27 de abr de 2013

O GUIA DO MOCHILEIRO DAS GALÁXIAS - Douglas Adams

O Guia do Mochileiro das Galáxias é uma série composta por 5 livros publicada no Brasil por editoras diferentes.  Eu li a série publicada pela Editora Arqueiro. Optei por resenhar a série toda ao invés de resenhar cada livro, porque os 5 livros são uma sequência e se completam. Para ler as sinopses e saber mais sobre cada livro é só procurar no Skoob ou no Google.

Essa aventura alucinante inicia com a destruição do planeta Terra pelos Vogons por causa da construção de uma via expressa hiperespacial. O único terráqueo sobrevivente é Arthur, que é salvo pelo amigo Ford, um extraterrestre que estava na Terra de passagem. Os dois conseguem uma carona em uma nave Vogon e iniciam sua jornada pelo universo.

Como já é possível perceber pelo início, a história toda é uma "viagem total", mas é uma viagem muito divertida. A série está repleta de criaturas e coisas absurdas e impossíveis. Esse conjunto de coisas absurdas, somado aos diálogos engraçados dos personagens torna a série genial. Só para vocês terem uma ideia, tem um robô maníaco depressivo: o Marvin, adoro ele, meu personagem preferido!

Em meio ao humor, pode-se perceber claramente diversas críticas à nossa sociedade, pois o autor fala de outros planetas, de outras criaturas, mas elas têm problemas e atitudes semelhantes às nossas. Douglas Adams ironiza e debocha da política, da burocracia e do comportamento das pessoas. Em meio a criaturas inusitadas e acontecimentos improváveis estão presentes os paradoxos da nossa sociedade (com particularidades da Inglaterra, pois o autor é britânico).

Não indico a série para crianças, pois elas não entenderiam a genialidade do autor e também não seriam capazes de compreender as entrelinhas dos textos. Acho que até para adolescentes é difícil compreendê-las. Indico a série para quem procura uma história leve e bem humorada, para quem gosta de leituras que fogem da lógica e que nos fazem pensar sobre muitas coisas. 

21 de abr de 2013

A FIRMA - John Grisham

Editora: Rocco
Ano: 1992

Páginas: 437
ISBN: 853250115X

Sinopse: Mitchell McDeere, um dos melhores alunos de Direito, em Harvard, vai trabalhar na Bendini, Lambert e Locke, uma rica firma especializada em direito tributário. Logo de início, ele suspeita de que há algo de errado na firma, ainda mais quando dois sócios morrem em um estranho acidente nas Ilhas Cayman. As previsões do jovem advogado parecem se confirmar quando ele é abordado por Tarrance, um homem que diz ser agente do FBI. Segundo o agente, a firma Bendini, apesar de ter alguns clientes importantes, não é real e serve de fachada para negócios escusos. Ele revela também que o próprio Mitchell vem sendo espionado pela segurança da firma, que instalou microfones em sua casa e grampeou seu telefone. Mitchell fica ainda mais assustado quando descobre quais são os verdadeiros negócios da Bendini, Lambert e Locke. Mas se vê num beco sem saída quando Tarrance o pressiona para que ele se torne informante do FBI. Se não concordar, será denunciado, mas se a firma descobrir o plano, Mitchell será morto. Qual a saída?    
 
O advogado recém-formado Mitchell recebe uma proposta irrecusável para trabalhar em uma pequena firma de advocacia. O salário e as vantagens são tão boas que ele nem pensa em trabalhar em outra empresa.
 
Mitchell e a mulher se mudam para a pequena cidade onde fica a empresa. Tudo parece maravilhoso no início. Carro novo, casa nova, roupas novas, tudo patrocinado pela firma. Mas começam a acontecer coisas estranhas que deixam Mitchell confuso. Ele começa a investigar os acontecimentos e descobre um grande segredo.
 
A partir daí sua vida sofre uma reviravolta. Mitchell viverá um dilema e será obrigado a fazer uma escolha difícil. Terá que lutar pela segurança da sua família e por sua vida.
 
