2 de jun de 2013

VIVA PARA CONTAR - Lisa Gardner

Editora: Novo Conceito
Ano: 2012
Páginas: 479
ISBN: 9788581630168

Sinopse: Em uma noite quente de verão, em um bairro de classe média de Boston, um crime inimaginável foi cometido: quatro membros da mesma família foram brutalmente assassinados. O pai — e possível suspeito — agora está internado na UTI de um hospital, entre a vida e a morte. Seria um caso de assassinato seguido por tentativa de suicídio? Ou algo pior? D. D. Warren, investigadora veterana do departamento de polícia, tem certeza de uma coisa: há mais elementos neste caso do que indica o exame preliminar. Danielle Burton é uma sobrevivente, uma enfermeira dedicada cujo propósito na vida é ajudar crianças internadas na ala psiquiátrica de um hospital. Mas ela ainda é assombrada por uma tragédia familiar que destruiu sua vida no passado. Quase 25 anos depois do ocorrido, quando D. D. Warren e seu parceiro aparecem no hospital, Danielle imediatamente percebe: vai acontecer tudo de novo. Victoria Oliver, uma dedicada mãe de família, tem dificuldades para lembrar exatamente o que é ter uma vida normal. Mas fará qualquer coisa para garantir que seu filho consiga ter uma infância tranquila. Ela o amará, independentemente do que aconteça. Irá protegê-lo e lhe dar carinho. Mesmo que a ameaça venha de dentro da sua própria casa. Na obra de suspense mais emocionante de Lisa Gardner, autora best-seller do The New York Times, a vida dessa três mulheres se desdobra e se conecta de maneiras inesperadas. Pecados do passado são revelados e segredos assustadores mostram a força que os laços de família podem ter. Às vezes, os crimes mais devastadores são aqueles que acontecem mais perto de nós.
 Fonte: Skoob.

Uma livro tenso do início ao fim. Suspense policial é meu gênero favorito, por isso não resisto. O tema do livro é totalmente novo para mim, nunca havia lido sobre crianças com problemas mentais. Algumas passagens do livro são chocantes e, mais chocante, é pensar que na vida real existem crianças assim.

Tudo gira em torno da investigação do extermínio de duas famílias inteiras. À primeira vista, parece que os assassinatos foram cometidos pelos pais, que depois se suicidaram. Mas a investigadora não se convence, ela acredita que há um outro assassino. Logo, os investigadores descobrem que os assassinatos estão relacionados à ala psiquiátrica de um hospital, onde estão internadas crianças com problemas mentais. Todos que trabalham lá passam a ser suspeitos.

A narrativa se alterna entre a vida da investigadora D.D., a vida da enfermeira Danielle e a vida de Victoria e seu filho com problemas mentais. Essa forma de narrar a história me agradou, pois não a torna monótona e, ao mesmo tempo, nos deixa apreensivos para saber o que vai acontecer com as três mulheres.

O final não me surpreendeu muito, mas foi bem tenso. Conseguimos compreender os motivos por trás dos crimes. Mas tive a impressão de que faltou esclarecer algumas coisas. Os próprios personagens nos dão essa impressão em suas falas no final do livro.

Recomendo para quem gosta de suspense e não se assusta facilmente. A história é extensa, mas foi bem contada.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente e faça uma blogueira sonhadora feliz!