2 de dez de 2015

A MENTIRA - Helen Dunmore

Editora: Companhia Editora Nacional
Ano: 2015
Páginas: 295
ISBN: 9788504019643



Sinopse: Cornualha, Inglaterra 1920. Um Jovem Soldado volta para casa. O horror das trincheiras e uma grande amizade ficam para trás. E seu futuro lhe reserva as imprevisíveis consequências e uma mentira.

A história toda é narrada por Daniel, que acabou de retornar da guerra. Ele sobreviveu, mas não está feliz. Está muito perturbado por causa dos horrores que viveu nas trincheiras e compartilha conosco suas lembranças. Também lembra constantemente de momentos da sua infância na companhia do amigo Frederick, que não sobreviveu à guerra.

Daniel reencontra Felícia, irmã de Frederick, com quem também convivia muito quando criança. Os dois começam a se encontrar mais e criam um forte laço de afeto. Daniel poderia recomeçar sua vida, mas não consegue, por causa da culpa que não o deixa em paz.

Daniel não é má pessoa. Sempre foi pobre e começou a trabalhar ainda criança para ajudar sua mãe. Sinto pena dele por tudo o que viveu na infância e também pelo que passou na guerra. Mas Daniel também não se ajuda! Agora que poderia ser feliz, fica se atormentando pela culpa que carrega. E para piorar, comete um erro que vai lhe trazer problemas no futuro.

Felícia é uma mulher forte, apesar de não parecer. Mesmo sendo de uma família rica, ela e Frederick sofreram muito na infância. Além do irmão, Felícia também perdeu o marido na guerra e agora está sozinha com uma filha pequena.

O final do livro foi mais ou menos como eu esperava. Os acontecimentos já me levaram deduzir como a história terminaria.

É um livro perturbador. Ao mesmo tempo em que perturba, também prende o leitor. Durante a leitura, as lembranças de Daniel surgem em fragmentos e não seguem uma ordem cronológica. Por isso, fica um suspense no ar, o que nos deixa aflitos para saber o que realmente aconteceu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente e faça uma blogueira sonhadora feliz!