27 de dez de 2012

DIÁRIOS DO VAMPIRO - DIÁRIOS DE STEFAN – ORIGENS

Série: Diários do Vampiro - Diários de Stefan - Livro 01
Autor: L. J. Smith, Kevin Williamson, Julie Plec
Editora: Galera Record
Ano: 2011
Páginas: 192

ISBN: 9788501092625


SINOPSE
Stefan Salvatore, braço direito do pai em Veritas, se prepara para administrar a propriedade da família até ver seus sonhos interrompidos pela expectativa de um casamento arranjado. Rosalyn é de boa estirpe, muito recatada… mas Stefan não vê um futuro feliz ao seu lado. Já seu irmão, Damon, recém-chegado da guerra, é indomável e comprometido apenas com seus desejos. Apesar das personalidades conflitantes, Stefan e Damon são inseparáveis até conhecerem Katherine, uma jovem misteriosa e deslumbrante que, depois de perder os pais num incêndio, encontra abrigo na residência de Giuseppe Salvatore e seus filhos. Katherine e Emily, sua criada, passam a viver na casa de hóspedes e atraem a atenção de todos enquanto a cidade parece a ponto de sucumbir a estranhos ataques a animais. Logo os irmãos estão disputando a atenção de Katherine sem saber que, por trás de seus suntuosos vestidos de seda, joias e sorriso inocente, ela esconde um terrível segredo que marcará as vidas dos três para sempre. Baseada na série de TV Vampire Diaries, Origens, primeiro volume de Diários de Stefan, revela toda a verdade sobre o que realmente aconteceu entre Stefan, Damon e Katherine, e mostra como amar pode ser fatal.

Apesar de ter sido lançado depois, esse livro conta o início da história. Como Stefan e Damon conhecem Katherine e como se transformam em vampiros. Para quem pretende ler a série, recomendo que comece por esse livro, pois assim vai entender melhor o início de tudo e o desenrolar dos fatos. É uma história de época e narra com riqueza de detalhes os personagens e os acontecimentos. O livro é curto e de fácil leitura.
Eu já sabia mais ou menos o que ia acontecer porque assisti ao início da série, que explica muita coisa. Mas isso não tornou o livro menos interessante. Gosto muito de ler os livros antes de assistir ao filme ou série, porque assim posso imaginar os personagens e os lugares em que se passam as histórias. Também fico imaginando como as cenas serão produzidas no cinema ou na TV. Neste caso, não consigo imaginar os personagens diferentes dos atores da série, pois já assisti. Impossível imaginar a Katherine/Elena loira ou o Damon e o Stefan diferentes.

Confesso que, desde o início da série, simpatizei mais com o Damon. Acho que o Stefan é bonzinho demais, não existe homem assim. Ler este livro me fez preferir ainda mais o Damon. Não posso contar porque, seria spoiler, mas quem já leu sabe o porque. Apesar de Stefan ser bom caráter e tudo, ele é muito hesitante, sem atitude, sem saber o que realmente quer. Damon é mais decidido e determinado. Enfim, para quem curte a série, recomendo a leitura e, para quem não conhece e está a fim de conhecê-la, deve começar por este livro.

28 de out de 2012

DEPOIS DO PRIMEIRO BEIJO - Ana Carla Santos

Autor: Ana Carla Santos
Editora: Modo Editora
Ano: 2012
Páginas: 244
ISBN: 9788565588171





SINOPSE: Por ser imatura, Juliana não consegue se relacionar com os garotos. Virou piada entre as amigas que passam os dias arquitetando planos para arrumar um pretendente para garota. Então, ela conhece o senhor Hélio, um velhinho bonachão, que no intuito de tranquilizá-la, conta algumas histórias que falam de amor, encontros e almas gêmeas. As belas histórias despertam em Juliana o desejo de mudar. Apesar do medo e da insegurança ela toma a decisão de dar o seu primeiro beijo. Com a ajuda de Bia e Duda, suas melhores amigas, ela parte em uma divertidíssima caçada ao garoto ideal com direito a uma lista de possíveis pretendentes, belos lugares, eventos e atrapalhados encontros. Uma trama que envolve as delícias e desventuras de um amor puro, forte e eterno.

