28 de dez de 2016

O MAR INFINITO - Rick Yancey

Editora: Fundamento
Ano: 2015
Páginas: 248
ISBN: 9788539509379


Sinopse: Cassie Sullivan e seus amigos sobreviveram às quatro ondas de destruição provocadas pelos Outros. Agora, com a raça humana quase exterminada e a 5ª Onda encobrindo a Terra, os sobreviventes devem escolher: encarar o inverno e esperar o retorno de Evan Walker ou partir à procura de abrigo antes que o inimigo os alcance. Porque o próximo ataque é mais do que possível – ele é inevitável. Os homens ainda não viram as profundezas até onde os Outros podem descer nem os Outros viram a que alturas a humanidade pode se erguer. Esta é a derradeira batalha entre vida e morte, esperança e desespero, amor e ódio. 


O segundo livro da série é narrado, de forma intercalada, por Cassie, Evan e Especialista. Na minha opinião, Especialista é a protagonista em O Mar Infinito, pois narra a maior parte dos acontecimentos. No primeiro livro, achei Esp meio chata, mas simpatizei muito com ela neste livro e gostei da sua narrativa.

O Mar Infinito é cheio de explosões, tiros, facadas e perseguições alucinadas. Também está cheio de ferimentos e fraturas. Acho que todos os personagens estão machucados...

Após a fuga, Cassie, Zumbi e Especialista levam as crianças: Dumbo, Pão de Ló, Sam e Teacup para um hotel abandonado. Por causa do inverno intenso e da possibilidade de serem encontrados pelos inimigos, eles decidem se abrigar nas cavernas. Especialista sai na frente para verificar se as cavernas são seguras. O problema é que Teacup vai atrás sem ninguém perceber. A partir daí, aumentam os problemas.

Cassie ainda está esperando o retorno de Evan que prometeu encontrá-los no hotel. O retorno dele não vai ser tão simples assim. Mais problemas...

Quando pensei que o primeiro livro já foi bastante forte, vem o segundo ainda mais cruel e chocante. Eu, que já estava confusa, fiquei ainda mais perdida! As verdades reveladas no primeiro livro, eram mentiras. Mudou tudo de novo. Ai, deu um nó na minha cabeça...

Fiquei um pouco frustrada com o final. Mas é claro que não vou contar o porquê. Mas, vocês que leram o livro, concordam que o final foi, além de chocante, frustrante? Fiquei com a impressão de que a metade dos acontecimentos foi sem motivo... Também não entendi muito bem o Navalha. Que garoto confuso!

Só posso dizer que estou ansiosa pelo último livro da série para descobrir a verdade, solucionar os mistérios e saber o que vai acontecer com o nosso planeta.

24 de dez de 2016

21 de dez de 2016

VIDA ASSISTIDA - Tess Gerritsen

Editora: Record
Ano: 2012
Páginas: 400
ISBN: 9788501083449 
 
tess gerritsen
 
Sinopse: A idealista Toby Harper trabalha no tranquilo turno da noite da emergência do Hospital Springer. O horário permite que ela se dedique à mãe, que sofre de Alzheimer. Mas esta rotina está prestes a desabar, depois que ela admite um homem em condições críticas causadas por uma possível infecção viral do cérebro. O paciente mal responde ao tratamento e, então, desaparece sem deixar pistas. Antes que Toby possa encontrá-lo, um segundo caso ocorre, revelando um fato terrível: o vírus só pode ser transmitido através da troca direta de tecidos. Seguindo uma pista de mortes que vai de uma jovem prostituta grávida de 16 anos até a sua própria casa, Toby descobre o impensável: a epidemia não aconteceu espontaneamente — alguém a deflagrou.
 
 
A Dra. Toby Harper tinha uma rotina definida: cuidando da sua mãe e trabalhando na emergência de um hospital. A confusão começa quando a polícia traz um homem idoso totalmente perturbado. Pelos sintomas, a médica deduz que pode ser algum problema no cérebro. Mas, antes de poder realizar mais exames, o homem desaparece do hospital. Quando outro homem com os mesmos sintomas morre, Toby fica intrigada e começa a investigar para descobrir a causa dessa misteriosa contaminação.
 
