27 de jun de 2018

FILME - FAHRENHEIT 451

Direção: Ramin Bahrani
Duração: 100 minutos
Ano: 2018
Gênero: Drama, Ficção Científica


Sinopse: Em um futuro opressivo dominado pela tecnologia, a posse de livros e a literatura são proibidas. Guy Montag (Michael B. Jordan) é um bombeiro, sua principal missão é queimar todos os livros que existem até que não sobre mais nenhum deles. No entanto, ele conhece Clarisse McClellan (Sofia Boutella), uma jovem misteriosa que faz com que ele comece a questionar suas atitudes e todo o sistema vigente.


Imaginem um futuro em que a humanidade esteja proibida de ter livros (que horror!). Os bombeiros, ao invés de apagar incêndios, são responsáveis por queimar os livros. O filme é uma adaptação do livro homônimo, escrito na década de 50. A primeira versão para o cinema foi filmada em 1966.


Fahrenheit 451 é uma distopia que retrata uma sociedade que baniu todos os materiais de leitura. O trabalho dos bombeiros é queimar os livros, mantendo as fogueiras a 451 graus Fahrenheit: que é a temperatura de combustão do papel.



Os livros são queimados sob o argumento de que fazem as pessoas infelizes e desvirtuadas. Um regime totalitário censura qualquer forma de expressão escrita através de um exército de bombeiros, que são acionados para queimar as obras assim que essas são encontradas.

O governo determinou que as pessoas não devem ser diferentes e nem pensar de forma diferente. O filme não explica como o governo chegou à conclusão de que a culpa é dos livros, mas dá a entender que acredita que as diferenças de pensamento foram as causas das guerras e das atrocidades cometidas no passado. Com o argumento de evitar novas guerras, a humanidade foi impedida de ter acesso ao seu passado (que está nos livros). Assim, os livros foram proibidos, porque fazem as pessoas se questionarem, duvidarem.



O bombeiro Montag começa a repensar sua função ao conhecer uma jovem que adora livros. Ao invés de apagar a história, torna-se um ávido leitor. Montag encontra um grupo de pessoas que são uma espécie de biblioteca ambulante, porque memorizam livros inteiros!

Acredito que o filme poderia ter explicado melhor alguns detalhes, por exemplo: como a humanidade chegou a esse ponto? Como a proibição teve início? Faltou explorar mais o porquê de os livros serem considerados perigosos para o governo. O filme focou mais na ação do que em questões mais profundas. Várias possibilidades ficaram em aberto. Mas, de uma forma geral, gostei do filme, porque me fez pensar sobre várias coisas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente e faça uma blogueira sonhadora feliz!