O livro conta a história de Juliana, uma adolescente de 17 anos que está em busca do seu primeiro beijo. Suas amigas já beijaram e decidem ajudá-la na busca pelo garoto certo. Em meio a alguns garotos “errados”, Juliana conhece um garoto especial e descobre que está apaixonada por ele. As cenas da história se passam na escola, na praça, na sorveteria, no quarto das garotas e até em um passeio de ônibus.

A história é narrada em primeira pessoa (por Juliana) e no presente. O texto é leve e de fácil compreensão, a leitura flui facilmente. A construção dos personagens também é simples. Cada um tem características de personalidade que os diferencia dos outros. Alguns personagens são tímidos, outros são mais extrovertidos e também tem os mentirosos e de caráter duvidoso.
O público alvo desse livro está bem definido: adolescentes. Recomendo a leitura para todos os jovens que estão vivendo os dilemas típicos dessa fase, assim como Juliana. Para mim, a leitura do livro trouxe de volta as doces recordações da adolescência.

8 de set de 2012

72 HORAS PARA MORRER - Ricardo Ragazzo

Autor: Ricardo Ragazzo
Editora: Novo Século
Ano: 2011
Páginas: 254
ISBN: 9788576794950




Sinopse: Pior do que conhecer um Serial Killer, é um Serial Killer conhecer você! “O Carro pertence à sua namorada.” Com essas palavras, Júlio Fontana, delegado da pacata cidade de Novo Salto, tem a vida transformada em um inferno. Pessoas próximas começam a ser brutalmente assassinadas, como parte de uma fria e sórdida vingança contra ele. Agora, Júlio terá que descobrir a identidade do responsável por esses crimes bárbaros, antes que sua única filha se torne o próximo nome riscado da lista. 72 Horas para Morrer é uma corrida frenética contra o tempo, que prenderá o leitor do início ao fim.
O delegado Júlio tem a missão de investigar as mortes brutais de pessoas próximas a ele. Em meio ao sofrimento e a revolta por causa dos assassinatos, é necessário manter a lucidez para descobrir a identidade do assassino e o motivo por trás de tudo. Enquanto Júlio investiga, teme pela vida de sua filha, que pode ser o próximo alvo do assassino. O pai tenta desesperadamente protegê-la.

Ao leitor cabe tentar descobrir não somente quem é o assassino, mas também o motivo que o leva a cometer os crimes. O livro me surpreendeu muito, porque a trama se desenrola de uma forma totalmente inesperada. Quando leio um suspense, tento adivinhar quem é o assassino, às vezes acerto. Neste livro, acertei em parte, mas não tinha nem ideia do motivo. O motivo é uma surpresa que o autor reserva para o final.

É um thriller de suspense, indicado para quem gosta de mistério, investigação, pistas, serial killers. Contem cenas fortes. Não sou muito chegada em histórias de terror, mas adoro suspense policial, por isso gostei muito do livro.


22 de jul de 2012

ROUBADA - Lesley Pearse

Editora: Novo Conceito
Ano: 2011 

Páginas: 376
ISBN: 9788563219367



Sinopse: Foi em Sussex, 2003. Quando uma bela garota loira é encontrado quase afogada em uma praia. Ela não tem memória de quem é ou que horrores a deixaram lá. Mas um artigo sobre ela em um jornal de Brighton faz o alarme tocar para a esteticista Dale, que mostra as fotografias de Lotte Wainright para a polícia. As meninas se encontraram enquanto trabalhavam em um navio de cruzeiro e sua amizade floresceu enquanto navegaram os mares da América do Sul, até Lotte cair sob a influência sinistra de um casal de idosos americanos. Para seu arrependimento, Dale não vê Lotte desde que deixou o navio meses atrás... mas a menina na praia - embora machucada - é realmente sua amiga de quem sentiu muita falta. A reunião só marca o início de uma onda de segredos perigosos, mentiras e pesadelos. Onde Lotte esteve? Quem é o homem que parece querer matá-la? E o que aconteceu ao bebê que ela recentemente deu a luz? Dale e Lotte devem cavar fundo e encontrar a força para lutar contra todas as probabilidades, se quiserem reconstruir sua amizade e sobreviver ao passado roubado - e mortal - de Lotte.