 
A médica descobre que os dois infectados eram homens muito ricos e viviam em um asilo de luxo chamado Brand Hill. Os médicos e os investidores de Brand Hill não ficam nada contentes quando Toby começa a fazer perguntas e levantar suspeitas sobre uma possível epidemia no local.
 
 
À medida em que Toby investiga, sua vida começa a desmoronar. Fica cada vez mais evidente que algumas pessoas não querem que ela descubra a verdade. 
 
 
Enquanto isso, também acompanhamos a vida de Molly, uma prostituta de 16 anos que está grávida. Em algum momento da história, os caminhos de Molly e Toby se cruzam. Que relação poderia haver entre Molly e a investigação de Toby? Leia para descobrir...
 
 
O livro começa com um início bem chocante, uma boa estratégia para prender o leitor. Desde os primeiros capítulos, a autora dá algumas pistas sobre o que está acontecendo. Assim, o leitor pode até resolver o mistério durante a leitura, mas, somente no final, tudo é explicado em detalhes. 
 
 
A história é narrada em terceira pessoa, com muitos detalhes médicos. Quem não tem muita paciência para ler todos esses detalhes pode não gostar. Mas o estilo do livro é esse mesmo. Mais um surpreendente suspense médico da Tess! Estou adorando os livros dela!
 

14 de dez de 2016

RECURSOS DESUMANOS - Pierre Lemaitre

Editora: Vestígio
Ano: 2015
Páginas: 336
ISBN: 9788582861813 
 
 
Sinopse: Alain Delambre é um homem de 57 anos completamente desgastado e ressentido pelos quatro anos de desemprego que vem amargando. Ex-diretor de RH, ele encontra apenas subempregos, o que o desmoraliza cada vez mais. Quando um empregador finalmente resolve considerar sua candidatura para um cargo em uma grande empresa e na área em que é especialista, Alain Delambre se vê disposto a qualquer coisa – a pedir um empréstimo emergencial ao genro que detesta, a se desqualificar aos olhos de sua esposa e de suas filhas e até mesmo a participar do teste final de recrutamento: a simulação de uma tomada de reféns. Neste alucinante jogo em busca da cobiçada posição e do resgate de sua dignidade, Delambre percorre caminhos inesperados, que poderão levá-lo longe demais… 
 


Ele só queria seu emprego de volta...
 

Sabe aquele tipo de livro que você acha que sabe o que vai acontecer, mas se engana totalmente? Recursos Desumanos é um livro assim. Fui surpreendida várias vezes durante a leitura!
 
Alain Delambre é um senhor de 57 anos que está desempregado há quatro anos, desde que foi demitido da empresa em que trabalhava como diretor de RH. Antes de ser demitido, Alain e sua esposa tinham uma vida confortável, possuíam dois carros e um apartamento espaçoso. Após a demissão, se viram obrigados a vender um dos carros e começaram a ter dificuldades para pagar as prestações do apartamento.
 
Na primeira parte do livro, acompanhamos o sofrimento de Alain, narrado em primeira pessoa. Ele se sente fracassado e deprimido por não conseguir um emprego. Fica com vergonha diante das filhas adultas e da mulher. Se sente humilhado em ter que aceitar subempregos. Até que surge uma oportunidade: uma seleção de uma grande empresa para um cargo na sua área. O teste final de recrutamento é a simulação de uma tomada de reféns. Executivos de uma grande empresa serão testados nessa tomada de reféns e os candidatos à vaga de RH terão que conduzir o processo e avaliar os executivos. O objetivo do dono da empresa é descobrir o quanto cada executivo é fiel à empresa.
 
