27 de jun de 2018

FILME - FAHRENHEIT 451

Direção: Ramin Bahrani
Duração: 100 minutos
Ano: 2018
Gênero: Drama, Ficção Científica


Sinopse: Em um futuro opressivo dominado pela tecnologia, a posse de livros e a literatura são proibidas. Guy Montag (Michael B. Jordan) é um bombeiro, sua principal missão é queimar todos os livros que existem até que não sobre mais nenhum deles. No entanto, ele conhece Clarisse McClellan (Sofia Boutella), uma jovem misteriosa que faz com que ele comece a questionar suas atitudes e todo o sistema vigente.


Imaginem um futuro em que a humanidade esteja proibida de ter livros (que horror!). Os bombeiros, ao invés de apagar incêndios, são responsáveis por queimar os livros. O filme é uma adaptação do livro homônimo, escrito na década de 50. A primeira versão para o cinema foi filmada em 1966.


Fahrenheit 451 é uma distopia que retrata uma sociedade que baniu todos os materiais de leitura. O trabalho dos bombeiros é queimar os livros, mantendo as fogueiras a 451 graus Fahrenheit: que é a temperatura de combustão do papel.



Os livros são queimados sob o argumento de que fazem as pessoas infelizes e desvirtuadas. Um regime totalitário censura qualquer forma de expressão escrita através de um exército de bombeiros, que são acionados para queimar as obras assim que essas são encontradas.

O governo determinou que as pessoas não devem ser diferentes e nem pensar de forma diferente. O filme não explica como o governo chegou à conclusão de que a culpa é dos livros, mas dá a entender que acredita que as diferenças de pensamento foram as causas das guerras e das atrocidades cometidas no passado. Com o argumento de evitar novas guerras, a humanidade foi impedida de ter acesso ao seu passado (que está nos livros). Assim, os livros foram proibidos, porque fazem as pessoas se questionarem, duvidarem.



O bombeiro Montag começa a repensar sua função ao conhecer uma jovem que adora livros. Ao invés de apagar a história, torna-se um ávido leitor. Montag encontra um grupo de pessoas que são uma espécie de biblioteca ambulante, porque memorizam livros inteiros!

Acredito que o filme poderia ter explicado melhor alguns detalhes, por exemplo: como a humanidade chegou a esse ponto? Como a proibição teve início? Faltou explorar mais o porquê de os livros serem considerados perigosos para o governo. O filme focou mais na ação do que em questões mais profundas. Várias possibilidades ficaram em aberto. Mas, de uma forma geral, gostei do filme, porque me fez pensar sobre várias coisas.

13 de jun de 2018

QUE FALTA VOCÊ ME FAZ - Harlan Coben

Editora: Arqueiro
Ano: 2015
Páginas: 363
ISBN: 9788580414035



Sinopse: Dezoito anos se passaram desde que a detetive Kat Donovan sofreu as maiores perdas de sua vida: a morte do pai e o fim do relacionamento com o noivo. Foram dois acontecimentos muito bruscos que ela ainda não conseguiu superar totalmente, mas, no dia a dia, prefere não pensar muito nisso. Contudo, de uma só vez, essas duas feridas voltam a se abrir. Ao saber que o assassino de seu pai será executado, Kat resolve ter uma conversa com ele para esclarecer o caso. Mas o homem nega a autoria, dizendo que foi obrigado a confessar o crime, e ela acaba ficando com mais dúvidas. Ao mesmo tempo, a detetive é procurada por um garoto que acredita que a mãe está desaparecida. Sem entender por que o adolescente insiste que ela, e não um outro policial, investigue o caso, Kat descobre que o sumiço está relacionado a seu ex-noivo e a um site de relacionamentos. Lidando com dois casos simultâneos, ela decide seguir em frente com as investigações, mesmo que todos ao seu redor tentem dissuadi-la disso. Determinada, Kat trabalha segundo suas emoções, e a intuição lhe diz que ela não deve desistir.

“Resgatar um amor do passado nem sempre é a melhor das ideias.”

No início da leitura, você pode pensar que é um romance meloso sobre os dramas da vida de Kat. Mas não se engane, porque não é nada disso.