Comecei a ler o livro sem muita expectativa. Pensei que fosse uma historinha leve, direcionada mais para o público adolescente. Imaginei uma trama com um pouco de suspense e muito romance, estilo mamão-com-açúcar.

Estava totalmente enganada. O início do livro até foi um pouco monótono, mas logo depois, a história fica muito interessante e eletrizante.

A história toda gira em torno do misterioso passado de Lotte. Ela é encontrada desmaiada e toda machucada na praia. Está sem memória, não sabe seu nome e não reconhece ninguém. Uma amiga a reconhece no jornal e vai visitá-la no hospital. Ela avisa seus pais e os outros amigos. Aos poucos, Lotte vai recordando o seu passado, mas não consegue lembrar o que aconteceu no último ano em que esteve desaparecida e nem de como foi parar naquela praia.

Depois que Lotte deixa o hospital, volta para a casa dos amigos com quem morava antes de sumir. A partir deste momento a história ganha mais ação. No desenrolar dos acontecimentos, ela recorda tudo o que aconteceu e conta à amiga Dale. Junto com as lembranças dela, nós ficamos sabendo de tudo o que aconteceu. Vivenciamos cada cena e sofremos com Lotte.

Lotte nos surpreende mostrando uma força que não parecia ter. O desfecho da história é cheio de reviravoltas e segredos revelados. No final, quando o leitor pensa que já sabe toda a verdade, ainda é surpreendido por revelações chocantes!

Eu diria que o livro é um thriller psicológico que nos mantém presos durante toda a história e ansiosos para descobrir o final.


20 de jul de 2012

Feliz Dia do Amigo!

Feliz Dia do Amigo a todos os meus amigos e amigas (inclusive os virtuais!)


Um abraço a todos!!!

15 de jul de 2012

AMANHECER – Stephenie Meyer

Série: Crepúsculo - Livro 04
Autor: Stephenie Meyer
Editora: Intrí­nseca
Ano de Lançamento: 2009
Número de Páginas: 567
ISBN: 9788598078465



Sinopse: “Quando se ama aquele que vai matá-la, não restam alternativas. Como se pode correr, como se pode lutar, quando essa atitude magoaria o amado? Se sua vida é tudo o que você tem para dar ao amado, como não dá-la?” 

Estar apaixonada por um vampiro é tanto uma fantasia como um pesadelo, costurados em uma perigosa realidade para Bella Swan. Empurrada em uma direção por sua paixão por Edward Cullen, e em outra por sua ligação com o lobisomem Jacob Black, ela resistiu a um ano de tentação, perda e conflito. O momento da escolha entre ser parte do mundo dos imortais e permanecer humana é o marco que poderá mudar o destino dos clãs de vampiros e de lobisomens.
Agora que Bella tomou sua decisão, uma assustadora corrente de acontecimentos está para se desdobrar, com consequências devastadoras. Quando as feridas parecem prontas para ser cicatrizadas, e os confrontos da vida de Bella, resolvidos, isso pode significar a destruição. Para sempre.
Assombroso e de tirar o fôlego, Amanhecer, a aguardada conclusão da saga Crepúsculo, esclarece os mistérios e os segredos desse épico romântico.

Stephenie Meyer, autora dos três livros anteriores da saga Crepúsculo (Crepúsculo, Lua Nova e Eclipse), no quarto livro, que traz o desfecho da série, tem a importante missão de atender à expectativa de milhões de leitores que anseiam pelo final da história de amor entre o vampiro Edward Cullen e sua namorada humana, Bella Swan.