É neste momento que Alain perde o controle. De tão desesperado que está, ele toma atitudes completamente absurdas. Começa a investigar para descobrir qual é a empresa e quem são os executivos que serão avaliados. Contrata um detetive particular para descobrir "podres" de cada um. O problema é que Alain não tem dinheiro para isso. Pega o dinheiro da filha, que estava economizando para comprar um apartamento. Mente muito para a família.
 
Quando finalmente chega a véspera do dia do teste, acontece algo inesperado. Nesse momento eu pensei: "Agora ele vai pirar de vez!" À primeira vista, é o que parece mesmo. Parece que ele surtou de vez.
 
Mas o livro dá muitas reviravoltas. Quando você pensa "agora ele está perdido", Alain tira uma carta da manga. O protagonista me surpreendeu pela esperteza e pela capacidade de manter o sangue frio nas situações mais tensas. São muitos altos e baixos e o final é imprevisível!
 
A leitura foi uma surpresa positiva. Não conseguia largar o livro. Fiquei aflita para saber o que ia acontecer. Foi tenso do início ao fim. Indico para quem busca uma leitura diferente, com uma boa dose de drama, suspense e ação.
 
Clique aqui para saber mais sobre o livro.

7 de dez de 2016

MENSAGENS PARA JÚLIA - Mônica Aguieiras Cortat

Editora: Petit
Ano: 2016
Páginas: 240
ISBN: 9788572533072

 
Sinopse: Quando Clara desencarnou, sua filhinha Júlia tinha apenas 3 anos. Por ser um espírito abnegado, Clara foi autorizada pelos dirigentes espirituais a enviar mensagens à filha. A protagonista conta como foi seu encontro com o pai de Júlia e revela todos os problemas de sua existência quando encarnada, desde o casamento até as incompreensões de seus pais para com suas atitudes e atos humanistas, que provocavam estranhamento entre os conhecidos. As mensagens de Clara à filha foram o caminho que ela encontrou para continuar seu dever de mãe, que, muito mais do que educar e transformar os filhos em cidadãos, direciona-os no caminho de Deus. Um relato emocionante cheio de amor maternal. 

É um livro espírita. Esse tipo de leitura não é a minha praia, mas, como sou bem eclética, abri uma exceção. Antes desse livro, já tinha lido dois livros da Zibia Gasparetto, há muito tempo atrás.

Clara conta toda a sua vida para a filha Júlia por meio de cartas escritas após a morte. É isso mesmo. Clara morre jovem em um acidente, deixando a filha Júlia de três anos. Por ser um espírito evoluído, Clara recebe a autorização para visitar Júlia de vez em quando. Clara está em um lugar de paz e alegria, onde pode ajudar outros espíritos. Neste lugar ela escreve as cartas para deixar para Júlia quando ela estiver preparada para ler.

Em vida, Clara foi uma pessoa muito simples, com um bom caráter e sempre disposta a ajudar os outros. Apesar de ter nascido rica, Clara não teve uma vida muito feliz. Seu casamento foi arranjado pelos pais. Ela não amava o marido e foi traída por ele. O marido de Clara não era má pessoa, mas tinha algumas fraquezas. Júlia herdou a bondade da mãe, mas com uma personalidade mais forte. A personagem que mais me cativou foi Nana. Descendente de escravos, sempre trabalhou de graça para a família de Clara e nunca se queixou da sua situação. Ao contrário, sempre foi doce e carinhosa com todos.

Não sou espírita, mas o livro me fez pensar. Será que vou cumprir minha missão aqui na terra? Será que já vivi outras vidas? Como foram minhas outras vidas?
 

