21 de jun de 2017

O PREDADOR - Tess Gerritsen

Série: Rizzoli & Isles – Vol . 11
Editora: Record
Ano: 2015
Páginas: 368
ISBN: 9788501106544

 
Sinopse: A isca mais irresistível para um predador é a única sobrevivente do seu ataque Um grupo de turistas desembarca em Botsuana para um safári, sem imaginar que entre eles há um assassino cruel, um predador que, ao fim de uma semana, transforma uma aventura na selva em um pesadelo. O que ele não sabe é que, nessa caçada humana, uma de suas presas consegue escapar. Seis anos depois, um homem é pendurado e eviscerado em sua própria casa em Boston. A descoberta de um esqueleto enterrado em um quintal em outra parte da cidade faz com que a detetive Jane Rizzoli e a patologista Maura Isles desconfiem de que as duas mortes estejam relacionadas e de que o assassino vem cometendo seus crimes há anos. Todos os indícios apontam que a solução do caso está na África, e Jane precisa convencer a única sobrevivente do massacre a enfrentar a morte mais uma vez.

Dessa vez, a história começa em Botsuana, na África. Millie está com um grupo de turistas na mata. São sete turistas, mais dois guias. Tudo ia bem até que uma pessoa morre. Ao que tudo indica, foi um ataque de animais selvagens. Dali em diante, tudo começa a dar errado: o carro enguiça e outra pessoa morre. Após a segunda morte, o grupo começa a desconfiar que pode haver um assassino entre eles. Logo desconfiam da pessoa mais óbvia. Millie é a única vítima que consegue fugir e sair viva do massacre. Mas o assassino também continua vivo...

Seis anos depois, dois crimes em Boston podem estar ligados ao massacre que ocorreu na África. Alguns indícios levam a crer que o mesmo assassino voltou a atacar. Jane e Maura começam a vasculhar o passado e encontram Millie, que é a única que pode identificar o assassino.

Maura logo faz a ligação entre os casos. Jane e os demais policiais não acreditam na teoria de Maura. Com a descoberta de outros crimes parecidos que ocorreram há anos, Jane começa a acreditar que pode ser o mesmo assassino. Mas o detetive Crowe continua questionando Jane. Que cara chato esse Crowe! Não traz nenhuma informação útil e só sabe criticar os outros.

Na minha opinião, Jane e Maura, pisaram na bola algumas vezes. Deixaram de perceber algumas coisas bem óbvias e deixaram a testemunha sozinha. Não se deixa uma testemunha sozinha!

Apesar desses pequenos deslizes, o suspense é muito bom. O assassino não é óbvio. No final, tudo é bem explicado, não ficaram pontas soltas. Recomendo a leitura!

14 de jun de 2017

CONFISSÕES - Kanae Minato

Editora: Vestígio
Ano: 2017
Páginas: 176
ISBN: 9788582863718

kanae minato

Sinopse: O mundo da professora Yuko Moriguchi girava em torno da pequena Manami, uma garotinha de 4 anos apaixonada por coelhinhos. Agora, após um terrível acontecimento que tirou a vida de sua filha, Moriguchi decide pedir demissão. Antes, porém, ela tem uma última lição para seus pupilos. A professora revela que sua filha não foi vítima de um acidente, como se pensava: dois alunos são os culpados. Sua aula derradeira irá desencadear uma trama diabólica de vingança.

Seus alunos mataram sua filha. Agora ela quer se vingar.

Confissões é um livro tenso do início ao fim. Cada capítulo é narrado por um dos personagens, conhecemos o ponto de vista, os sentimentos e pensamentos de cada um.

O primeiro capítulo é narrado pela professora Moriguchi que perdeu sua filha de 4 anos. No último dia de aula, Moriguchi conversa com a turma do sétimo ano e revela que a morte da filha não foi um acidente. O mais chocante é que os assassinos são dois alunos da turma. A professora fala sobre os acontecimentos e suas descobertas até chegar aos autores do crime. O capítulo é longo e tenso, mas o leitor não vai conseguir parar de ler até saber como a professora vai se vingar dos assassinos. A vingança só é revelada no final do capítulo. É uma coisa totalmente surpreendente! Impossível prever.