Em Amanhecer, chega o momento de Bella tomar sua decisão mais importante, tornar-se imortal ou permanecer humana. Mas a trama se desenrola de tal forma que não caberá a ela tomar essa decisão, e sim a Edward, que precisará da autorização de Jacob, até então, seu rival.
Após o casamento de Bella e Edward, os problemas começam com a inesperada gravidez de Bella, que põe em risco sua vida, deixando todos aflitos. Após o parto, Edward é obrigado a transformar Bella em vampira para salvá-la. O nascimento de Renesmee muda completamente o rumo da história. O foco da narrativa deixa de ser a decisão de Bella, em se tornar ou não imortal, presente nos três primeiros livros, e passa a ser a luta pela salvação da família Cullen e dos seus amigos lobos. Em meio às descobertas de sua nova vida como vampira, Bella se vê diante da missão de proteger sua filha Renesmee do implacável julgamento dos Volturi, que a consideram uma ameaça e pretendem destruí-la. Será necessária a união entre vampiros e lobos para defender a quem amam e a si próprios.

Amanhecer consegue ser mais envolvente que os três primeiros livros da saga dos vampiros, pois surpreende o leitor a cada capítulo, com acontecimentos impossíveis de prever. Tudo o que os leitores e fãs da série esperavam desde Crepúsculo, finalmente se realiza: Bella e Edward se casam, tem sua primeira noite de amor, e, no desenrolar da trama, Bella finalmente se torna imortal. Mas, em meio a estes acontecimentos já esperados, ocorrem muitos outros fatos surpreendentes, que mudam o rumo da história para um desfecho emocionante.

A autora conseguiu atender à grande expectativa deixada pelos outros livros da série. Os leitores vão encontrar em Amanhecer tudo o que esperavam e muito mais.

9 de jun de 2012

O SÍMBOLO PERDIDO - Dan Brown


Autor: Dan Brown
Tradução: Fernanda Abreu
Editora:
Sextante
Ano da Edição: 2009
Número de páginas: 512
ISBN: 9788599296554



Depois de ter sobrevivido a uma explosão no Vaticano e a uma caçada humana em Paris, Robert Langdon está de volta com seus profundos conhecimentos de simbologia e sua brilhante habilidade para solucionar problemas.
Em O Símbolo Perdido, o célebre professor de Harvard é convidado às pressas por seu amigo e mentor Peter Solomon - eminente maçom e filantropo - a dar uma palestra no Capitólio dos Estados Unidos. Ao chegar lá, descobre que caiu numa armadilha. Não há palestra nenhuma, Solomon está desaparecido e, ao que tudo indica, correndo grande perigo.
Mal´akh, o sequestrador, acredita que os fundadores de Washington, a maioria deles mestres maçons, esconderam na cidade um tesouro capaz de dar poderes sobre-humanos a quem o encontrasse. E está convencido de que Langdon é a única pessoa que pode localizá-lo.
Vendo que essa é sua única chance de salvar Solomon, o simbologista se lança numa corrida alucinada pelos principais pontos da capital americana: o Capitólio, a Biblioteca do Congresso, a Catedral Nacional e o Centro de Apoio dos Museus Smithsonian.
Nesse labirinto de verdades ocultas, códigos maçônicos e símbolos escondidos, Langdon conta com a ajuda de Katherine, irmã de Peter e renomada cientista que investiga o poder que a mente humana tem que influenciar o mundo físico.
O tempo está contra eles. E muitas outras pessoas parecem envolvidas nessa trama que ameaça a segurança nacional, entre elas Inoue Sato, autoridade máxima do Escritório de Segurança da CIA e Warren Bellamy, responsável pela administração do Capitólio. Como Langdon já aprendeu em suas aventuras, quando se trata de segredos e poder, nunca se pode dizer ao certo de que lado cada um está.

Mais uma aventura alucinante de Dan Brown. Quem gostou de “O Código da Vinci” e “Anjos e Demônios” também vai gostar de “O Símbolo Perdido”. A aventura começa quando o simbologista Robert Langdon é convidado pelo amigo Peter Solomon a dar uma palestra em Washington, mas não é nada disso que acontece. Quando chega à capital americana, Robert se vê em meio a acontecimentos estarrecedores. Então começa uma caçada seguindo pistas e desvendando enigmas para salvar seu amigo, que está sendo mantido refém de um assassino obcecado em descobrir o Símbolo Perdido.

No decorrer da história encontramos muita ação e muito suspense. O livro nos prende do início ao fim. No final, o autor consegue nos surpreender com a revelação dos segredos e verdadeiros motivos por trás dos acontecimentos.