30 de nov de 2016

A MÁGICA DA ARRUMAÇÃO – Marie Kondo

Editora: Sextante
Ano: 2015
Páginas: 160
ISBN: 9788543102092

 
Sinopse: Aos 30 anos, a japonesa Marie Kondo virou celebridade internacional, uma espécie de guru quando o assunto é organização. Seu método é simples, porém transformador. Em vez de basear-se em critérios vagos, como “jogue fora tudo o que você não usa há um ano”, ele é fundamentado no sentimento da pessoa por cada objeto que possui. O ponto principal da técnica é o descarte. Para decidir o que manter e o que jogar fora, você deve segurar os itens um a um e perguntar a si mesmo: “Isso me traz alegria?” Você só deve continuar com algo se a resposta for “sim”. Pode soar estranho no começo, mas, acredite, é libertador. Você vai descobrir que grande parte da bagunça em sua casa é composta por coisas dispensáveis. Prático e eficiente, este método não vai transformar apenas sua casa – ele vai mudar você. Rodeado apenas do que ama, você se tornará mais feliz e motivado a criar o estilo de vida com que sempre sonhou. 

O livro começa dizendo que uma casa bagunçada reflete uma mente bagunçada, por isso é necessário arrumar também a bagunça da mente. Gente! Esse livro é muito bom! Anotei várias dicas para tentar colocar em prática na minha casa.

O método KonMari consiste, basicamente, em jogar fora tudo o que não te traz alegria e guardar somente o que te faz feliz. Só depois do descarte, você começa a organizar as coisas que ficam. 
 
Marie Kondo ensina a organizar a casa por categoria e não por cômodo. Exemplos de categorias: roupas, livros, papelada, etc. Ela aconselha a juntar todos os itens da mesma categoria, para você enxergar tudo o que possui e selecionar o que vai permanecer. Para iniciar a seleção, você deve segurar cada objeto nas mãos e perguntar: “Isso me traz alegria?”. Se a resposta for “não”, você deve descartar.

Se você quiser ver como colocar o método em prática, na internet existem vários vídeos sobre o assunto. Tem até alguns vídeos de programas onde a própria Marie Kondo visita as casas e ajuda as pessoas a organizarem suas coisas.


Para mim, a parte mais difícil da arrumação é jogar coisas fora. Tenho dificuldade de me desfazer de roupas e objetos. Guardo muitas recordações, papelada, entre outros. Acho que não vou conseguir fazer nenhuma arrumação radical, mas já comecei e estou tentando melhorar. No final do livro, a autora diz que os objetos sobre os quais você afirma: “Gosto muito disso!”, não devem ser descartados. Não interessa o que os outros digam!

 

23 de nov de 2016

O NAVIO DAS NOIVAS - Jojo Moyes

Editora: Intrínseca
Ano: 2016
Páginas: 384
ISBN: 9788580579956


Sinopse: Austrália, 1946. É terminada a Segunda Guerra Mundial, chega o momento de retomar a vida e apostar novamente no amor. Mais de seiscentas mulheres embarcam em um navio com destino a Inglaterra para encontrar os soldados ingleses com quem se casaram durante o conflito. Em Sydney, Austrália, quatro mulheres com personalidades fortes embarcam em uma extraordinária viagem a bordo do HMS Victoria, um porta-aviões que as levará, junto de outras noivas, armas, aeronaves e mil oficiais da Marinha, até a distante Inglaterra. As regras no navio são rígidas, mas o destino que reuniu todos ali, homens e mulheres atravessando mares, será implacável ao entrelaçar e modificar para sempre suas vidas. Enquanto desbravam oceanos, os antigos amores e as promessas do passado parecem memórias distantes. Ao longo da viagem de seis semanas — apesar de permeada por medos, incertezas e esperanças — amizades são formadas, mistérios são revelados, destinos são selados e o felizes para sempre de outrora não é mais a garantia do futuro que foi planejado. 

O livro começa nos apresentando quatro mulheres com personalidades totalmente diferentes e que não têm nada em comum, exceto o fato de terem que dividir a mesma cabine no navio.

Avice é uma riquinha mimada. Muito arrogante, presunçosa e preconceituosa. Se considera melhor que todas as outras e só reclama de tudo. Muito chata! Mas ela vai passar por algumas situações bem difíceis, isso talvez a torne uma pessoa um pouco menos arrogante.

Jean é uma menina ainda, a mais jovem de todas, bem cabeça de vento. Fala tudo o que dá na telha, não mede as palavras. Também não mede suas atitudes, o que lhe trará problemas. Avice se irrita várias vezes com Jean (Avice se irrita com todo mundo...).

