9 de fev de 2013

RAUL - O INÍCIO, O FIM E O MEIO

Direção: Walter Carvalho
Duração:120 minutos
Ano: 2010
Classificação: 12 anos
Gênero: Documentário


Fazia tempo que queria assistir a esse documentário; finalmente consegui. Raul Seixas morreu em 1989. Na época eu tinha apenas 8 anos, não cheguei a conhecê-lo. Mas, anos mais tarde, conheci suas músicas, me encantei e até hoje gosto de escutá-las. É difícil encontrar alguém que não goste de pelo menos uma música do Raul. Gosto principalmente das letras, são muito inteligentes (não dá para comparar com o que vemos por aí hoje em dia...).

No documentário, amigos, familiares e artistas contam a história de Raul e falam sobre sua personalidade e vida particular. Conhecemos a infância, o início da carreira, os amigos e parceiros nas composições, os amores, os vícios e, claro, as músicas. Vale destacar as participações de Paulo Coelho (amigo e parceiro de composições), Pedro Bial, Caetano Veloso, entre outros.

As melhores músicas de Raul estão todas lá: Gita, Metamorfose Ambulante, Maluco Beleza, Medo da Chuva, Meu amigo Pedro, Ouro de Tolo, etc. Amigos e artistas comentam sobre cada música, falando do momento da composição e o sobre o significado das letras. Uma parte do documentário que me chamou atenção é quando Caetano Veloso fala da genialidade da letra de "Ouro de tolo". Eu também acho essa letra genial! Assim como muitas outras.

Infelizmente, Raul se entregou ao vício (cigarro, drogas e álcool) e por isso morreu jovem. Mas, apesar de tudo, deixou seu legado. Permanecerá vivo para sempre, pois suas músicas ficarão na memória de várias gerações.

O documentário tem a duração de duas horas, mas vale a pena assistir. Para todos os fãs de Raul e admiradores de suas músicas, recomendo.
 

6 comentários:

  1. Oi Leila!
    Não conheço muitas músicas do Raul, mas esse documentário parece ser uma ótima oportunidade para conhecer!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  2. Acredito que esse documentário seja ótimo pra qualquer fã, assim como pode ser super interessante pra quem conhece pelo menos alguma música. Acho sempre legal conhecer alguém que tenha deixado um legado tão bacana quanto Raul.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acho... as novas gerações também deveriam conhecer.

      Excluir
  3. Leilinha ~olha eu trabalhada na intimidade kkk~
    Documentários nunca fizeram meu estilo. Fico meio entediada vendo várias pessoas enaltecendo as qualidades de alguém, enquanto seguem uma linha cronológica. Não sei explicar muito bem.
    Mas como adorei o filme do Cazuza e acho o Raulino, uma lenda da musica brasileira, quem sabe eu não me encantaria com este documentário :D

    Abraços lindona

    Baiana Literal
    http://tharcilalima.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para quem é fã do Raul, eu recomendo! Mas lembro que é bem longo...

      Excluir

Comente e faça uma blogueira sonhadora feliz!