25 de fev de 2015

DEPOIS DA ESCURIDÃO - Sidney Sheldon e Tilly Bagshawe

Editora: Record
Ano: 2010
Páginas: 461
ISBN: 9788501090997

sidney sheldon
 
Sinopse: A doce e angelical Grace Brookstein é a socialite mais querida dos Estados Unidos e leva uma vida de princesa. Até o dia em que seu marido, o bilionário Lenny Brookstein, dono do fundo de hedge Quorum, sai para velejar e nunca mais retorna. Enquanto lida com a trágica morte do marido, um novo escândalo abala a vida de Grace: bilhões de dólares desaparecem do fundo Quorum, provocando a falência de milhares de famílias. Grace torna-se a principal suspeita e da noite para o dia sua vida se transforma. Determinada a provar sua inocência, Grace embarca numa jornada que revelará que ninguém a sua volta é digno de confiança. 

Grace é inocente, mesmo assim é condenada e presa. Quando descobre que foi enganada pelas pessoas à sua volta, começa a lutar para descobrir e provar a verdade, e também para se vingar dos traidores.

No início da história, Grace é ingênua e frágil. Uma dondoca que sempre teve tudo o que quis. No decorrer do livro, o sofrimento a transforma em uma pessoa mais valente e esperta. Gostei mais dessa Grace batalhadora. Cheguei a ficar com dó da coitada, pois quando parece que conseguiu escapar dos problemas, surgem outros ainda piores. Parece uma batalha sem fim.

O livro traz um bom suspense. O leitor tenta descobrir, junto com Grace, quem está por trás de tudo. Desvendei o mistério principal antes da metade do livro. Mas há outros mistérios envolvendo a vida dos outros personagens. Ninguém é o que parece. Todos escondem segredos.

Fiquei um pouco decepcionada com o final. Aconteceu tudo muito rápido. Eu queria mais detalhes. Também queria saber mais sobre o que aconteceu com os outros personagens. Acho que a autora poderia ter explorado um pouco mais. O leitor que não desvendar o mistério durante a leitura, vai se surpreender com o final!

Sabe quando você está lendo um livro e tem a impressão de que já viu essa história? Foi exatamente isso que aconteceu comigo durante toda a leitura. O livro me lembra muito um outro livro de Sidney Sheldon: "Se houver amanhã". A história de Grace é muito parecida com a história de Tracy Whitney (heroína de "Se houver amanhã"). Cheguei a ficar em dúvida várias vezes durante da leitura, achando que já tinha lido esse livro. É uma sensação de déjà vu muito estranha. Também reconheci alguns elementos e fatos presentes em outros livros do autor. Apesar dessas semelhanças, gostei do livro. Indico para quem curte o estilo de Sidney Sheldon, pois Tilly conseguiu escrever de uma forma bem parecida. Dá para matar um pouco a saudade de Sheldon.
 

2 comentários:

  1. O livro é quase uma releitura de Se Houver Amanhã. E tem muito do estilo de Sheldon mesmo. Aquele lance do advogado enganar a cliente para condená-la, já aconteceu em ou tro livro do próprio Sheldon e também em outro livro da Tilly. Eu só não acredito que SS tenha deixado tantos livros inacabados. P mim, tirando A senhora do Jogo, todos os outros livros "póstumos" são criados 100% pela Tilly.

    www.meuslivrosesonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Comente e faça uma blogueira sonhadora feliz!