Margaret é um amor de pessoa. É uma mulher simples que cresceu na fazenda onde vive sua família. Apesar das diferenças, se dá bem com todas as companheiras de cabine. Cabe a ela intermediar os conflitos entre as outras para tornar a convivência um pouco melhor.

Frances é a mais misteriosa de todas, guarda vários segredos. Alguns são revelados durante o livro e outros, somente no final. Apesar de ter uma personalidade fechada, não é má pessoa.

Essas quatro mulheres, com histórias de vida bem diferentes, protagonizam o romance. O leitor pode esperar muito romance neste livro, mas também alguns mistérios e outras coisas mais.

A história me fez pensar em como as pessoas às vezes complicam as coisas que poderiam ser simples. Como a falta de diálogo pode atrapalhar a vida. Seria tão mais fácil se as pessoas dissessem umas para as outras o que estão sentindo...
 

16 de nov de 2016

ESTRANHERISMO - Zack Magiezi

Editora: Bertrand Brasil
Ano: 2016
Páginas: 224
ISBN: 9788528620573


Sinopse: Publicadas originalmente no Instagram, as poesias datilografadas de Zack conquistaram uma legião de fãs, falando sobre sentimentos, medos e dores, amores e perdas, tudo o que de mais profundo toca as pessoas. A sua poesia delicada e bela brinca com as palavras, cria neologismos e conquista os corações, dialogando diretamente com cada um de seus leitores. “Desde que minha vida saiu dos trilhos eu sinto que posso ir a qualquer lugar”, escreve o autor. Felizmente, agora os leitores também podem acompanhar essa jornada poética.


Não costumo ler poesias, mas esse livro me encantou. Algumas poesias são bem curtinhas, mas seu significado é profundo. Em poucas linhas o autor consegue dizer muito e nos faz refletir.


O livro é muito bonito, diferente, meio retrô. Parece que foi escrito com uma máquina de escrever. As páginas mudam de cor conforme o tema das poesias.


Os poemas são intitulados conforme temas escolhidos pelo autor: "Relicários Miúdos", "Pensamentos no varal", "Notas sobre ela" e assim por diante.
semântica
quando digo:
quer casar comigo
quero dizer
se eu virar casa
você mora em mim?

O livro passou-me a impressão de que o autor nos mostra sua alma através de seus poemas. Sabemos que ele procura um amor, uma mulher, que ele acredita que vai encontrar quando for o momento certo. Ele a imagina e descreve suas características em seus poemas. São todos muito delicados, repletos de sentimentos e emoções. Repletos de sensibilidade. 
glossário
apreço
impossibilidade
de colocar preço
Recomendo para quem gosta de poesia e para quem quer experimentar uma leitura diferente das que está acostumado.

9 de nov de 2016

CORRENTE SANGUÍNEA - Tess Gerritsen

Editora: Record
Ano: 2011
Páginas: 416
ISBN: 9788501083456


Sinopse: Tranquility é uma pequena cidade de veraneio que faz jus a seu nome, o lugar perfeito para que a Dr. Claire Elliot refaça sua vida após a morte do marido. Mas o que ela não sabe é que a cidade de Tranquility tem uma história macabra, marcada por crimes terríveis. Quando acontecimentos do passado começam a se repetir, a Dr. Claire pode ser a única esperança de impedir que essa nova onda de sangue se alastre.


Este livro não é da série Rizzoli e Isles, portanto, não vamos ver as duas.

Quem protagoniza a história é a médica Claire Elliot. Após perder o marido, ela se muda com o filho para uma cidadezinha chamada Tranquility para fugir dos problemas da cidade grande. Claire toma essa decisão principalmente por causa do filho adolescente que arranjou problemas na cidade onde moravam. Mas os problemas não terminam com a mudança, ao contrário, surgem outros. Claire encontra a resistência dos moradores em aceitá-la como nova médica, e o filho fica mais revoltado ainda por ter que morar em uma cidade contra a sua vontade.