Sou suspeita para falar, porque gosto desse tipo de livro e gostei de todos os livros do autor. Portanto, recomendo o livro para quem gosta do estilo de Dan Brown: ação, suspense e muitos enigmas e mistérios. Quem gostou de um dos livros dele vai gostar de todos, pois são escritos no mesmo estilo. São ficções misturadas com elementos da história e atualidade.

13 de mai de 2012

MÃE...






Mãe... São três letras apenas

As desse nome bendito:
Também o Céu tem três letras...
E nelas cabe o infinito.

Para louvar nossa mãe,
Todo o bem que se disse
Nunca há de ser tão grande
Como o bem que ela nos quer...

Palavra tão pequenina,
Bem sabem os lábios meus
Que és do tamanho do Céu
E apenas menor que Deus!

Mário Quintana


Homenagem à minha mãe querida e a todas as mães do mundo!


1 de mai de 2012

Primeiro post de uma blogueira iniciante


Meu primeiro post! Nem acredito que finalmente tomei coragem de criar um blog. Há muito tempo alimento o desejo de ter um blog literário para falar dos livros que li e compartilhar opiniões com outros leitores.
Meu blog será essencialmente literário, mas também haverá outras coisas. Compartilharei preferências e coisas que gosto.
Já li muitos livros na minha vida e gostaria de ter resenhado todos (e gostaria de me lembrar de todos...). Só comecei a resenhar agora, mas prometi a mim mesma resenhar todos os livros que ler daqui para frente. Pretendo falar de livros recém-lançados, livros famosos e pouco conhecidos. Vou falar também de alguns livros que marcaram minha infância e adolescência.
Fiquei pensando sobre qual seria o primeiro livro resenhado e cheguei à conclusão de que não poderia ser outro:




O PEQUENO PRÍNCIPE – Saint-Exupéry

Autor: Antonie de Saint-Exupéry
Tradução: Dom Marcos Barbosa
Editora: Agir
Ano da Edição: 2009

Número de páginas: 96
ISBN: 8522005230





Sempre que me pedem para indicar ou citar um livro que gostei, este é o primeiro que vem à cabeça. O livro me marcou muito e acho que isso acontece com todo mundo que o lê. É uma história inocente e emocionante, que nos encanta do começo ao final.
O livro conta a história de um homem e um garotinho que se encontram no deserto. O homem vai parar no deserto por causa de uma pane em seu avião. O garotinho surge do nada afirmando ser um príncipe e vir de outro planeta. A partir daí, o garotinho conta histórias fascinantes sobre seu planeta pequenino e sobre suas viagens pelos outros planetas. Essas histórias fazem com que o homem volte a sonhar e soltar a imaginação, coisa que ele não fazia desde criança. Ao longo da história, encontramos as conhecidas frases que vemos a toda hora por aí.
Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas.”
Foi o tempo que dedicaste à tua rosa que a fez tua rosa tão importante.”
Essas e muitas outras frases são ditas no decorrer da história que nos é narrada. Eu já conhecia essas frases antes de ler o livro, mas parece que depois de ler a história elas adquiriram um sentido mais profundo para mim.
Para quem ainda não conhece a história, não vou contar detalhes para não estragar a surpresa. Mas posso dizer que esse livro pode ser lido e relido em qualquer idade, pois as lições contidas nele são para a vida toda. Também assisti ao filme, que é muito emocionante!


A edição que eu tenho é simples mas muito bonita, tem 96 páginas, é de fácil leitura e está repleta de desenhos do autor. Os desenhos o tornam mais atrativo para crianças (confesso que eu também gostei muito). Considero esse livro sempre uma boa sugestão de presente para crianças e adolescentes. As crianças provavelmente não vão entender a profundidade das mensagens no início, mas no futuro, quando o relerem, vão compreender.
É difícil mencionar a parte do livro que mais gostei, pois gostei de todas. Algumas passagens são engraçadas e outras são muito emocionantes. Confesso que chorei no final.
P.S.:
Consegui meu livro no Qualibest (um site onde você responde pesquisas, recebe pontos e pode trocá-los por prêmios). Troquei meus pontos pelo livro, não me arrependi da troca e não pretendo me desfazer do livro.