19 de ago de 2015

IRMANDADE DE COPRA - Caroline Defanti

Livro 01
Editora: Arwen
Ano: 2015
Páginas: 432
ISBN: 9788568255087
caroline defanti

Sinopse: Em um futuro longínquo, a quase extinção do ser humano fez com que os poucos que restaram lutassem pela sobrevivência em colônias extraterrestres. Entretanto, alienígenas se apossam da Terra e a curam, mas os homens desejam ter seu planeta e vidas de volta.  Mas os seres não parecem dispostos a abrir mão de seu novo lar. Por isso, os homens criam novos soldados, uma raça nova capaz de combater essas criaturas e recuperar o planeta. Assim nasce a Irmandade de Copra!

Acredito que é sempre bom prestigiar um autor nacional, gosto de apoiá-los. Por isso, frequentemente, resenho livros nacionais no blog. Irmandade de Copra foi uma grata surpresa. A autora foi bem criativa na escolha do tema e na construção do enredo. 

Imaginem o planeta Terra dominado por alienígenas e os humanos tendo que viver na Lua e em Marte. Os humanos foram obrigados a sair porque a Terra ficou inabitável. Os alienígenas (que no livro são chamados de Copranos) estão curando o planeta. Só que agora, os humanos o querem de volta.

O avanço da Ciência foi tão grande que os cientistas estão utilizando DNA de alienígenas para tornar os humanos mais poderosos, com habilidades especiais. Esses humanos geneticamente modificados são chamados de Irmãos e formam a Irmandade. A Irmandade tem a missão de lutar contra os Copranos para recuperar o domínio sobre a Terra.

Durante toda a leitura fiquei pensando: “Por que os dois povos não podem viver em harmonia no planeta Terra? ”

Já no início da leitura, fiquei do lado dos Copranos ao invés de torcer pelos humanos. Os aliens foram descritos como seres pacíficos, que só atacam para se defender. Só utilizam da Terra os recursos que precisam para sobreviver. Ou seja, são muito melhores que os humanos, que matam por ganância e exploram os recursos do planeta de forma inconsequente. Levando em conta que também existem humanos bons, é claro que fiquei torcendo por um final feliz para todos!

Na primeira parte do livro, acompanhamos os integrantes da Irmandade. Alguns são figuras muito engraçadas, com direito a diálogos hilários! A protagonista da história é Aeris (também chamada de Musa). Aeris tem o poder de cativar os outros, despertando neles a necessidade de protegê-la.

Seguindo a leitura, também temos a oportunidade de conhecer melhor o povo Coprano. Apesar de serem feinhos (coitadinhos...), são seres adoráveis! Eles não mentem e não traem, apenas fazem o bem. Se a humanidade tivesse as qualidades deles, com certeza, nosso planeta seria um lugar bem melhor.

O livro é intrigante, são muitos mistérios para revelar. Alguns são revelados, outros não. No final, fiquei aflita porque a história não termina! Mas a autora já me tranquilizou, pois revelou que vai ter continuação, ufa! Agora é só ler o próximo livro para saber o que vai acontecer com a Irmandade e com os Copranos.

A capa é muito bonita e o interior do livro também. A ortografia e a diagramação são excelentes. Percebe-se que o livro foi escrito e produzido com dedicação e carinho. No final, há um glossário muito útil para entender melhor os termos e expressões que aparecem no livro. Recomendo a leitura para quem curte ficção científica, alienígenas e histórias pós-apocalípticas.

alienigenas

extraterrestres

4 comentários:

  1. Nossa lady escreve com paixao...otima resenha. Nos atiça sem revelar dados do livro.

    ResponderExcluir
  2. Esse livro está bombamdo nos blogs e á cada resenha em dá mais vontade de ler. esse lance da mistura de DNA humano com alienígena deve ser bem interessante. E que curioso vc torcer pelo ets. Mas dá para compreender.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que se você ler o livro, também vai torcer por eles.

      Excluir

Comente e faça uma blogueira sonhadora feliz!