Tudo fica pior quando, sem uma razão aparente, vários adolescentes da cidade começam a ter um comportamento muito violento. Claire começa a investigar a causa dessa mudança de comportamento, que ela acredita ser alguma patologia. Após várias teorias incorretas, a médica começa a se aproximar da verdade. Mas a maioria dos moradores da cidade não a leva a sério, preferem acreditar em bruxaria. Que povinho sinistro e ignorante!

Quando Claire se aproxima da verdade, começa a sofrer ameaças em forma de ataques: pneus furados, vidraças quebradas. Por causa das ameaças, começa a levar em conta a possibilidade de ir embora de Tranquility. Mas está cada vez mais difícil partir, pois ela se apaixonou pelo chefe da polícia.

O suspense é bom. Além do mistério em torno da estranha doença que está atacando os adolescentes, também temos o mistério sobre quem está ameaçando Claire. Alguém não quer que ela descubra a verdade. Mais para o final do livro temos assassinatos e ação!


Gostei e indico para quem procura um suspense um pouco diferente.

2 de nov de 2016

RECORDAÇÃO MORTAL - Nora Roberts

Série Mortal – Livro 22
Editora: Bertrand do Brasil
Ano: 2014
Páginas: 476
ISBN: 9788528618969

nora roberts
 
Sinopse: Em Recordação Mortal, a corajosa tenente Eve Dallas é forçada a mergulhar de volta em seu passado. Trudy Lombard, uma mulher cruel e oportunista que diz ser sua mãe, aparece na Central de Polícia e desperta as piores lembranças na tenente, fazendo-a relembrar o tempo em que era atormentada e torturada diariamente. Mas parece que Eve não foi a única a sofrer nas mãos de Trudy, e talvez alguém esteja em busca de vingança.

Dessa vez, Eve é surpreendida por um fantasma do seu passado. Trudy, uma mãe adotiva que a maltratou quando criança, aparece para extorquir Eve e Roarke.

Mas Trudy não tem muito tempo para incomodar, pois logo é assassinada. Agora, Eve precisa descobrir quem a matou. Os primeiros suspeitos são o filho e a nora. Mas Eve também trabalha com a possibilidade de Trudy ter um cúmplice para ajudá-la nas extorsões. Logo descobre que Trudy também extorquiu outras pessoas. Era uma trambiqueira de marca maior, que colecionou muitos inimigos ao longo da vida. Após essa descoberta, a lista de suspeitos aumenta consideravelmente. Não vou revelar mais sobre a investigação para não perder a graça para quem vai ler.

Não é um dos melhores livros da série. Poderia ter um pouco mais de suspense e ação. Nenhum dos personagens conseguiu me conquistar. A autora insiste muito na história do passado de Eve, o assunto é recorrente em todos os livros da série, está ficando muito repetitivo. Espero que o próximo livro melhore. Seria uma pena se a série começasse a desandar.
 

26 de out de 2016

PERDIDO EM MARTE - Filme

Direção: Ridley Scott
Duração: 144 minutos
Ano: 2015
Classificação: 12 anos
Gênero: Ficção Científica

 
Sinopse: O astronauta Mark Watney (Matt Damon) é enviado a uma missão em Marte. Após uma severa tempestade ele é dado como morto, abandonado pelos colegas e acorda sozinho no misterioso planeta com escassos suprimentos, sem saber como reencontrar os companheiros ou retornar à Terra.

Esse filme é para quem gosta do improvável e do impossível. Acontecem umas coisas muito loucas. É muita ficção científica! Uma viagem!


Após ser atingido em uma tempestade em Marte, o astronauta Mark é dado como morto e deixado para trás pelos colegas. Quando acorda, percebe que está sozinho e precisa descobrir como sobreviver. 


