20 de mai de 2015

SEQUESTRADOS - Robert Crais

Editora: Companhia Editora Nacional
Ano: 2015
Páginas: 304
ISBN: 9788504019193


robert crais

Sinopse: Quando Nita Morales contrata Elvis Cole para encontrar sua filha desaparecida, ela não está com medo, mesmo tendo recebido um telefonema pedindo resgate. Ela sabe que é uma farsa, que sua filha está com o cara que Nita chama somente de “aquele garoto” e que eles precisam de dinheiro. Mas ela está errada. A moça e o namorado foram sequestrados por bajadores – bandidos que se aproveitam de outros bandidos, profissionais da fronteira que se aproveitam não só de vítimas inocentes, mas um do outro. Eles roubam drogas, armas e pessoas – comprando e vendendo vítimas como mercadorias, e matando aqueles que não geram negócio. Elvis Cole e Joe Pike encontram o local onde o casal foi sequestrado. Há marcas de pneus, cápsulas de balas e manchas de sangue. Eles sabem que as coisas podem não ser tão ruins quanto parecem. Mas eles também estão errados, porque a situação está prestes a piorar. O próprio Cole é sequestrado quando, à paisana, localiza os dois jovens e tenta compra-los de volta. E agora cabe a Joe Pike refazer os passos de Cole, infiltrando-se no duro e perigoso mundo do tráfico de pessoas para encontrar seu amigo.
O problema é que pode ser tarde demais...


Pela sinopse, já sabemos que os adolescentes Krista e Jack são sequestrados junto com um grupo de imigrantes ilegais. O detetive Elvis Cole, contratado para encontrá-los, também será sequestrado. Por causa dessas informações prévias, já comecei a leitura meio tensa e apreensiva.

Os capítulos se intercalam entre momentos do casal adolescente (narrativa em terceira pessoa) e momentos do detetive Cole (narrados em primeira pessoa). A narrativa não segue a ordem cronológica, isso pode confundir um pouco o leitor, mas é só prestar atenção na leitura para compreender a sequência dos fatos. É o primeiro livro do autor que leio, por isso não sei se essa forma de narrar é uma característica dele.

O livro inicia com o sequestro de Krista e Jack. No capítulo seguinte, a mãe de Krista contrata o detetive Cole para encontrá-los. No próximo capítulo, já aparecem os amigos de Cole (Pike e Stone) tentando resgatá-lo. Tomamos um susto com a rapidez dos acontecimentos! Seguindo a leitura, capítulo a capítulo, descobriremos como a investigação de Cole culminou em seu próprio sequestro. Quando finalmente chegamos no tempo presente, já estamos perto do final do livro. Nesse momento, aumenta nossa ansiedade para saber o que vai acontecer com todas aquelas pessoas sequestradas.

Na minha opinião, Pike e Stone roubaram a cena. Os caras são geniais, muito competentes e engraçados. Krista se mostrou muito esperta e corajosa. Jack foi valente, fez de tudo para protegê-la. O detetive Cole foi esperto, mas por ter sido sequestrado, temos a impressão de que não fez muita coisa.

É chocante pensar que acontecem essas coisas nos Estados Unidos. Em várias partes do mundo pessoas se submetem a viagens perigosas, desumanas para tentar fugir da miséria e da violência em seu país. Os aproveitadores tratam essas pessoas como objetos que podem ser descartados a qualquer momento, quando não tiverem mais serventia.

Recomendo a leitura para os fortes e para quem gosta desse tipo de livro. Contém cenas fortes e muita violência. É um suspense policial cheio de ação. É tenso, angustiante e revoltante, do começo ao fim!

4 comentários:

  1. Adoro livros sobre sequestros, mas nunca havia lido um assim, sobre sequestros em fronteiras. Parece ser bem tenso. A alternância entre os pontos e vista podem ser confusas, mas muitas vezes tornam o livro mais dinâmico.

    ResponderExcluir
  2. Leila, as características do livro que você citou no último parágrafo da resenha aprecio todas. Mais um livro para minha lista de compras.

    bomlivro1811.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Comente e faça uma blogueira sonhadora feliz!