A vingança de Moriguchi é só o começo. Nos capítulos seguintes, descobrimos de que forma as palavras da professora afetaram a vida dos alunos. As consequências são trágicas. Existem muitos segredos. Conhecemos o passado dos alunos envolvidos no crime e as razões que os levaram a cometê-lo. Todos os personagens são problemáticos e escondem lados escuros. Fiquei me perguntando: será que no Japão a maioria das crianças é assim?

É um thriller cheio de reviravoltas, que vai surpreender o leitor diversas vezes. É uma sucessão de revelações, uma mais chocante que a outra! No final do livro, um acontecimento, talvez o mais chocante de todos, deixará o leitor estarrecido.

Excelente qualidade do papel. Diagramação super caprichada, sem erros de ortografia ou de digitação. Recomendo para quem procura um thriller tenso e diferente!

7 de jun de 2017

DESAPARECIDAS - Tess Gerritsen

Série: Rizzoli & Isles – Vol . 5
Editora: Record
Ano: 2008
Páginas: 384
ISBN: 9788501077332

 
Sinopse: Aquela mulher parecia ser mais um corpo na mesa fria do necrotério. Mas quando a legista Maura Isles inspeciona o cadáver, algo assustador acontece: a mulher abre os olhos. Ainda viva, ela é levada rapidamente para o hospital. Mas o bizarro logo se transforma em perigo. Com uma precisão chocante, ela mata um segurança e faz reféns... um deles, uma paciente grávida. Quem é essa pessoa violenta e desesperada, e o que ela quer? 

O livro começa com uma narrativa em primeira pessoa. Mila nos relata seu sofrimento e todos os momentos horríveis que passou nas mãos de cafetões que escravizam estrangeiras para a prostituição.

Enquanto isso, Jane, prestes a dar à luz, é internada em uma clínica.

No necrotério, a Dra. Maura descobre um "cadáver" que ainda está vivo!

Por incrível que pareça, estes três fatos estão ligados. No decorrer da leitura, vamos descobrindo a ligação entre personagens e acontecimentos.

Como já está claro na sinopse, uma mulher armada mantém pacientes de um hospital como reféns. A detetive Jane está entre eles. Um tempo depois, um homem armado consegue entrar no hospital. É o comparsa da mulher. Os dois querem a atenção de todos, pois pretendem fazer uma revelação. Só que eles demoram demais para revelar o segredo! Para que demorar tanto?

A tomada de reféns termina de forma trágica. Logo após a confusão, nasce a filha de Jane. Ao lado do marido Gabriel, com a filha nos braços, Jane fica completamente perdida. Não sabe como lidar com a maternidade. Como se não bastasse isso, o casal está intrigado com uma porção de coisas que não foram explicadas. Contrariando as súplicas do marido, Jane começa a investigar os fatos.

Mais uma vez, Jane prova que não é muito esperta. Toma uma decisão bem estúpida que coloca em risco, não só a vida dela, mas também a do bebê. Quando estava lendo, fiquei com vontade de gritar: "Não faça isso, sua tonta!" Mas, ainda bem que ela tem sorte...

A personagem que mais me cativou foi Olena, que manteve a calma e a frieza mesmo nas horas mais difíceis. Passou por maus bocados, mas não deixou de proteger a amiga. Acho que ela merecia um final melhor.

No final, todos os segredos são revelados e tudo se encaixa. Mais um ótimo suspense policial da Tess! Recomendo!
 

