8 de abr de 2015

PUREZA MORTAL - Nora Roberts

Série Mortal - Livro 15
Editora: Bertrand Brasil
Ano: 2011
Páginas: 432
ISBN: 9788528614725

Sinopse: Em plena Nova York de 2059, um acontecimento chocante abala uma sociedade dependente dos avanços tecnológicos para funcionar à perfeição: um assustador e desconhecido vírus de computador, potencialmente mortal, está se espalhando entre a população, e esse vírus desconhece fronteiras. E quando duas mortes ocorrem em circunstâncias praticamente idênticas, Eve corre em busca de respostas. Contudo, acaba se vendo obrigada a reunir coragem para enfrentar o impossível: um vírus de computador capaz de se espalhar a partir da máquina, infectar um homem, atuar em seu organismo e tomar conta de todo o seu ser. 

Pureza Mortal é o 15º livro da Série Mortal. É o primeiro livro da série que resenho, mas li todos os anteriores. Foi antes de ter o blog, por isso não fiz resenhas na época. Sou apaixonada pela série, desde o primeiro livro "Nudez Mortal". Nora Roberts escreve com um pseudônimo J.D. Robb.

Para quem não conhece a Série Mortal, farei um resumo rápido. A série se passa em Nova Iorque, no futuro, após o ano 2050. Há muita tecnologia e até a colonização de outros planetas. A tenente Eve Dallas investiga homicídios. Em cada livro há uma nova série de assassinatos para investigar, um novo suspense. Paralelamente às investigações, acompanhamos a vida pessoal de Eve e Roarke (com direito a romance e algumas cenas quentes). Temos ainda os amigos de Eve, que são muito divertidos, e as aventuras de Peabody, sua fiel assistente. São sempre os mesmos personagens principais. Ao longo da série acompanhamos a evolução de cada um. Parece que nos tornamos íntimos de todos eles. A cada livro que leio, gosto mais de todos! Aconselho ler os livros na sequência, porque, muitas vezes, acontecimentos de livros anteriores são mencionados. Se você não tiver lido os anteriores, pode ficar um pouco confuso.

Em Pureza Mortal, Eve se depara com um vírus que ataca o cérebro das vítimas através do computador. A tenente precisa lutar contra o tempo para descobrir quem está por trás de tudo e impedir que a ameaça se espalhe. Mais uma vez, ela conta com a ajuda da sua magnífica equipe e de Roarke.

Esse livro me chamou atenção porque há um pouco mais de destaque ao relacionamento de Peabody e McNab, com direito a uma cena em que os dois discutem a relação.

O final conseguiu me surpreender. Quando achamos que está tudo esclarecido, a investigação nos leva para outro rumo. Não consegui deduzir quem estava por trás de tudo. Pergunto para quem gosta de suspense policial: será que você consegue descobrir a verdade?
 

2 comentários:

  1. Ainda pretendo ler essa série policial da Nora. Os românticos eu experimentei e não curti, mas esses parecem ser num estilo bem diferente. Eu publiquei o post sobre meus blogs favoritos e se quiser conferir:

    http://porquelivronuncaenguica.blogspot.com.br/2015/04/sete-super-blogs-literarios.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também não sou muito chegada nos românticos, mas adoro essa série policial!
      Vou ler o post e divulgar!
      Um abraço!

      Excluir

Comente e faça uma blogueira sonhadora feliz!