5 de out de 2016

A INCRÍVEL HISTÓRIA DE ADALINE - Filme

Direção: Lee Toland Krieger
Duração: 113 minutos
Ano: 2015
Classificação: 12 anos
Gênero: Romance, Fantasia, Drama


Sinopse: Adaline Bowman (Blake Lively) nasceu na virada do século XX. Ela tinha uma vida normal até sofrer um grave acidente de carro. Desde então, ela, milagrosamente, não consegue mais envelhecer, se tornando um ser imortal com a aparência de 29 anos. Ela vive uma existência solitária, nunca se permitindo criar laços com ninguém, para não ter seu segredo revelado. Mas ela conhece o jovem filantropo, Ellis Jones (Michiel Huisman), um homem por quem pode valer a pena arriscar sua imortalidade.


Nunca tinha ouvido falar sobre esse filme. O que chamou minha atenção foi a sinopse, que me lembrou de O Curioso Caso de Benjamin Button.

Adaline era uma mulher comum até sofrer um estranho acidente. Seu carro caiu no lago e, quando estava praticamente morta, foi atingida por um relâmpago. Desse dia em diante ela parou de envelhecer.




Imagine você parar de envelhecer aos 29 anos! O sonho de quase todas as mulheres! Ficar bonita para sempre! Com esse bônus, ela logo percebeu que o preço a pagar era muito caro.
 

Com uma filha adolescente, as amigas de Adaline começaram a questioná-la sobre como ela se mantinha sempre jovem. Ela decidiu trabalhar em um hospital para tentar descobrir mais sobre sua rara condição nos arquivos médicos. Adaline não descobriu nada, porque isso nunca aconteceu antes. Logo apareceram uns sujeitos do governo querendo levá-la para fazer testes e exames. Adaline fugiu para não virar uma cobaia. A partir daí ela percebeu que precisaria passar o resto da vida fugindo. Nunca permanecia mais que uma década em um mesmo lugar. A cada década, mudava o nome e o visual e começava uma nova vida em outra cidade. Afastou-se da filha, que era a única que conhecia seu segredo. Só podia visitá-la às vezes. Nos tempos atuais, sua filha já está idosa e Adaline ainda aparenta ter 29 anos.
 




Imaginem que loucura não poder fixar moradia em lugar nenhum, não poder se apaixonar e construir uma família, não poder manter um círculo de amizades. Ficar sempre com medo de que as pessoas descubram seu segredo. Foi assim que Adaline viveu sua vida solitária até se apaixonar por Ellis...
  

O mais legal do filme é que o espectador viaja no tempo junto com Adaline, acompanhando as transformações de cada época. O final é tão surpreendente quanto o início. Adorei o filme! Nos faz pensar que viver para sempre não é uma vantagem quando todas as pessoas que você ama envelhecem e morrem. De que adianta uma vida eterna estando sozinha? Indico para quem quer assistir um romance com um tema bem diferente.


Um comentário:

  1. Olá, Leila.
    Achei muito interessante o enredo do filme e vou anotar para assistir. Quem nunca desejou viver para sempre? Mas ai entra essa questão de ter que ver os outros envelhecerem e você ter que se afastar para as pessoas não desconfiarem.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir

Comente e faça uma blogueira sonhadora feliz!