31 de mai de 2017

O JARDIM DE OSSOS - Tess Gerritsen

Editora: Record
Ano: 2009
Páginas: 447
ISBN: 9788501084057

 
Sinopse: Ossos desconhecidos, segredos não revelados e crimes não resolvidos lançam sombras ameaçadoras sobre o presente. A recém-divorciada Julia Hamill acaba de se mudar para a casa de seus sonhos, uma mansão em um enorme terrreno. Tudo parece perfeito, até que, durante a reforma do jardim, Julian desenterra um crânio humano com indícios de homicídio. E o mais intrigante: a cova data do século XIX. O ano é 1830. O jovem estudante de medicina Norris Marshall é o principal suspeito das atrocidades cometidas pelo Estripador de West End. Na companhia do amigo Oliver e da imigrante irlandesa Rose, Norris parte em busca do homem mais perigoso de Boston, a fim de provar a própria inocência, visitando desde lúgubres cemitérios e salas de necropsia até elegantes mansões. Separadas por quase dois séculos, as duas histórias se desenvolvem de forma precisa e instigante, conduzindo o leitor a um final tão chocante quanto engenhosamente concebido.

O Jardim de Ossos é bem diferente do que eu imaginava. Não sei exatamente o que eu esperava, mas foi uma surpresa positiva!

A narrativa se passa em duas épocas diferentes: no presente e em 1830. Os capítulos vão intercalando as duas épocas.

Julia comprou uma casa antiga e, quando está arrumando o jardim, encontra uma ossada humana. Os escavadores descobrem que essa ossada é de uma mulher, e é muito antiga. A ossada desperta o interesse de Julia pela história da casa e da mulher que morava ali. Remexendo em documentos e cartas, Julia vai descobrindo aos poucos o que aconteceu.

Enquanto isso, a autora nos conta a história de Rose e Norris, que viveram em 1830, quando um assassino aterrorizava Boston. A trama é muito bem elaborada com seus inúmeros mistérios. Parece que todos escondem algum segredo. É difícil descobrir quem é o assassino. O final é meio chocante. Confesso que não era o que eu esperava.

Rose é a verdadeira protagonista da trama. A menina de 17 anos é tão determinada e valente que é impossível não torcer por ela. Gostei muito dela!

Mas não podemos esquecer da história de Julia, que também precisa de um final. Que também não vou contar!

Uma curiosidade: a Dra. Maura Isles faz uma participação especial no início do livro. Pensei que ela apareceria novamente no final, mas não apareceu mais.

Aprendi a gostar desses livros que contam duas histórias simultaneamente. Tess é muito boa nisso! Um ótimo suspense com uma pitada de romance!

24 de mai de 2017

CRIAÇÃO MORTAL - Nora Roberts

Série Mortal – Livro 25
Editora: Bertrand do Brasil
Ano: 2016
Páginas: 420
ISBN: 9788528620658

nora roberts



Sinopse: Uma jovem, exposta artisticamente e com o corpo marcado por sinais de tortura, é encontrada morta no East River Park. De imediato, os pensamentos da tenente Eve Dallas a levam para um caso semelhante ocorrido nove anos antes. Na época, Nova York se viu à beira de um ataque de nervos quando quatro mulheres foram mortas em quinze dias por um homem batizado pela imprensa de “O Noivo”, porque colocava anéis de noivado no dedo das vítimas. O assassino está de volta e, dessa vez, torna-se claro que seus atos são um ataque pessoal. E existe uma grande possibilidade de que o seu maior objetivo seja raptar uma mulher em especial; aquela que vai testar suas habilidades de tortura e lhe proporcionará dias e dias de prazer antes de morrer em suas mãos: a própria Eve Dallas.


Dessa vez, a equipe de Eve Dallas está caçando um lunático que adora ópera e que também adora torturar e matar mulheres. Esse mesmo serial killer atacou Nova York há nove anos e não foi pego. Na época, Eve ainda não era tenente e trabalhava sob o comando de Feeney. O assassinato de quatro mulheres nunca foi solucionado, o que deixou todos frustrados. Agora que os crimes voltaram a acontecer, Eve sente o dever de capturar o criminoso.

