27 de mar de 2019

A HERANÇA - John Grisham

Editora: Rocco
Ano: 2014
Páginas: 560
ISBN: 9788532529558



Sinopse: John Grisham regressa ao cenário e ao personagem principal de "Tempo de Matar", um dos romances mais populares do nosso tempo. Seth Hubbard é um homem milionário que está morrendo de câncer nos pulmões. Não confia em ninguém. Antes de se enforcar num sicómoro, Seth faz um novo testamento. Este documento irá arrastar os seus filhos adultos, a sua empregada negra e o advogado Jake Brigance para um conflito dramático e arrasador, semelhante a aquele que três anos antes, fez de Jake um dos advogados mais conhecidos da região. O segundo testamento levanta muito mais questões do que aquelas a que responde. Por que razão deixaria Seth quase toda a sua fortuna para a empregada? Teria a quimioterapia afetado a sua lucidez? John Grisham regressa ao cenário e aos personagens que fizeram dele o romancista preferido da América, enfrentando uma vez mais um julgamento ferozmente controverso, que irá revelar velhas tensões raciais e obrigar o Condado de County a confrontar a sua história.

Seth Hubbard é encontrado enforcado em sua propriedade. O xerife Ozzie Walls encontra uma carta onde Seth explica que estava sofrendo de câncer, por isso decidiu tirar a própria vida.

O advogado Jake Brigance recebe pelo correio um testamento escrito por Hubbard. No novo testamento, Seth invalida o anterior. No testamento anterior, feito por advogados, Seth deixava quase tudo para os dois filhos. No novo testamento, escrito à mão, deixa a maior parte dos bens para Lettie, sua empregada negra. Através de uma carta, Seth nomeia Jake como advogado do espólio e pede que ele garanta que seus filhos não receberão nada.

É claro que os filhos não aceitarão isso de forma pacífica e contestam o testamento, iniciando uma batalha judicial. Após fazer o levantamento dos bens, todos descobrem que a fortuna é muito maior do que poderiam imaginar.

O livro nos mostra como os advogados fazem tudo de caso pensado. Cada ação e cada palavra tem um objetivo. Jake também usa esse artifício a seu favor, várias vezes. Quando quer convencer a população da cidade sobre algo, frequenta a cafeteria e conversa com os moradores de forma informal, apenas para garantir que, quando saírem dali, todos contarão a história da forma que ele quer. Jake também joga com o juiz e com os advogados da contestação, manipulando-os sem que percebam.

A narrativa se arrasta em algumas partes. Principalmente, antes do julgamento. Fiquei um pouco entediada com tantos detalhes. O julgamento é o ápice, que fica para o final do livro, claro! Quem será que vai ganhar o caso?

O grande mistério da trama é: por que o milionário deixou toda sua fortuna para Lettie? O motivo só é revelado perto do final e vai gerar uma grande reviravolta na história.

A Herança é uma espécie de continuação de Tempo de Matar. No livro anterior, Jake teve seu primeiro grande caso, que é mencionado várias vezes durante a narrativa. Indico a leitura para quem curte o estilo de John Grisham e para quem gosta de histórias que envolvem tribunais e julgamentos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente e faça uma blogueira sonhadora feliz!