17 de jul de 2014

BELLE - Lesley Pearse

Editora: Novo Conceito
Ano: 2012
Páginas: 560
ISBN: 9788563219879 

livro
Sinopse: Londres, 1910. Belle, de 15 anos, viveu em um bordel em Seven Dials por toda sua vida, sem saber o que acontecia nos quartos do andar de cima. Mas sua inocência é estilhaçada quando vê o assassinato de uma das garotas e, depois, pega das ruas pelo assassino para ser vendida em Paris. Sem poder ser dona de seu próprio destino, Belle é forçada a cruzar o mundo até a sensual Nova Orleans onde ela atinge a maioridade e aprende a aproveitar a vida como cortesã. A saudade de casa — e o conhecimento de que seu status como garota de ouro não durará muito — a leva a sair de sua gaiola de ouro. Mas Belle percebe que escapar é mais difícil do que imaginou, pois sua vida inclui homens desesperados que imploram por sua atenção. Espirituosa e cheia de desenvoltura, ela tem uma longa e perigosa jornada pela frente. A coragem será suficiente para sustentá-la? Ela poderá voltar para sua família e amigos e encontrar uma chance para a felicidade?


Comecei a leitura meio tensa porque já sabia o que ia acontecer por causa da sinopse. Depois que Belle é sequestrada, sofremos e torcemos por ela.

Belle me conquistou, porque, apesar de todas as rasteiras que leva, mantém a esperança e não desiste de lutar. É uma guerreira. É muito azarada, mas também é muito ingênua! Quando você pensa que acabou, lá vem mais sofrimento. Quando Belle sai de uma enrascada, você pensa: "agora ela vai ficar esperta". Que nada! Lá vai ela acreditar nas pessoas erradas novamente...

Me emocionei no final, até chorei. Adorei o livro. Sinceramente, quando comecei, não imaginei que ia gostar tanto.

Não vou falar mais do enredo para não perder a graça para quem lê. Como já disse, adorei o livro e indico para quem gosta de histórias fortes. Ah! Também adorei a capa, é linda!

5 de jul de 2014

UM CONTO DO DESTINO - Mark Helprin

Editora: Novo Conceito
Ano: 2014
Páginas: 720
ISBN: 9788581632520
Sinopse: É possível amar alguém tão plenamente que a pessoa não pode morrer? Entre o amor e o destino, entre a luz e a escuridão, milagres podem acontecer! Em uma noite especialmente fria, o exímio mecânico – e larápio – Peter Lake consegue invadir uma mansão do Upper West Side que mais parece uma fortaleza. Ele pensa que não há ninguém em casa, mas a filha do dono o surpreende em plena ação. Assim começa o romance entre o ladrão de meia-idade e Beverly Penn, uma jovem que tem pouco tempo de vida. O amor que os une é tão poderoso que levará Peter Lake, um homem simples e sem instrução, a desejar parar o tempo e trazer os mortos de volta. Surpreendente e intenso, "Um Conto do Destino" nos transporta do século 19 ao final do século 20, na virada do milênio. Os personagens se encontram e se perdem ao sabor do destino, que insiste em brincar com aqueles que encontra pelo caminho. Uma pintura mágica da beleza e do amor, sobre a morte que desafia e sobre a vida que se afirma sobre ela.

Uma longa história (são 720 páginas!) com muitos acontecimentos estranhos e, muitas vezes, absurdos. Lembrou-me um pouco a série O Guia do Mochileiro das Galáxias porque, em meio às maluquices narradas, percebemos uma certa ironia e crítica à sociedade.

O autor começa narrando a confusa e agitada história de Peter Lake e seu romance com Beverly. Lá pelas tantas, começa a contar a história de outros personagens que, aparentemente, não tem relação nenhuma com os primeiros. Depois, o leitor percebe que haverá uma relação entre todos os personagens e entre os acontecimentos narrados. Detalhe: acho que o autor gosta muito de cavalos e de gelo, pois estes estão muito presentes no livro e são descritos em detalhes. Não gostei muito do final, achei meio confuso.

O livro é bem cansativo por ser muito extenso. Não sei se havia necessidade de contar a história em tantas páginas... São muitas descrições e divagações (algumas até muito interessantes). É um livro para ser lido com tempo e aos poucos, para que você possa refletir sobre o que leu e tentar compreender. O autor nos passa algumas mensagens muito profundas.