O serial killer ficou conhecido como "O noivo" porque deixa uma aliança de prata no dedo de cada mulher que mata. Entrando em contato com outros departamentos de polícia, Dallas descobre que o assassino já matou mais de vinte mulheres ao redor do mundo. Eve precisa correr contra o tempo, pois sabe que as vítimas sequestradas tem pouco tempo de vida até que "O noivo" as mate.

Roarke presta novamente seus serviços de consultor civil, para auxiliar e proteger Eve. Existe a suspeita de que Dallas pode ser a próxima vítima do assassino e ela está pronta para servir de isca. Imaginem o desespero de Roarke com essa possibilidade!

Uma parte que achei desnecessária foi a discussão de Eve e Feeney. Os dois sempre foram muito amigos, não havia razão para ele dar um piti.

Eve não foi muito esperta, em minha opinião. Como ela não pensou em verificar as imagens das câmeras de segurança? Pois, de acordo com os livros anteriores, há câmeras por todo lugar. Ela investigou uma academia, lojas, um salão de beleza e uma boate, e não pensou em verificar as câmeras?! Foi uma mancada dela. Tem mais uma coisa que achei meio besta, mas não vou contar para não estragar a surpresa para quem vai ler, pois tem a ver com a solução do mistério. Tudo bem, ela deixou a desejar na esperteza, mas mostrou valentia de sobra.

O ponto positivo desse livro é que Eve não fica relembrando a sua infância traumática. Ainda bem! Depois de 24 livros, já chega desse assunto!

O suspense é muito bom. No final tem muita ação. Vale a leitura para quem curte um bom suspense policial.

17 de mai de 2017

GÉLIDO - Tess Gerritsen

Série: Rizzoli & Isles – Vol . 8
Editora: Record
Ano: 2013
Páginas: 368
ISBN: 9788501092328

tess gerritsen
 
Sinopse: Quando a médica-legista Maura Isles reencontra um antigo amigo de faculdade durante um congresso, parte em uma viagem com ele e seu grupo. Porém, um acidente com o carro em meio a uma nevasca os leva ao inóspito vilarejo de Kingdom Come, onde algo terrível parece ter ocorrido. Enquanto isso, a detetive Jane Rizzoli recebe a notícia do desaparecimento da amiga e decide investigar seu destino. Assim, enquanto tenta descobrir o que houve com Maura, embrenha-se em uma trama envolvendo uma misteriosa seita e segredos do passado. 

Pensa em um livro que te deixa aflito do início ao fim. Esse é o livro! Você sente que vai dar tudo errado, apesar da positividade das vítimas, e dá tudo errado mesmo!

Quem protagoniza a trama é a Dra. Maura. Ela está participando de um congresso médico em Wyoming e reencontra Doug, um colega da faculdade. Estava tudo bem até ela aceitar participar de uma viagem com ele, a filha e um casal de amigos. O cara conseguiu fazer uma trapalhada atrás da outra!

A ideia do grupo era ficar hospedado em um hotel. Mas Doug toma o caminho errado e quando tenta retornar, o carro cai em uma vala. Está nevando muito e o grupo se abriga em um vilarejo aparentemente abandonado. Não tem energia elétrica e nem sinal de celular. Tudo é muito sinistro. Maura logo percebe que alguma coisa terrível aconteceu ali.

Enquanto isso, Jane e os amigos de Boston começam a ficar preocupados com o sumiço de Maura. Quando vão ao local para descobrir onde está sua amiga, descobrem que ocorreu um acidente fatal. Todos os ocupantes do carro morreram. Os corpos ficaram irreconhecíveis por causa do fogo. Pelas bagagens e pelos documentos que estavam no veículo, a polícia identifica um dos corpos como sendo de Maura. Jane e os amigos participam do funeral de Maura. Nesse momento me perguntei: como Jane não pensou em comparar a arcada dentária antes de organizar um funeral?

Quando já estavam quase cremando o corpo, Jane recebe uma ligação dizendo que o corpo não é de Maura. Aff! Definitivamente, a inteligência não é o forte de Jane... Sendo assim, todos voltam para a cidade para procurar por Maura, que continua desaparecida.

