30 de nov de 2016

A MÁGICA DA ARRUMAÇÃO – Marie Kondo

Editora: Sextante
Ano: 2015
Páginas: 160
ISBN: 9788543102092

 
Sinopse: Aos 30 anos, a japonesa Marie Kondo virou celebridade internacional, uma espécie de guru quando o assunto é organização. Seu método é simples, porém transformador. Em vez de basear-se em critérios vagos, como “jogue fora tudo o que você não usa há um ano”, ele é fundamentado no sentimento da pessoa por cada objeto que possui. O ponto principal da técnica é o descarte. Para decidir o que manter e o que jogar fora, você deve segurar os itens um a um e perguntar a si mesmo: “Isso me traz alegria?” Você só deve continuar com algo se a resposta for “sim”. Pode soar estranho no começo, mas, acredite, é libertador. Você vai descobrir que grande parte da bagunça em sua casa é composta por coisas dispensáveis. Prático e eficiente, este método não vai transformar apenas sua casa – ele vai mudar você. Rodeado apenas do que ama, você se tornará mais feliz e motivado a criar o estilo de vida com que sempre sonhou. 

O livro começa dizendo que uma casa bagunçada reflete uma mente bagunçada, por isso é necessário arrumar também a bagunça da mente. Gente! Esse livro é muito bom! Anotei várias dicas para tentar colocar em prática na minha casa.

O método KonMari consiste, basicamente, em jogar fora tudo o que não te traz alegria e guardar somente o que te faz feliz. Só depois do descarte, você começa a organizar as coisas que ficam. 
 
Marie Kondo ensina a organizar a casa por categoria e não por cômodo. Exemplos de categorias: roupas, livros, papelada, etc. Ela aconselha a juntar todos os itens da mesma categoria, para você enxergar tudo o que possui e selecionar o que vai permanecer. Para iniciar a seleção, você deve segurar cada objeto nas mãos e perguntar: “Isso me traz alegria?”. Se a resposta for “não”, você deve descartar.

Se você quiser ver como colocar o método em prática, na internet existem vários vídeos sobre o assunto. Tem até alguns vídeos de programas onde a própria Marie Kondo visita as casas e ajuda as pessoas a organizarem suas coisas.


Para mim, a parte mais difícil da arrumação é jogar coisas fora. Tenho dificuldade de me desfazer de roupas e objetos. Guardo muitas recordações, papelada, entre outros. Acho que não vou conseguir fazer nenhuma arrumação radical, mas já comecei e estou tentando melhorar. No final do livro, a autora diz que os objetos sobre os quais você afirma: “Gosto muito disso!”, não devem ser descartados. Não interessa o que os outros digam!

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente e faça uma blogueira sonhadora feliz!