Kat é policial em Nova Iorque. Ela nunca superou a morte do pai, principalmente, porque não conseguiu descobrir o motivo do crime. Como se não bastasse, um pouco depois da morte do pai, seu noivo Jeff a deixou de forma inesperada, sem nenhum motivo aparente. Kat é infeliz porque convive com essas duas frustrações e com muitas perguntas sem respostas.

Dezoito anos depois, antes de morrer, o criminoso condenado pelo assassinato do pai de Kat revela que não cometeu o crime. Kat começa a investigar e descobrir segredos que o pai escondia. A amiga de Kat a inscreve em um site de namoros,  no site ela se depara com a foto de Jeff, mas ele está com outro nome. Mais um mistério para investigar. Como se não bastasse tudo isso, surge um garoto na delegacia querendo falar com Kat. Ele está preocupado porque a mãe, Dana, sumiu depois de viajar com Jeff.

De que forma estes três mistérios estão relacionados? Cabe a Kat descobrir.

A policial vai descobrir que há uma coisa muito maior e mais tenebrosa por trás do sumiço de Dana. O desfecho do caso é cheio de tensão e ação. Adorei Dana, uma mulher de fibra, muito valente e esperta!

Quando você pensa que o livro se encaminha para um final feliz e que ficarão algumas pontas soltas, não é isso o que acontece. Coben nos soca no estômago com mais uma revelação bombástica aos 45 do segundo tempo (o segredo do pai de Kat deixará você de queixo caído!).

Esse é um daqueles livros que mexem com o leitor, você não consegue ficar indiferente. Vai ficar chocado e horrorizado algumas vezes, e intrigado e fascinado, em outras. Mais uma vez Harlan Coben surpreendeu-me com um suspense incrível! Recomendo!

6 de jun de 2018

O VENDEDOR DE SAPATOS - Bruno Peres

Editora: Alicanto
Ano: 2017
Páginas: 206
ISBN: 9788593702037


bruno peres


Sinopse: “O vendedor de sapatos” traz a jornada de Ricardo em uma viagem inesperada de autodescoberta. Jovem e imaturo, Ricardo possuía o costume de depositar seus problemas sob a responsabilidade das pessoas a sua volta sem perceber. Seu destino muda ao encontrar-se com seu tio-avô, Alberto, que o leva em uma viagem repleta de conhecimento e bondade pelos caminhos da experiência de um homem, que viveu tudo o que a vida pôde lhe oferecer.

“Todo sonho começa com o primeiro passo. ”

Ricardo é um jovem que passa por dificuldades financeiras e profissionais. Sua vida nunca foi fácil. Lutou para formar-se na faculdade e trabalha em um emprego que não gosta para poder pagar o aluguel de um apartamento onde não gosta de morar. E tem a mania de culpar os outros por causa da sua vida infeliz.


Quando seus planos de viagem são frustrados e ainda perde o emprego, Ricardo fica revoltado e desanimado. Tudo muda quando decide acompanhar seu tio-avô, Alberto, em suas viagens para vender sapatos. Alberto tem uma forma muito particular de encarar a vida e está sempre disposto a ajudar os outros. Ricardo jamais poderia imaginar as lições que aprenderia em uma viagem tão repleta de simplicidade. No início, o rapaz não compreende as atitudes de Alberto, ficando desconfiado e até irritado. Fica reclamando por não ter sinal de internet e por não ter um banheiro privativo no quarto de hotel. Mas, quando Ricardo abre os olhos e a mente para outras formas de encarar as situações, começa a divertir-se muito na viagem. Alberto fica animado com as mudanças que observa nas atitudes do sobrinho-neto.

Faça o bem sem olhar a quem e o bem será feito a todos. ” (p.91)

bruno peres


Indico como uma ótima sugestão de presente para leitores de diferentes idades e gostos literários. Indico, principalmente, para aquelas pessoas que estão sempre insatisfeitas com tudo e que têm a mania de colocar a culpa de tudo que acontece de errado nos outros.

Um livro nacional, com capítulos curtos, muito fácil de ler. A diagramação é agradável com ilustrações divertidas no início de cada capítulo. É incrível como um livro com uma história tão simples nos traz lições para toda a vida. Depois de terminar, com certeza você vai encarar a vida de uma forma mais leve! Fico muito feliz quando uma obra nacional consegue nos passar uma mensagem tão bonita.

Saiba mais sobre o livro aqui.