Enquanto isso, Maura luta pela vida. Ainda está viva graças a Julian, um garoto de 16 anos que a salvou. O garoto e seu fiel cão Urso, fazem de tudo para manter Maura a salvo. Como se não bastasse ter que lutar contra a neve e o frio, eles ainda tem que fugir de pessoas que estão querendo matá-los. Eles não sabem quem e nem o porquê. Mas acreditam que os assassinos estão ligados à uma misteriosa seita.

O suspense é muito bom! Tenso, misterioso e com um final surpreendente. Recomendo a leitura!
 

10 de mai de 2017

EM BUSCA DE UM NOVO AMANHÃ - Tilly Bagshawe

Editora: Record
Ano: 2015
Páginas: 480
ISBN: 9788501104533

sidney sheldon
 
Sinopse: Ao lado de Jeff Stevens, Tracy Whitney foi responsável por alguns dos maiores assaltos do mundo. Movida pela adrenalina que o perigo proporciona, ela sempre esteve à vontade com a vida de criminosa. Mas, quando ela e Jeff se casam, eles fazem um trato: deixar o passado de crimes para trás e formar uma família. Decidida a abandonar o crime e levar uma vida digna, Tracy se esforça para adaptar-se à nova rotina. Mas ela sente que falta algo para que seja realmente feliz: um bebê. Porém, à medida que os meses passam e a tão desejada gravidez não acontece, ela se sente cada vez mais infeliz. Quando uma misteriosa e envolvente mulher surge na vida do casal, a até então indestrutível parceria deles é abalada. Um belo dia, Jeff acorda e descobre que Tracy desapareceu. Por mais de dez anos, ele faz o possível para descobrir o paradeiro da amada mas, como o restante do mundo, acredita que ela esteja morta... até que uma série de assassinatos leva um audacioso detetive francês a acreditar que a vigarista está envolvida nos crimes. Tracy Whitney está mais uma vez no centro de uma misteriosa trama. A diferença é que, agora, ela tem tudo a perder, inclusive o homem que não consegue esquecer. 

Estava com saudades de Tracy. Tenho ótimas lembranças do livro Se houver amanhã do inesquecível Sidney Sheldon. Também tem o charmoso Jeff, claro! Tilly Bagshawe já tem os personagens criados por Sheldon, só precisa contar uma boa história para eles, mas parece que isso não é tão fácil... Já tinha lido algumas resenhas negativas sobre o livro, mas resolvi ler para tirar minhas próprias conclusões. Uma coisa que me irrita nesses livros da Tilly é o fato de o nome de Sheldon aparecer bem grande na capa (ela deve vender muitos livros com esse truque).

Não gostei da Tracy nesse livro. Muito chorona, deprimida e fujona. Foi só aparecer um problema no casamento que ela fugiu! Cadê aquela Tracy esperta e destemida que enfrenta tudo e todos? Jeff também me pareceu meio apagado e idiota.

Foi muito bom recordar cenas e acontecimentos do livro original (faz muito tempo que li!). Tilly usa várias vezes o artifício da recordação de fatos do livro de Sheldon para tornar o seu livro mais interessante.

Ainda não decidi se gosto do fato de Tilly escrever continuações para os livros de Sheldon. Não sei, às vezes acho que esses personagens são só dele. Nas mãos de outro autor, eles mudam e perdem o sentido...

Para compensar um pouco o marasmo que reinou durante a maior parte do livro, os capítulos finais foram cheios de ação e emoção. Uma pergunta que não quer calar: como Jeff, que é tão esperto, foi cair em uma armadilha tão tosca? Isso não faz muito sentido...

Só posso dizer que não gostei do final. Tive a impressão de nadar, nadar e morrer na praia...

Indico a leitura para quem quer matar a curiosidade sobre as obras da autora e comparar com as obras de Sheldon. Mas não indico para quem pensa que vai encontrar a mesma qualidade de Sheldon nesse livro. Acho que Tilly ainda está muito longe de se igualar.