 
Nosso protagonista é um cara muito legal, inteligente, corajoso e divertido. Apesar de estar sozinho em Marte, prestes a morrer, ele não desiste. Encontra uma forma de se comunicar com a NASA para avisar que está vivo. Na NASA, tem aquele pessoal que só está preocupado com o sucesso da missão. Mas sempre tem aquelas pessoas que desobedecem e fazem a diferença. Alguns personagens secundários também são bem engraçados.


Para mim, a melhor parte do filme é o momento em que toca Starman do David Bowie. A música toca inteira durante as cenas em que todos se preparam para o resgate de Mark. Essa música tem tudo a ver com o filme!



19 de out de 2016

GREY - E. L. James

Editora: Intrínseca
Ano: 2015
Páginas: 528
ISBN: 9788580577730 

 
Sinopse: Na voz de Christian, e através de seus pensamentos, reflexões e sonhos, E L James oferece uma nova perspectiva da história de amor que dominou milhares de leitores ao redor do mundo. Christian Grey controla tudo e todos a seu redor: seu mundo é organizado, disciplinado e terrivelmente vazio – até o dia em que Anastasia Steele surge em seu escritório, uma armadilha de pernas torneadas e longos cabelos castanhos. Christian tenta esquecê-la, mas em vez disso acaba envolvido num turbilhão de emoções que não compreende e às quais não consegue resistir. Diferentemente de qualquer mulher que ele já conheceu, a tímida e quieta Ana parece enxergar através de Christian – além do empresário extremamente bem-sucedido, de estilo de vida sofisticado, até o homem de coração frio e ferido. Será que, com Ana, Christian conseguirá dissipar os horrores de sua infância que o assombram todas as noites? Ou seus desejos sexuais obscuros, sua compulsão por controle e a profunda aversão que sente por si mesmo vão afastar a garota e destruir a frágil esperança que ela lhe oferece? 

 
Não sei exatamente o que eu esperava desse livro, acho que queria saber o ponto de vista de Grey. Nesse aspecto, o livro atendeu às minhas expectativas.

O que se pode facilmente concluir é que Grey é um tarado. Enquanto Ana se apaixonava, praticamente à primeira vista, ele só pensava em sacanagem. Demorou muito para Grey se dar conta de que estava gostando dela, foi necessário o psiquiatra dizer isso com todas as letras para ele. Continuo com a mesma opinião sobre Grey: que babaca!

A narrativa de Grey não é tão enjoativa quanto a de Ana. Ele é bem mais direto e divertido. Mas também é repetitivo em alguns trechos. A impressão que o livro nos passa é que Grey só pensa em sexo. Não entendo como ele pode ser um empresário tão bem sucedido se quase não fica na empresa, está sempre correndo atrás de suas taras.

Imaginei que o livro contasse toda a história da trilogia dos 50 Tons de forma resumida. Mas não é isso que acontece. O livro Grey termina exatamente com o mesmo final do primeiro livro da trilogia. Então, se você não leu a trilogia dos 50 Tons, ficará sem saber o que vai acontecer com Grey e Anastácia, até sair a continuação.
 

12 de out de 2016

DIA DAS CRIANÇAS - Brinquedos dos Anos 80 e 90

Olá, queridos leitores!
 
O Dia das Crianças é sempre um dia de nostalgia para mim. Adoro lembrar da minha infância. Por isso, hoje trouxe para vocês alguns dos brinquedos que marcaram a infância de muitos de nós!
 
 

Quem não lembra da mola-maluca?
Eu tinha uma dessas e adorava!
 
 
peças de montar
As peças de montar eram meus brinquedos favoritos.
 


Pega-varetas
Um brinquedo simples que reunia toda a família.
 
 
 
Pega-peixes - ficava horas pescando!
 
 
 
Estojo automático
Material escolar, mas para muitas crianças, virou brinquedo.
 
 
Mini-game - esse foi o brinquedo mais "moderno" que tive.
 
Vocês se lembram de algum destes brinquedos?
Quais brinquedos marcaram sua infância?
 
Desejo um Feliz Dia das Crianças para todas as crianças e para todos os adultos que mantém viva a criança que um dia foram.