Na minha visão, o livro pode ser divido em duas partes: suspense e ação. No início, há um grande suspense sobre a verdade por trás da firma. Quando Mitchell descobre tudo, começa a ação. Para quem curte os gêneros de ação e suspense, recomendo a leitura. Ainda não vi o filme com Tom Cruise, mas estou curiosa para assistir.
 

18 de abr de 2013

Promoção da Editora Gente no Facebook

Corre que tem promoção!

A Editora Gente está sorteando 2 livros muito bons, voltados para a carreira, o crescimento e o sucesso profissional.
 
 
 
Para concorrer é só clicar aqui e seguir o regulamento.

Sorteio ativo até 19/04/2013, às 23 horas.
 
Boa sorte!

16 de abr de 2013

Vencedora da Resenha Premiada - Editora Gente

Oi, pessoal!

Olha a foto da sorteada na Resenha Premiada com seu livro novinho enviado pela Editora Gente.



 
Obrigada, Juliana!
 
Boa leitura!
 
 
Agradeço também à Editora Gente pela parceria.

7 de abr de 2013

HORIZONTES - Roberto Laaf

Oi, pessoal! Hoje trago resenha dos dois primeiros livros da trilogia de Roberto Laaf.
HORIZONTES - REVELAÇÕES - Volume 01
Editora: Alcantis
Ano: 2010
Páginas: 163

ISBN: 9788591032600

Sinopse: Ana Clara possui um raro dom de premonição que lhe permite saber quando uma pessoa tem a vida ameaçada, bastando o mínimo de contato físico com ela para que terríveis visões de assassinato fervilhem em sua mente. Depois de adormecido por vários anos, o dom de Ana Clara ressurge de forma inesperada, trazendo-lhe visões apavorantes com sua melhor amiga sendo brutalmente assassinada. Sua angústia é saber que, em todas as vezes que seu dom se manifestou, as pessoas em suas visões morreram. E, agora, ela deseja desesperadamente evitar o assassinato de sua amiga.
Fonte: Skoob

O livro conta a história de duas jovens veterinárias, amigas, que trabalham na mesma clínica. Ana Clara tem um grande carinho pela amiga Clarisse e faz tudo para vê-la feliz. Tudo estava tranquilo até que Ana Clara tem uma visão da amiga sendo assassinada. Ela sabe que suas visões são premonições reais, pois já aconteceu antes. A partir daí Ana Clara tenta de todas as formas proteger a amiga para que nada de ruim lhe aconteça.

Quando começamos a ler o livro, pelos acontecimentos iniciais, temos a impressão de que já sabemos o que vai acontecer. Mas não acontece o que imaginamos, a história tem várias reviravoltas e acontecimentos inesperados que nos surpreendem.

Fiquei meio decepcionada com a protagonista Ana Clara, mas não posso contar o porquê para não perder a graça do livro. Em vários momentos não gostei das suas atitudes (ou falta de atitude), que não foram condizentes com o dom que ela possui e as qualidades que supostamente ela tem.

No final do primeiro livro ficamos curiosos para saber como essa história vai continuar. Quem ler o primeiro, vai querer ler o segundo.



HORIZONTES - VOCAÇÃO - Volume 02

Editora: Alcantis
Ano: 2011
Páginas: 198
ISBN: 9788591032617
Sinopse: Ana Clara continua às voltas com suas visões de assassinatos, mas desta vez o protagonista de seus tormentos é um homem elegante e envolvente chamado Eduardo, que lhe foi apresentado por sua melhor amiga, Clarisse. Depois de muito tempo com o coração endurecido e mergulhado em solidão, sente-se tocada pelo jeito especial de Eduardo, o que lhe deixa ainda mais angustiada pela certeza do perigo. Incapaz de imaginar que o assassino de seus pais está tão próximo, o perigo continua rondando a si e aos seus amigos, em uma espécie de sinistro ensaio para a morte.
Fonte: Skoob

Na continuação, eu esperava que Ana Clara se redimisse de algumas besteiras que fez no primeiro livro, mas isso não aconteceu. A impressão que tive foi de que todos os outros personagens da história agiram e apareceram mais do que ela. Eles tomaram as decisões e partiram para a ação, alguns para o bem, outros para o mal, mas fizeram a diferença, tornando a história mais interessante. Para quem leu o primeiro livro e ficou chocado com algumas passagens fortes, já adianto que em “Vocação” há mais cenas fortes.

