15 de jun de 2016

DEUSA DA LENDA - P. C. Cast

Série: Goddess – Livro 07
Editora: Novo Século
Ano: 2013
Páginas: 392
ISBN: 9788542800968

 

Sinopse: A fotojornalista Isabel, cansada da vida que levava até então, decide voltar à sua terra natal, Oklahoma. No caminho para casa, porém, sofre um acidente, e seu carro é arremessado de uma ponte. Nas escuras e frias águas de um lago, ela luta pela sobrevivência, no limite entre a vida e a morte. Mas Isabel não contava com a ajuda dos deuses: a Deusa das Águas vem a seu socorro. A poderosa deusa se dispõe a salvá-la, mas pede algo em troca. Agora, Isabel deverá viajar pelo tempo, rumo ao lendário reino de Camelot, onde terá a tarefa de seduzir ninguém mais, ninguém menos que Lancelot Du Lac, desviando sua atenção da rainha Guinevere. Simples. Afinal de contas, um cavaleiro charmoso e bonitão é o sonho de qualquer garota, em qualquer século. Infelizmente, nem tudo sai conforme o planejado, e Isabel acaba se apaixonando pelos olhos profundos do sábio Rei Artur! E agora? Será que Isabel deve entregar-se a seu amor verdadeiro, ainda que, com isso, quebre a promessa feita à Deusa das Águas e ainda corra o risco de mudar o destino de sua nação (e do mundo) para sempre?

Para começar, posso dizer que o livro me surpreendeu, porque, quando vi a capa, pensei que se tratasse de mais um livro hot. Mas não é nada disso. Tem uma pitada de sensualidade sim, mas é um livro divertido e muito romântico.

Isabel caiu com o carro em um lago e está morrendo afogada. De repente, ela acorda ao lado de uma deusa em um mundo completamente diferente! A deusa é Viviane, A Deusa das Águas. Viviane salvou Isabel para trazê-la para a sua era: a época do Rei Arthur. Viviane quer salvar Merlin, que está definhando por causa da tristeza de Arthur. Arthur está triste por conta da traição de Guinevere e Lancelot. Para salvar Merlin, Viviane quer que Isabel seduza Lancelot para que assim, Arthur volte a ser feliz com Guinevere. Mas as coisas não saem bem como o planejado, porque Isabel se apaixona por Arthur.

Isabel chega em Camelot como se fosse uma Condessa de um reino Chamado Dumont. A deusa lhe dá um colar mágico que faz com que todos que o vejam acreditem na sua história. Isabel vira uma espécie de heroína do reino, pois parece que ela tem solução para tudo.

Achei a proposta da autora bem criativa. Imagine você estar em plena Camelot! É engraçado ver Isabel perdida em outra época, com outras roupas, outros costumes. Os diálogos são bem divertidos e engraçados, principalmente entre Isabel e Arthur. Mas, em alguns momentos ficam repetitivos, tornando a leitura cansativa. Um exemplo disso é quando Isabel insiste que as empregadas a chamem apenas pelo primeiro nome, e não de Condessa. Isso se repete várias vezes durante o livro, fica chato.

O casal protagonista é legal, mas como em todos os romances, acontecem aqueles mal entendidos e briguinhas sem motivo. Isso me irrita um pouco. Os personagens que me cativaram mais são Mary e James, que são empregados do castelo.

O final me decepcionou um pouco, não sei bem por que, acho que eu esperava mais. Pareceu-me tudo muito fácil de ser resolvido. Claro, não podemos esquecer que estamos falando de um romance, então, até que o final faz sentido. O livro daria um filme, estilo comédia romântica, daqueles em que os protagonistas viajam no tempo. Lembrei-me daquele filme da Whoopi Goldberg, Uma cavaleira em Camelot.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente e faça uma blogueira sonhadora feliz!