo de Myron.

Gosto muito da relação entre Win e Myron e também da amizade deles com Esperanza, Big Cindy e Zorra (todos estão presentes no livro!). O sobrinho de Myron, Mickey (da outra série), também está na trama, junto com Ema e Colherada.

Após o reaparecimento de Patrick muitas perguntas surgem: O que aconteceu com Rhys? Ondem os garotos estavam todo esse tempo?

Como todos os outros livros de Coben, esse também é cheio de surpresas e reviravoltas. Como sempre, o autor prende e desafia o leitor a desvendar o mistério. A verdade por trás do sequestro é chocante e surpreendente. Recomendo a leitura para quem curte a série e para quem gosta de suspense com reviravoltas.

18 de ago. de 2021

AS CINCO FERIDAS EMOCIONAIS - Lise Bourbeau

Editora: Sextante

Ano: 2020

Páginas: 176

ISBN: 9786555640847

as cinco feridas emocionais

Sinopse: Nossos problemas de ordem física, emocional e mental são fruto de cinco feridas que trazemos da infância: rejeição, abandono, humilhação, traição e injustiça. Para tentar fazê-las desaparecer, desenvolvemos máscaras. Porém, com o passar do tempo, essas feridas se tornam ainda mais profundas e nos distanciam de quem somos de verdade. Por meio de descrições detalhadas das feridas e de suas respectivas máscaras, Lise Bourbeau mostra como elas podem se refletir em nossa personalidade e até mesmo no formato do nosso corpo. Você vai descobrir que é possível detectar a origem das dificuldades que enfrentamos. Dessa forma, podemos empreender uma jornada de cura, aceitando as experiências do passado e perdoando todos os aspectos de nós mesmos.

Baseada em suas observações, a autora descreve as cinco feridas emocionais que, segundo ela, trazemos da infância (rejeição, abandono, humilhação, traição e injustiça) e os cinco tipos de máscaras que usamos para esconder essas feridas (escapista, dependente, masoquista, controlador e rígido).

A autora descreve como cada uma dessas feridas se reflete no adulto: tipo físico, jeito de falar, de se comportar, entre outros. Apesar de não trazer dados científicos, é impressionante como o livro acerta muitas coisas quando descreve os tipos de pessoas. Pelo que entendi, todos temos alguma dessas feridas emocionais. Até podemos ter mais de uma. Conhecendo as feridas e o comportamento decorrente delas, fica mais fácil de entender não só a nós mesmos, mas também os outros. Muitas vezes nos perguntamos por que uma pessoa se comporta de determinada forma, aqui há algumas respostas.

Identifiquei-me muito com dois tipos de comportamento, então, acho que tenho um pouco dos dois. Até os meus alimentos preferidos ela acertou!

A parte mais difícil é conseguir livrar-se dessas feridas emocionais e do comportamento decorrente delas e isso o livro tenta nos ajudar apontando alguns caminhos, mas nada concreto. O livro promete nos ajudar a “superar os sentimentos que impedem a sua felicidade”, mas deixou a desejar nesse aspecto. Outra coisa que me deixou intrigada é que parece que todas as pessoas possuem alguma ferida emocional, então, não existem pessoas completamente “saudáveis”? A autora não fala sobre isso...

11 de ago. de 2021

NO CORAÇÃO DA FLORESTA - Emily Murdoch

Editora: Agir Now

Ano: 2015

Páginas: 272

ISBN: 9788522031085

no coração da floresta

Sinopse: Um trailer abandonado, escondido em meio a uma reserva florestal, é o único lar de que Carey se lembra. Aos 15 anos, as árvores são as guardiãs de sua vida mal-afortunada, e o único ponto positivo é sua irmã mais nova, Jenessa, que depende de Carey para sobreviver. Elas só têm uma a outra, considerando que a mãe das meninas, mentalmente instável, muitas vezes desaparece por dias sem fim. Até que um dia, após um sumiço mais longo do que o habitual, dois estranhos aparecem. De repente, as meninas são tiradas da floresta e levadas a um mundo novo e surpreendente de roupas, meninos e aulas. Agora Carey precisa enfrentar a verdade escondida por trás do seu sequestro, dez anos antes, assombrada por um passado que não a deixa seguir em frente... Um passado sombrio e misterioso, em que jaz o motivo de Jenessa não falar uma palavra há mais de um ano, Carey sabe que precisa proteger a irmã, assim como seus segredos, ou se não pode colocar em risco toda essa nova vida que criou para si.

Algumas coisas são impossíveis de deixar para trás...

A narrativa começa com as irmãs, Carey e Jenessa, sendo resgatadas da floresta onde foram abandonadas pela mãe. As duas viveram por anos em condições precárias e lhes faltava tudo. Carey está agora com 14 anos (pensa que tem 15) e Jenessa está com 6.

As irmãs são levadas para morar com o pai, a madrasta e a filha dela. O pai e a madrasta são muito bons para elas. Já a filha adolescente, Delaney, fica com ciúmes de Carey. Na fazenda em que moram, elas tem tudo. Não lhes falta comida, roupas e carinho; mas Carey parece não se adaptar, parece sentir falta da floresta; e esconde um grande segredo.

Aos poucos, vamos descobrindo o que acontecia na floresta e tudo o que elas faziam para sobreviver. Sabemos que há um segredo. Esse segredo é um truque para nos prender ao livro, pois ansiamos por saber a verdade; mas é um pouco previsível.

Carey e Jenessa são personagens fortes. São crianças que passaram por coisas terríveis e ainda são capazes de dar e receber carinho. Carey nunca deixou de cuidar da irmã menor e fez de tudo para protegê-la. Jenessa é uma fofa, que fica maravilhada com tudo (para ela, tudo é novidade). Confesso que as duas irmãs conseguiram me cativar.

Gostei do livro, mas parece que faltou alguma coisa, não sei dizer o quê. Talvez, o final poderia ter sido mais bem desenvolvido, contando o que aconteceu depois. Eu diria que é um drama com uma pitada de suspense. Não é o meu tipo de livro preferido; mas, de um modo geral, gostei da leitura.