A leitura flui facilmente, pois os dois livros são fáceis e rápidos de ler. No decorrer da trama nos são apresentados vários personagens, cada um com seus dramas e segredos. A história de cada personagem vai se desenrolando paralelamente ao drama das amigas Ana Clara e Clarisse até chegar ao ponto em que cada personagem interfere de alguma forma na vida delas. Por isso, não são livros cansativos, pelo contrário, nos prendem do começo ao fim.

Indico a leitura para aqueles que estão cansados de ler histórias do tipo “conto de fadas”, e que gostam de histórias realistas e dinâmicas, com personagens bem “humanos”. Digo “humanos” no sentido de que os bons nem sempre totalmente bons e os maus nem sempre são inteiramente maus. São pessoas comuns com conflitos internos sobre o que devem fazer na situação em que se encontram. Às vezes, ficamos com raiva e outras vezes nos comovemos com o drama dos personagens.

Enfim, os dois livros têm uma boa dose de suspense e ação e surpreendem o leitor várias vezes com a revelação de muitos segredos dos personagens. Ainda não li o terceiro livro “Processo Seletivo”, mas estou ansiosa para saber como termina essa eletrizante trilogia!


1 de abr de 2013

ANNA E O BEIJO FRANCÊS - Stephanie Perkins

Editora: Novo Conceito
Ano: 2011
Páginas: 288
ISBN: 9788563219329
 
Sinopse: Anna Oliphant não está nada entusiasmada com a ideia de se mudar para Paris, já que seu pai, um famoso escritor norte-americano, decidiu enviá-la para um colégio interno na Cidade Luz. Anna prefere ficar em Atlanta, onde tem um bom emprego, uma melhor amiga fiel e um namoro prestes a acontecer. Mas, ao chegar a Paris, Anna conhece Étienne St. Clair, um rapaz inteligente, charmoso e bonito. Só que Etiénne, além de tudo, tem uma namorada… Anna e Etiénne se aproximam e as coisas ficam mais complicadas. Será que um ano inteiro de desencontros em Paris terminará com o esperado beijo francês? Ou certas coisas simplesmente não estão destinadas a acontecer?
Fonte: Skoob
Quando é enviada contra a vontade ao colégio interno, Anna sofre um pouco no início, mas logo faz amigos e começa a se adaptar à nova vida em Paris. A primeira pessoa que encontra é Meredith, que logo se torna sua melhor amiga.
Anna conhece St. Clair e já se encanta com seu jeito e sua beleza. Com a convivência diária, os dois percebem que tem muitas coisas em comum e se tornam amigos inseparáveis. Mas Anna percebe que seus sentimentos por ele vão além da amizade. Nesse momento, ela começa a viver um dilema, pois ele tem namorada e, como se não bastasse, sua melhor amiga Meredith, também é apaixonada por ele.
O que irrita um pouco durante a leitura é o fato de os protagonistas não perceberem o sentimento do outro. Às vezes, a dúvida fica meio forçada, principalmente na Anna, pois St. Clair deixa perceber claramente seus sentimentos e ela não se toca. O mais estranho é que os dois são inteligentes, deve ser o amor que os deixa meio bobos...
A história é indicada para adolescentes, mas é um pouco mais madura do que geralmente são as histórias destinadas a esse público. É interessante porque mostra jovens com problemas de adultos, não apenas preocupados com escola, amigos, namoricos e fofocas (claro, tem tudo isso também). Não conhecia a autora até ler esse livro, gostei da forma como ela escreve. Daria esse livro de presente a uma adolescente, com certeza.